Busca:

Nil Bernardes

Evanil Bernardes da Silva
1/3/1955 São Paulo, SP

Dados Artísticos

Começou a carreira artística em 1976, cantando como crooner em boates da noite paulista.
Seu primeiro grupo musical chamou-se Jovens Atuais.
A partir de 1978, viajou pelo Brasil e pelo exterior durante 15 anos, apresentando-se como vocalista e baixista da banda de Terry Winter.
Em 1980, realizou sua primeira experiência em disco, através de uma participação especial em um compacto de Terry Winter, lançado pela Copacabana. Na ocasião, apareceu como Neil Bernard.
Com Terry Winter, compôs mais de 100 músicas, entre elas sucessos como ”Look at me”, “Once more a fool”, “Filho Pródigo”, “Mãe de Leite”, “Sonho de um Caminhoneiro” e “Tributo a um Caminhoneiro”.
A partir do sucesso de composições como essas, foi convidado a gravar seu primeiro disco solo em 1983, pela gravadora Copacabana.
Também em 1983, estabeleceu parceria com o cantor e ator Orival Pessini, criador do personagem Fofão. Com ele, realizou apresentações em programas como “Turma do Balão Mágico” e “Fofão”, além dos shows de Fofão e sua Turma.
Compôs muitas músicas no estilo rock e sertanejo, tendo sido gravado, entre outros, por Magazine, Polegar, Sérgio Reis e Tonico e Tinoco.
No Primeiro Festival Rímula de Música Regional, ficou entre os 10 primeiros, com a música "Chão vermelho".
Incentivado pelo produtor artístico Luiz Mocarzel, lançou mais dois compactos pela Copacabana, com suas músicas “A Menina do Banco”, parceria com Paulo Ricardo e João Bravo, “Por Você Fiquei Pirado”, parceria com João Bravo e Moskemberg, “Lembra Eu Te Amo”, versão de Juvenal de Oliveira, e “Algo Estranho e Louco”, parceria com Terry Winter.
Na música sertaneja, obteve diversos sucessos gravados por diversos artistas e duplas sertanejas, tais como, "Sonho de um caminhoneiro" e "Mãe de leite", gravadas por Milionário e José Rico, "Filho pródigo", gravada por Tonico e Tinoco e por Sérgio Reis, "Nosso bolero", pelas Marcianas, "Tributo a um caminhoneiro", por Mato Grosso e Mathias e "Nossa loucura", gravada por Sula Miranda.
Em 1989, lançou um LP pela gravadora Esfinge.
Em 1992, venceu o 2° Festival Rímula de Músicas Regionais, nas categorias melhor música e melhor intérprete, com a canção “Sinfonia Sertaneja”, composição sua com Chico Valente.
Em 1993, gravou mais um LP, dessa vez pela gravadora San Francisco, e obteve repercussão com as faixas “Raio de Sol”, "Gosto gostoso de gostar", "Plenitude" e "Marido e mulher", todas de sua autoria.
Em 1995, ao lado de Luiz Schiavon e Marcelo Barbosa, trabalhou na trilha sonora da novela “O Rei do Gado”, exibida pela Rede Globo e Televisão.
A parceria resultou na formação do grupo Orquestra da Terra, que interpretou a música de abertura da novela, composta por ele.
Em 1998, lançou um CD, com o repertório voltado para o estilo country.  A principal faixa de trabalho foi “Sonho de Peão”, parceria sua com Juarez Soares.
Como produtor, trabalhou com artistas como Leonardo, Zezé Di Camargo & Luciano,Bruno & Marrone, As Marcianas, Fofão, Donizetti, Gian & Giovani, Frank Aguiar, Joanna, Harmonia do Samba, Cézar & Paulinho, Terry Winter, Roberta Miranda, e Antonio Fagundes.

Atuou também na área de dublagens, como diretor e adaptador musical. Trabalhou em programas como "Barney", "Pokémon", "Digimon", "Tartarugas Ninjas", "Bebê Lilly", "Zooboo Mafoo", "Seemore", e “Vila Sézamo".
Integrou também a banda do programa “Domingão do Faustão”, da Rede Globo de Televisão.
Durante mais de 15 anos, foi colunista do Jornal Sertanejo, com a seção ”No Camarim com Nil Bernardes”.
Possui ao todo mais de 300 composições.

Mais visitados
da semana

1 Jorge Portugal
2 Renato Barros
3 Mayck e Lyan
4 Leo Canhoto e Robertinho
5 Festival MPB 80 (Rede Globo)
6 Noel Rosa
7 Renato e Seus Blue Caps
8 Sivuca
9 Tiee
10 Elizeth Cardoso