Busca:

Nílton Barros

Nílton de Barros Júnior
15/6/1946 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Na década de 1960 atuava como violonista que acompanhava diversos sambistas na roda de samba no Teatro Opinião, entre os quais Moreira da Silva, Cartola, Nelson Cavaquinho, Candeia, Reginaldo Bessa e Elizeth Cardoso.
Foi gravado pela primeira vez em 1976, quando Sonia Lemos interpretou sua música "Chorinho meu" (c/ Kiko Carvalho), no LP "Pérola de Agonitá", pela gravadora Discos Continental.
Em seguida, a cantora Celeste, no LP "Laço de cobra", de 1979, interpretou de sua autoria a faixa-título "Laço de cobra".
Em 1980 Délcio Carvalho, no LP "Canto de um povo", gravou de sua autoria "Testemunha de um povo".
No ano de 1981 Alcione gravou "Sem perdão" (c/ Sereno e Jorge Aragão). Dois anos depois, no LP "Almas e corações", a cantora interpretou "Amor em tom menor" (c/ Alcione). Neste mesmo ano de 1983, Beth Carvalho gravou de sua autoria em parceria com Dida e Jorge Aragão "Suor no rosto",  faixa que deu nome ao disco da cantora.
Em 1984 sua composição "Na mesma proporção", em parceria com Jorge Aragão, foi incluída no disco "Da cor do Brasil", de Alcione. Neste mesmo ano, Ney Matogrosso interpretou no LP "Bugre", outra música de sua autoria "História do Brasil" (c/ Jorge Aragão).
Em 1988 Beth Carvalho regravou "Suor no rosto" em seu disco "Toque de malícia". Neste mesmo ano, atuou como violonista e também cantor no show "Verão Brasil", juntamente com Sônia Santos e Tom da Bahia, excursionando por vários países como Espanha e outros da África do Norte.
Em 1989, ainda com este mesmo espetáculo, fez turnê pela Venezuela e Angola. O show, criado e dirigido por Ricardo Cravo Albin, foi encomendado pelo Departamento Cultural do Ministério das Relações Exteriores.
No ano de 2010 apresentou-se em casas noturnas da capital francesa, mostrando músicas, em francês, de sua autoria.
Em 2011 finalizou o CD "Karma", no qual contou com as participações especiais de Jorge Aragão e Zeca Pagodinho, com arranjos do maestro Ivan Paulo, acompanhado pelos músicos Fernando Merlino, Dirceu Leite, Alceu Maia, Carlinhos Sete Cordas, Téo Lima, Zeca do Trombone, entre outros. Do disco destacam-se a faixa-título e a composição "Yoga", que gerou o seu primeiro clipe, tendo como cenário as cidades de Paris, Étretat, Milão e Veneza, com produção e participação do seu filho, Pedro Perestrello, e a colaboração da modelo internacional Gabriela Vieira. Neste mesmo ano foi o convidado especial da roda de samba "Terapia Popular", comandada pelo cantor e compositor Roberto Serrão no bar Salsa & Cebolinha, na Lapa, centro boêmio do Rio de Janeiro.
Entre suas composições gravadas destacam-se "Laço de cobra", por Alcione; "Sem perdão" (c/ Jorge Aragão e Sereno), por Alcione; "Suor no rosto" (c/ Neoci e Jorge Aragão) por Beth Carvalho; "Alegria, carnaval" (c/ Jorge Aragão) por Ney Matogrosso; "Estranho" por Emílio Santiago; "Resistência popular" (c/ Sombrinha e Sereno) pelo Grupo Fundo de Quintal e ainda "Renascer", parceria com Jorge Aragão e Jorge Simas, gravada pelo grupo MPB-4.

Mais visitados
da semana

1 Elis Regina
2 Ronaldo Bôscoli
3 Noel Rosa
4 Irmãs Galvão
5 Caetano Veloso
6 Isolda
7 César Camargo Mariano
8 Chitãozinho e Xororó
9 Tom Jobim
10 Luiz Gonzaga