Busca:

Norma Nogueira

Norma Cristina Nogueira
24/3/1952 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

A partir de 1975 exerceu atividades ligadas à Educação Musical em diversas instituições de ensino, atuando como professora e regente de coro. Participou de inúmeros projetos, entre eles, criação do "Espaço Arte" (1975/1978), promovido pelo Departamento de Parques e Jardins - RJ, coordenando oficinas no Parque da Catacumba, Rio de Janeiro, o projeto "Contadores de Histórias", realizado nas Bibliotecas Regionais - RJ (1980/1983), e a "Oficina de Eventos" para meninos de rua, com o grupo "Intrépida Trupe", pelo projeto "Se essa rua fosse minha", no Rio de Janeiro.

Entre os anos de 1974/75, foi acordeonista e atriz do grupo "Tá na rua", com direção de Amir Haddad.

Em 1981, atuou como pianista e acordeonista do espetáculo "Percevejo", de Vladimir Maiakovski, com trilha sonora composta por Caetano Veloso e traduções de Nei Costa, em temporada no Teatro Dulcina, Rio de Janeiro.

No ano de 1983, estreou no Rio de Janeiro o musical "O mistério do boi Surubim", atuando na direção musical, como atriz e instrumentista. O espetáculo foi levado para a França - no "1º Festival de Artes e Tradições Populares de Nantes - e Portugal".

Em 1986, produziu o LP "O que é que tem dentro?", ao lado de Sheila Quintaneiro e Sônia Prazeres, lançado no Circo Voador e no Parque Lage, ambos no Rio de Janeiro, e em várias cidades do Nordeste através do projeto "Caravana Voadora", do Circo Voador do Rio de Janeiro. O disco foi remasterizado em 1999 por Zé Nogueira e lançado em CD, e contou com a participação de músicos como Maurício Maestro, Eugênio Dale, André Tandeta, Marcos Ama, Marcelo Bernardes, Zé Nogueira, Júlio César e Bilinho Teixeira, entre outros.

Em 1998, atuou na reciclagem para a equipe de regência coral e preparação da orquestra de 1000 vozes de alunos da rede municipal do Rio de Janeiro, no projeto "Orquestra de Vozes Meninos do Rio", promovido pela Secretaria de Educação e Cultura do Município do Rio de Janeiro.

No ano de 1989, foi acordeonista e atriz do espetáculo "A gema do ovo da ema", de Sylvia Orthof, que estreou no Teatro Villa-Lobos, Rio de Janeiro. No ano seguinte, atuou como instrumentista no grupo "Dupla Carburação" com o show "Beijinho doce". O espetáculo teve arranjos de Maurício Carrilho e foi apresentado nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Goiás.

Na década de 1990, atuou como acordeonista em diversos espetáculos teatrais e musicais.

De 1992 a 1999, foi acordeonista do grupo de música regional "Palha de Milho", realizando projetos em escolas do Rio de Janeiro e Niterói.

Nos anos de 1996/97, atuou como acordeonista, arranjadora e preparadora vocal do musical "Francisco de Assis", de Ciro Barcellos. Em seguida, fez a direção musical dos espetáculos "Folia de Reis" e "A história da moça perfumosa", com a Cia Teatral Nósconosco.

Em 1998, participou da festa em homenagem aos 67 anos do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, regendo os corais dos colégios Santa Úrsula e São Vicente de Paulo. Ainda este ano, coordenou o show de lançamento do disco "Canções curiosas", de Paulo Tatit, no Museu da República, Rio de Janeiro. Em 1998 e 1999, participou do "Quinteto Tomás Improta", no "Festival de Inverno de Domingos Martins" (ES), onde realizou também a palestra "Voz, corpo e movimento na Educação Musical Infantil".

Em 1999, realizou palestra no "1º Encontro de Coros Infanto-juvenil", em São Mateus, Espírito Santo, e da mesa redonda "A linguagem musicoterápica na Educação", no "V Fórum Estadual de Musicoterapia", promovido pela Associação de Musicoterapia do Rio de Janeiro.

Nos anos de 1999 e 2000, atuou na direção musical e preparação vocal no espetáculo "Bicho solto, buriti bravo", com música de Zeca Baleiro e texto de Ferreira Gullar, em cartaz no Teatro do Museu do Folclore e na Fundição Progresso, Rio de Janeiro.

Mais visitados
da semana

1 Geraldo Pereira
2 Dorival Caymmi
3 Caetano Veloso
4 Noel Rosa
5 Tom Jobim
6 Hermeto Pascoal
7 Roberto Luna
8 Francisco Mignone
9 Jorge Goulart
10 Luiz Gonzaga