Busca:

Paulo César Barros

Paulo César Barros
31/1/1947 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Iniciou a carreira artística no começo dos anos 1960, quando, ainda garoto era chamado para tocar seu contrabaixo acústico em jam sessions. Logo formou, com os irmãos Edson e Renato, o conjunto Renato e Seus Blue Caps, que obteve enorme sucesso no movimento Jovem Guarda. Com a contratação do conjunto pela gravadora CBS, tornou-se líder vocal da banda, por decisão do presidente da gravadora, Evandro Ribeiro. Entre 1961 e 1982, tocou em todos os LPs de Roberto Carlos. Teve suas primeiras composições gravadas em 1966,  pelo conjunto Renato e Seus Blue Caps que no LP "Um embalo com Renato e Seus Blue Caps", registrou Gosto de você", versão para a música "Tell me what you see", de Lennon e McCartney; "Pra Você Não Sou Ninguém", versão de "Look Thru Any Window", de Graham Gouldman e Charles Silverman, e "Vivo Só", versão de "For Your Love", de Graham Gouldman, além de "Sim, sou feliz", parceria com o irmão Renato Barros; "Perdi a esperança", parceria com Marcus Fabiani, e "Não quero ver você chorar". No mesmo ano, fez "Não Me Deixe Só", versão de "I Only Want To Be With You", de Mike Hawker e I. Raymonde, e "Procuro Um Anjo", com Getúlio Cortes, gravadas com sucesso pela cantora Maritza Fabiani, em compacto simples da gravadora Philips. Em 1967, o conjunto Renato e Seus Blue Caps gravou suas composições "No Dia Em Que Jesus Voltar", e "Não Me Diga Adeus", com Carlinhos. Essa última foi um dos grandes sucessos do conjunto. Em 1968, sua composição " No Dia Em Que Jesus Voltar" foi gravada em compacto duplo por LeRoy Martin e Sua Orquestra, em disco que recebeu o título de "Themes for today - LeRoy Martin e Sua Orquestra", do selo Epic/CBS. Ainda em 1968, fez sucesso com a balada "O Tempo Vai Apagar", com Getúlio Cortes, gravada por Roberto Carlos no LP "O inimitável", e regravada no mesmo ano pela Orquestra Brasileira de Espetáculos, no LP "Eu te amo, te amo, te amo e outros sucessos de Roberto Carlos", da CBS.  No mesmo ano, destacou a composição "Vou lhe deixar", parceria com o irmão Ed Wilson, gravada pela cantora Wanderléia e que foi um de seus sucessos. Em 1969, a balada "O Tempo Vai Apagar", com Getúlio Cortes, recebeu mais sete gravações: do conjunto Os Carbonos para o LP "As 12 Mais da Juventude - VOL. 4"; do grupo "Os Rapazes de Lenços Escarlates", no LP "De como fazer um disco de música jovem para dançar", ambos da Beverly; do grupo Los Tropicanos, para o LP "Los Tropicanos - Vol. 3", da Parlophone/Odeon; do conjunto O Quarteto, para LP da Philips; pelo grupo The Fevers que, utilizando pseudônimo de Os Milionários, lançou LP pela Parlophone/Odeon; e pelo maestro Lindolfo Gaya, no LP "Superbem - Gaya e Sua Grande Orquestra", da London/Odeon. No mesmo ano, Roberto Carlos gravou "Nada Vai Me Convencer", em seu LP anual. Ainda em 1969, lançou um compacto simples pelo selo Epic/CBS, interpretando as músicas "Só Por Causa de Você", de Renato Barros e Leno, e "Não Chore", versão de Renato Barros para "Stormy", de Buddy Buie e James Cobb. Em 1970, "O Tempo Vai Apagar" foi gravada por Núbia Lafayette para o LP "Nem, eu, nem tu, ninguém", da Philips. Com o fim do programa Jovem Guarda na TV Record, saiu por algum tempo do grupo, indo integrar o conjunto RC7, criado por Roberto Carlos para acompanhá-lo. Em 1971 retornou ao conjunto Renato e seus Blue Caps. Em 1974, a música "Consegui Concluir", com Prêntice Neto, foi gravada pelo Quinteto Ternura, em LP da RCA Victor.  