Busca:

Pepeu Gomes

Pedro Aníbal de Oliveira
1952 Salvador, BA

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira profissional em 1969, como integrante do conjunto Os Novos Baianos, com o qual atuou até 1978.

Com a dissolução do grupo, iniciou sua atuação solo, lançando, ainda na década de 1970, os LPs "Geração de Som" (1978) e "Na terra a mais de mil" (1979).

Em 1980, apresentou-se no Festival de Montreux (Suíça), que gerou o disco "Ao vivo em Montreux".

Ainda na década de 80, gravou os LPs "Pepeu Gomes" (1981), "Um raio laser" (1982), "Masculino e feminino" (1983), gravado nos Estados Unidos, "Energia positiva" (1985), "Pepeu Gomes" (1988) e "On the road" (1989).

No início da década de 1990, lançou, com Moraes Moreira, os LPs "Moraes e Pepeu" (1990) e "Moraes e Pepeu no Japão" (1991).

Em 1993, gravou o CD "Pepeu Gomes".

Em 1997, reuniu-se aos demais integrantes do grupo Os Novos Baianos para a gravação do CD duplo "Infinito circular", apresentando-se com o conjunto no Metropolitan (RJ).

Ainda na década de 1990, lançou os CDs "Pepeu Gomes - 20 anos discografia instrumental" (1998) e "Meu coração" (1999).

Em 2009, apresentou-se no Canecão (RJ), acompanhado dos músicos Dadi Carvalho e Davi Moraes.  O espetáculo foi incluído na relação “Os Melhores Shows de 2009” do jornal “O Globo”, publicada ao final do ano.   Em 2016, quase 20 anos após a gravação do disco “Infinito circular”, reuniu-se novamente com Baby do Brasil, Moraes Moreira, Luiz Galvão e Paulinho Boca de Cantor para a turnê “Acabou Chorare: os novos baianos se encontram”, uma série de shows pelas principais cidades do país. 

Mais visitados
da semana

1 Creone e Barrerito
2 Trio Nagô
3 Tiee
4 Aldir Blanc
5 Mayck e Lyan
6 Evaldo Gouveia
7 Hermeto Pascoal
8 Trio Parada Dura
9 Adelmário Coelho
10 Música Sertaneja