Busca:

Os Rouxinóis



Dados Artísticos

Grupo vocal misto fundado em 1963, e que contou com as participações de Dinorah Lemos, Maria Terezinha Gonçalves Dias, Zenilda Barroso, Inácio Gomes Dias Filho, Jair Pinto de Avelar, Mário Machado e Raul Moreno. Nesse mesmo ano, participaram com grande sucesso do espetáculo "O teu cabelo não nega", show montado por Carlos Machado contando a biografia do compositor Lamartine Babo e apresentado no Golden Hoom do Copacabana Palace. No mesmo ano, o grupo gravou pela Copacabana o LP "Isto é Lamartine", um tributo a Lamartine Babo lançado em comemoração à "Noite de Lamartine Babo", realizada no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, em 1º de agosto de 1963. Nesse disco, considerado pelos especialistas como um LP antològico, o grupo interpretou "O teu cabelo não nega", de Lamartine Babo e os Irmãos Valença, "Grau dez", de Lamartine Babo e Ary Barroso, "Marchinha do grande galo", de Lamartine Babo e Paulo Barbosa, "Dia de jejum", de Lamartine Babo e Lyrio Panicali, "Mais uma valsa mais uma saudade", de Lamartine Babo e José Maria de Abreu, "Eu sonhei que tu estavas tão linda", de Lamartine Babo e Francisco Matoso, e "No rancho fundo", de Lamartine Babo e Ary Barroso, além de "Oh as mulheres", "Ressurreição dos velhos carnavais", "A tua vida é um segredo", "Lua cor de prata", "Seja lá o que Deus quiser", "Hino do carnaval brasileiro", "Os rouxinóis", "Rasguei a minha fantasia", "Linda morena", "Ride palhaço", "Só nós dois no salão (E esta valsa)", e "Serra da Boa Esperança", todas de Lamartine Babo, além dos hinos dos grande clubes do Rio de Janeiro. Em 1964, o grupo lançou o LP "O rancho dos Rouxinóis" no qual interpretou "Noite cheia de estrelas", de Cândido das Neves, "Modinha", de Jaime Ovalle e Manuel Bandeira, "Reflorir da minha vida", de Saint-Clair Sena, "Cidade brinquedo", de Silvino Neto e Plínio Bretas, "Meu rouxinol", de Pereira Matos e Mário Rossi, "Só teu amor", de Eduardo Souto, "Luar de Paquetá", de Freire Júnior e Hermes Fontes, "Quem bom que estava", de Joubert de Carvalho, "Andorinha", de Silvio Caldas, "Longe dos olhos", de Cristóvão de Alencar e Djalma Ferreira, "Era uma vez", de René Bittencourt, e "Se a noite tem lua", de José Mauro. Também em 1964, particparam do LP "As 14 maiorais em boleros" da Copacabana interpretando "Tudo de mim". Em 1965, participaram do LP "1565/1965 - Rio carnaval" lançado pela Copacabana em homenagem ao quarto centenário da cidade do Rio de Janeiro interpretando "Cidade brinquedo", de Silvino Neto e Plínio Bretas. Ainda em 1964, o grupo lançou pelo selo Serenata as marchas "Carnaval antigo" e "Pierrot", ambas de Paulo Serpa e Alice Queirós. Pouco depois o grupo se dissolveu e a cantora Dinorah acabou fundando o grupo vocal As Gatas com a cantora Zenilda Barroso.

Mais visitados
da semana

1 Música Sertaneja
2 Dorival Caymmi
3 Caetano Veloso
4 Tom Jobim
5 Assis Valente
6 Noel Rosa
7 Lupicínio Rodrigues
8 Hermeto Pascoal
9 Daniela Mercury
10 Chico Buarque