Em 1975, participou, no Madison Square Garden, em Nova York, de um mega evento latino ali realizado. Em 1977, gravou, pelo selo Coronado/EMI-Odeon, o LP "Os maiores sucessos dos Beatles", com 13 versões assinadas por Renato Barros, Lilian Knapp e Rossini Pinto. Em 1984, a balada "Você Ainda Mora Em Mim", com Prêntice e Ronaldo Monteiro de Souza, foi lançada em compacto simples pelo cantor Prêntice, em disco da Philips. Em 1986, o cantor José Augusto gravou "O relógio", em LP da RCA Victor. Em 1987, teve três composições lançadas pelo conjunto Renato e Seus Blue Caps, no LP "Batom vermelho", da gravadora Continental: "Relógio" e "Feito Sonho", com Prêntice, e "Paula". No mesmo ano teve a composição "O Circo", com Prêntice e Ronaldo Monteiro de Souza, gravada pela cantora e apresentadora Xuxa Meneghel, no LP "Xegundo xou da Xuxa", da Som Livre. Em 1988, o grupo infantil Trem da Alegria, em LP da BMG/Ariola, gravou "Pumba Lê-lê", com Prêntice e Ronaldo Monteiro de Souza. No mesmo ano, em LP da RGE, a cantora Cláudia Telles registrou "Somos Um Só", parceria com Prêntice e Cláudia Telles, enquanto o cantor Prêntice, em disco da BMG/Ariola, lançou "Arco-íris" e "Você Ainda Mora Em Mim", com Prêntice e Ronaldo Monteiro de Souza, e "Te Dou Em Dobro", com Prêntice, enquanto em disco da EMI/Odeon, a cantora Solange gravou "Essa Noite", com Prêntice. Em 1989, sua gravação para a balada "Feche Os Olhos", versão de Renato Barros para "All My Loving", de John Lennon e Paul McCartney, foi incluída na coletânea "Feche os olhos e sinta", da EMI-Odeon. Em 1990, o cantor Jurandir de Castro, no LP "O fino da lambada", da gravdora CID, registrou "A Namorada", com Gene Araújo. No mesmo ano, "O circo" recebeu versão de Cristina Larraura, para o disco " Xuxa cantando em espanhol", da Som Livre. Em 1991, teve quatro composições gravadas por Gene Araújo no LP "Tempo de pensar", do selo Som Brasil: "Fogo do Prazer"; "Nuvens da Paixão"; "Diga sim" e "Aconteceu", todas com Gene Araújo. No mesmo ano, a cantora Roselle, no LP "O amor que existe em nós", da RGE, gravou "Brincando no Parque", com Gene Araújo e Carlos Pedro; e o grupo Squema Seis, no LP "Coisa de cinema", da Continental, registrou "Caso Sensual", com Gene Araújo. Em 1994, a Banda Sangue Bom, no LP "Você é demais", da Vinil Press, regravou "Nada Vai Me Convencer". No ano seguinte, o ator e cantor Maurício Mattar, em LP da Sony Music, regravou "O tempo vai apagar". Também em 1995, a cantora e apresentadora Eliana regravou "O circo", em disco da BMG. Em 1996, o grupo de pagode Só Preto Sem Preconceito gravou "Teu Ciúme", com Prêntice e Ronaldo Monteiro de Souza. Em 1998, três composições suas foram gravadas por Jurandir de Castro e Banda Pretinha: "O Nosso Amor É Bom Demais", com Carlos Colla; "Alô, Alô", com Paulo Sérgio Valle, e "O Couro Come", com Ney da Alta. Em 2000, a balada "Não Me Diga Adeus", com Carlinhos, teve duas gravações, do conjunto Renato e Seus Blue Caps, no CD  "XX_ - Vinteum - Renato e Seus Blue Caps", da Sony Music, que incluiu também a versão "Vivo só", e a de Carlinhos Blue Caps, no CD "De volta ao sucesso". No mesmo ano, "Não Vou Te Procurar", com Paulo Zdanowsk, foi lançada pelo cantor Wando, no CD "Picada do amor", da Indie Records. Também na mesma época, tocou em Paris, com Michel Legrand, no projeto "Brasil 500 anos", da TV Globo. Em 2001, a balada "Fica Comigo", com Paulo Sérgio Valle, foi gravada por Lilian Knapp, em LP Independente. No mesmo ano, "Não diga adeus" foi gravada por Renato e Seus Blue Caps no CD "Ao Vivo", da Warner Music. Em 2004, gravou, pela Som Livre, o CD "Estrada", no qual interpretou as músicas "Dona Do Meu Coração (Run For Your Life)"; "Feche Os Olhos (All My Loving)", de John Lennon e Paul McCartney; "Não Demore Mais (It's Good To See You)", de Peter Shelley; "Meu Bem Não Me Quer (My Baby Don't Care)", de Sid Herring, e "Menina Linda (I Should Have Known Better)", de John Lennon e Paul McCartney, todas em versão de Renato Barros; "Ana (Anna Go To Him)", de Arthur Alexandre, versão de Lisna Dantas; "Até O Fim (You Won't See Me)", de John Lennon e Paul McCartney, e "Meu Primeiro Amor (You're Going To Lose That Girl)", de John Lennon e Paul McCartney, ambas em versões de Lilian Knapp; "Vou Subir Bem Mais Alto Que Você (Reach Out I'll Be There)", de Edward Holland, Brian Holland e Lamont Dozier, versão de Luiz Keller; " Estrada" e "Desconhecidos