Busca:

Nico Rezende

Antonio Martins Correia Filho
13/10/1960 São Paulo, SP

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira artística tocando em orquestras, com as quais se apresentava em bailes pelo interior do Brasil.    Em 1983, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde passou a atuar como tecladista na banda de Ritchie.    Assinou arranjos para discos de Marina Lima, Gal Costa, Roberto Carlos, Lulu Santos, Beto Guedes, Simone, Zizi Possi, Cazuza, Barão Vermelho, Erasmo Carlos, Kiko Zambianchi e Dalto, entre outros.    Em 1985, Zizi Possi gravou “Perigo”, composição sua em parceria com Paulinho Lima. Selecionada para a trilha sonora do remake da novela Selva de Pedra, exibida em 1986 pela TV Globo, foi uma das músicas mais tocadas na rádio naquele ano.  No ano seguinte, gravou seu primeiro LP, "Nico Rezende", com destaque para sua música "Esquece e vem", tema da novela "O outro" (TV Globo).    Ainda na década de 1980, lançou os LPs "Jogo de ilusões" (1988), produzido por Leo Gandelman, que incluiu sua composição "Pense nisso amanhã", e "Nico" (1989), com destaque para sua composição "Natureza viva" (c/ Jorge Salomão).    Em 1990, gravou o LP "Tudo ficou pra trás", que incluiu sua música "Além da sedução" (c/ Cláudio Rabello). Nesse mesmo ano, recebeu o Prêmio Sharp como Melhor Arranjador.    Produziu jingles e assinou a direção musical de vários espetáculos teatrais, como "Sonho de uma noite de verão", dirigido por Cininha de Paula, e "A queda de Usher", de Moacyr Góes, e de shows de Chico Anísio e Tom Cavalcanti.    Montou seu próprio estúdio de som, onde vem gravando trilhas sonoras para comerciais, como os da Fundação Roberto Marinho, contemplado com o Leão de Bronze no Festival de Cannes, em 1993, e os da "Coca-Cola em seu ritmo", veiculados em vários países.    Em 1995, lançou o CD "Nico Rezende" (1995).    Em 1998, realizou o show "Elas", no qual interpretou músicas de Zélia Duncan, Sueli Costa, Rita Lee, Joyce, Dolores Duran e Ana Terra.    Em 2001, lançou o CD "Curta a vida", contendo suas composições "Esquece e vem", "Será que tem a ver" (c/ Tom Clark) e canções de outros autores, como "Shangrilá" (Rita Lee e Roberto de Carvalho), "Mentiras (Adriana Calcanhoto) e "Codinome Beija-Flor" (Reinaldo Arias, Cazuza e Ezequiel Neves), entre outras.   Lançou, em 2007, o CD "Paraíso invisível". No repertório, suas canções “Rio de Negra” (c/ Mu Chebabi) e a faixa-título (c/ Jorge Vercilo), entre outras. Nesse mesmo ano, fez show de lançamento do disco na livraria Letras e Expressões (RJ), com a participação especial do saxofonista Leo Gandelman e do parceiro Jorge Vercilo.   Ao longo de sua carreira, compôs jingles e trilhas sonoras para cinema e teatro, além de ter assinado a direção musical de shows e espetáculos teatrais.   É autor do tema de abertura da novela "Malhação" (TV Globo).    Entre seus sucessos como compositor, destacam-se as canções "Noite" (c/ Jorge Salomão), "Transas" (c/ Paulinho Lima), "Por querer (Todas) (c/ Marina e Antonio Cícero) e "Pseudo blues" (c/ Jorge Salomão).    Comemorando  25 anos de carreira, lançou, em 2012, o CD “Piano & Voz”, contendo 12 canções emblemáticas de sua história fonográfica, no formato mencionado no título. Em 2016, a dupla sertaneja João Bosco e Vinícius regravou “Perigo”, no disco “Céu de São Paulo”. A música foi também incluída no DVD homônimo. 

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Assis Valente
3 Nelson Gonçalves
4 Nelson Cavaquinho
5 Caetano Veloso
6 Chico Buarque
7 Dorival Caymmi
8 Tom Jobim
9 Noel Rosa
10 João Gilberto