Busca:

Papão

Alexandre Papão
Circa 1930 Belém, PA

Dados Artísticos

Iniciou a carreira artística na década de 1950, integrando o cast da Rádio Clube do Pará, a tradicional PRC-5. Em 1962, tocou no LP "The Bossa Nova With Herbie Mann", do flautista norte americano Herbie Mann. Pouco depois, passou a integrar o Conjunto Cangaceiro, que tocava na boate Cangaceiro, no Rio de Janeiro. Em 1964, participou da gravação do LP "Uma noite no Cangaceiro", feita pela cantora Helena de Lima. O disco foi gravado ao vivo e lançado pela RGE. Na contra capa desse LP, assim se refere ao baterista o crítico Juventino Fagundes: "Ganha a vida fazendo o mais bonito e imprescindível barulho. A ausência da bateria de Papão é o mais audível dos silêncios. Papão espreme a música entre duas batidas paralelas e nos ensina para onde é que ela vai depois de ser tocada". No mesmo ano, integrou o conjunto Sete de Ouros, na gravação do LP "Impacto! - Sete de Ouros", da gravadora Polydor. Fez apresentações com esse conjunto em diferentes clubes pelo Rio de Janeiro. Em 1965, integrando o conjunto Cangaceiro, participou do LP "Outra noite no Cangaceiro...", também gravado ao vivo na boate Cangaceiro, e lançado pela RGE. No mesmo ano, tocou no LP "Miltinho - Miltinho Ao Vivo", lançado pelo cantor Miltinho, na RGE. Em 1967, acompanhou Edu Lobo, no LP "Edu", da Philips. Em 1971, acompanhou Luiz Gonzaga na gravação do LP "O Canto Jovem de Luiz Gonzaga", da RCA Victor.  Em 1973, tocou com Martinho da Vila no LP "Origens", da RCA Victor. Tocaria ainda com Martinho da Vila nos LPs "Canta Canta Minha Gente", de 1974; "Rosa do Povo", de 1976; "Presente", de 1977; "Novas Palavras", de 1983; "Martinho da Vila Isabel", de 1984, todos pela RCA Victor; "Festa da Raça", de 1988; "O Canto das Lavadeiras", de 1989, e "Vai Meu Samba Vai", de 1991, os últimos três, pela CBS. Em 1974, tocou no LP "Sessão Nostalgia", lançado pela cantora Maria Creusa, na RCA Victor. Em 1976, tocou bateria na faixa "Olhos nos olhos", de Chico Buarque, no LP "Meus caros amigos", lançado por Chico Buarque. Em 1977, participou do show com Luiz Gonzaga e Carmélia Alves, dentro do projeto Seis e Meia, da Funarte, que resultou em LP gravado ao vivo e lançado pela RCA Camden. Com Luiz Gonzaga, tocou ainda nos LPs "Dengo Maior", de 1978, e "Eu e Meu Pai", de 1979, ambos da RCA Camden. Ainda em 1977, tocou no LP "Quatro grandes do samba - Nelson Cavaquinho, Candeia, Guilherme de Brito e Elton Medeiros", lançado pela RCA Victor. Ao longo da carreira, tocou em discos de Zé Menezes, Aparecida, Rosinha de Valença, Paulo Moura, Bezerra da Silva, Leci Brandão, Mano Décio da Viola; Toquinho. Eliana Pittman; Dona Ivone Lara; Elizeth Cardoso, e outros. Em 1980, tocou batareria no LP "Bezerra da Silva e Reyjordão - Partido alto - Nota 10 - Volume 3", da gravadora CID. Em 1981, tocou no LP "Almanaque", de Chico Buarque. Em 1987, tocou no disco com a trilha sonora do filme "Um Trem Para as Estrelas", da Globo Discos. Em 1989, participou da gravação do LP "Sambas de Enredo das Escolas de Samba Do Grupo 1 A - Rio de Janeiro - Carnaval 90", lançado pela BMG Ariola. Nos anos 2000, se aposentou e voltou a morar em Belém do Pará, tendo, então, doado sua bateria para uma igreja frequentada por sua família.

Mais visitados
da semana

1 Hermeto Pascoal
2 Dorival Caymmi
3 Caetano Veloso
4 Tom Jobim
5 Irmãs Galvão
6 Luiz Gonzaga
7 Festivais de Música Popular
8 Beth Carvalho
9 Chitãozinho e Xororó
10 Nelson Cavaquinho