Sentimentos", parcerias com Cury; "É Só Saber Jogar", com Flávio Jesus; "Feito Sonho", com Prêntice, e "Minha Fé", com Pedrinho Periquito. O disco contou com quatro participações especiais: Erasmo Carlos, na faixa "Gatinha Manhosa", de Roberto Carlos e Erasmo Carlos; Fagner, na música "Não Te Esquecerei (California Dreamin')", de John Phillips e Michelle Phillips, em versão de Lilian Knapp; Zé Ramalho, na composição "Não Me Diga Adeus", com Carlinhos; e Frejat, na música "Você Não Soube Amar (It's Gonna Be All Right)", de Gerry Marsden, em versão de Roberval e Arthur Emílio. A balada "O tempo vai apagar", recebeu novas gravações em 2008, por Zé Renato, no CD "É tempo de mar", e pelo maestro Eduardo Lajes, em 2009, no CD "Nossas canções". Em 2012, sua balada "Nada Vai Me Convencer" foi gravada pela cantora Tereza Cristina no CD "Teresa Cristina + Os Outros = Roberto Carlos", da Deckdisc. Ao longo da carreira, tocou em quase todos os discos de artistas como Raul Seixas, Fafá de Belém, Elba Ramalho, Zé Ramalho, Gal Costa, Gilberto Gil, e Tim Maia, entre outros. Como vocalista do conjunto Renato e Seus Blue Caps, interpretou os grande sucessos da banda, tais como "Dona do meu coração"; "Feche os olhos"; "Ana"; "Não me diga adeus"; "Não te esquecerei", e "A esperança é a última que morre". Em sua trajetória internacional, trabalhou nos grandes estúdios de Nova York e Los Angeles, tocando com nomes como Vincent Bell; Paul Griffin; Ronald Zito; Tori Zito, maestro de Tony Bennet; Neil Sedaka e Michel Legrant, entre outros. No México, tocou com o cantor Pedro Vargas, cantor de boleros e ídolo naquele país. Na televisão, participou de inúmeros eventos musicais na TV Globo, tais como "Fama", "Estação Globo", "Big Brother", entre outros. Fez participação especial em inúmeras trilhas sonoras de novelas da TV Globo. Teve participação especial em diferentes projetos no Canal MultiShow, tais como "Elas cantam Roberto"; "Tributo a Cazuza"; "Tributo a Elis Regina"; "São Paulo 450 anos", entre outros. Ao longo da carreira,tocou em shows e participou de gravações de artistas como Ana Carolina; Adriana Calcanhoto; Alcione; Amelinha; Arnaldo Antunes; Angela Rô Râ; Angela Maria; Antonio Marcos; Adriana; Alceu Valença; Angelo Máximo; Arnoud Rodrigues; Agnaldo Timóteo; Altair Veloso; Bruno e Marrone; Belchior; Balão Mágico; Bartô Galeno; Benito Di Paula; Biafra; Baby do Brasil; Cláudia Leite; Chitãozinho e Xororó; Cássia Eller; Cassiano; Cazuza; Cleyton e Cledir; Cauby Peixoto; Caetano Veloso; Carlos Colla; Claudia Telles; Cristian e Ralf; Djavan; Daniela Mercury; Dona Ivone Lara; Diana Pequeno; Dominguinhos; Deny e Dino; Dóris Monteiro; Erasmo Carlos; Elba Ramalho; Eliana Pittman; Emílio Santiago; Evandro Mesquita; Edson e Hudson; Eduardo Araújo; Ed Wilson; Fábio JR; Fafá de Belém; Fagner; Fernanda Abreu; Gilberto Gil; Gal Costa; Geraldo Azevedo; Guilherme Arantes; Hebe  Camargo; Ivete Sangalo; Ivan Lins; Itamara Koorax; Jair Rodrigues; João Bosco; José Augusto; Jovelina Pérola Negra; José Ricardo; Jerry Adriani; Joanna; Johnny Alf; Kleiton e Cledir; Leonardo; Lincon Olliveti; Leci Brandão; Lenine; Leno e Lílian; Lindomar Castilho; Lobão; Luiz Melodia; Maria Bethânia; Martinho da Vila; Nara Leão; Nana Caymmi; Nando Reis; Ney Matogrosso; Nelson Gonçalves; Orlando Silva; Odair José; Os Vips; Preta Gil; Paula Toller; Perla; Padre Zezinho; Reginaldo Rossi; Simone; Sandra de Sá; Sandy; Sidney Magal; Sílvio Brito; Sergio Sampaio; Selma Reis; Silvio Cesar; Taiguara; Wando; Waldick Soriano; Wanderley Cardoso; Zezé Di Camargo e Luciano; Zizi Possi; Zé Renato; Zé Rodrix e Zélia Duncan, entre outros. Um dos mais importantes instrumentistas da música popular brasileira, tocou com artistas de diferentes segmentos musicais, do rock ao pop, do sertanejo ao samba; do brega ao forró.

Mais visitados
da semana

1 Agnaldo Timóteo
2 Claudio Cartier
3 Tiee
4 Sivuca
5 Noel Rosa
6 Vinicius de Moraes
7 Tom Jobim
8 Gonzaguinha
9 Luiz Gonzaga
10 Caetano Veloso