Busca:

Nicéas Drumont



Dados Artísticos

Compositor de estilo romântico, teve mais de cem composições gravadas por nomes como Sérgio Reis, Célia e Celma, Genival Lacerda, Sula Miranda, Fafá de Belém, Nando Cordel e Ângelo Máximo. Também compôs músicas de forró quase todas lançadas por Genival Lacerda. Seu principal parceiro foi Cecílio Nena com quem fez a maioria de suas músicas. Iniciou a carreira artística no começo da década de 1970. Sua primeira composição gravada foi "Vem cá donzela", parceria com Manoel Nenzinho, que Fernando Barros gravou pela CBS em 1976. Em 1977, teve três músicas gravadas pelo cantor brega-romântico Maurício Reis, no LP "Pedido matrimonial" da Polyfar/Philips: "O desespero", parceria com Gene; "Nossa despedida" e "Mundo de ilusão", com Maurício Reis. No ano seguinte, o cantor Ângelo Máximo gravou, em LP Copacabana, as baladas "Não posso aceitar seu adeus", com Ângelo Máximo, e "O sol quer ver você sorrir", com Cassiano Costa. No mesmo ano, Maurício Reis gravou "Palavras lindas", com Gene. Lançou seu primeiro disco em 1979, o LP "Peregrinação", pela gravadora Continental, interpretando músicas de sua autoria , como: "Sentença"; "Reserva de lágrimas"; "Cavalo de Tróia"; "Menina da pele de ouro"; "Peregrinação"; "Em casa de bamba crioulo é doutor" e "Aluguel (Eu vou morar no mato)", além de "Bisturi", parceria com Clayton e "Crioulo sonhador", com Gene. Nesse ano, seu samba-canção "Estupidez de cupido" foi gravado pelo cantor Noite Ilustrada. Em 1981, a balada "Eu você e a brisa", com Cassiano Costa, foi gravada pelo cantor César Sampaio. Nesse ano, no LP "Orgulho nordestino" o Trio Juazeiro gravou os forrós "Nerizinho enganador" e "No cós da calça", parcerias com Nando Terra e Genival Lacerda. Ainda no mesmo ano, Genival Lacerda, no LP "Me dê o gravador", da gravadora Copacabana lançou os forrós "Repente", "Sonho de um alazão", "Voz ativa", e "Peixe bom", todos de Nilcéas Drumont, em parceria com Nando Terra e Genival Lacerda. Em 1982, mais dois forrós foram lançados pelo Trio Juazeiro, dessa vez, no LP "Pedaço de fulô", pela Copacabana: "Sorte cangaceira" e "Amor coado", com Nando Terra e Genival Lacerda. No mesmo ano, Nando Cordel gravou "Azougue", parceria dos dois no LP "Folha, rama, cheiro e flores" da Laço/Ariola. Também em 1982, gravou seu segundo LP "Eu, você e a cidade" pela W. N. A. Records, interpretando composições suas como "Saudade do Brasil", com Nando Terranova; "Esse dom", com Richard; "Face à paz", com Cléo; "Senzalas"; "Eu você e a cidade"; "Fogueira" e "O gavião vadio", com Cecílio Nena, e ainda. "O trem da baixada" e "The lavrador". Em 1983, "Coisa que ilumina", com Cecílio Nena e Graça Góis, foi gravada por Genival Lacerda, no LP "Presente de nordestino". Contratado pela gravadora Chantecler, lançou LP interpretando composições suas como "Close legal (Closeando)", com Cecílio Nena e Rubenito, "Senzalas", com Cecílio Nena, e "Face a paz", com Felisberto da Silva, entre outras, além de "Eu você e a cidade", com Cecílio Nena, que contou com a participação especial de Cecílio Nena. No mesmo ano, o cantor brega Ovelha gravou a balada "No frio da noite", com Luzion e J. Oliveira. Em 1985, o xote "Caldinho de mocotó", com Cecílio Nena e Genival Lacerda, deu título ao disco lançado por Genival Lacerda na RCA Camden que incluiu ainda o xote "Uma morena cor de canela", com Cecílio Nena e Genival Lacerda. Nesse ano, a toada "Leva eu mainha", com Cecílio Nena, foi gravada por Sergio Reis na RCA., enquanto "Motivação", com Cecílio Nena, foi lançada por Carmen Silva na RGE, e "No Calor do teus abraços", com Cecílio Nena, foi lançada pelas Irmãs Galvão na Chantecler. Em 1986, "Ainda mangou de mim", "Gamei em você" e "Baixinho aperreado", todas com Graça Góis, foram gravadas por Genival Lacerda no LP "Hot dog baiano", da RCA Camden. No mesmo ano, a cantora de forró Clemilda gravou "Namorado enrolador", com Clemilda, enquanto o sambista Luiz Américo registrou "O troco", com Cassiano Costa. Em 1987, Carmen Silva gravou "Sofrendo demais", "Sapequinha" e "Acostumado com você", todas com Cecílio Nena. Ainda nesse ano, a dupla sertaneja Célia e Celma gravou "Alta temperatura", com Cecílio Nena, as Irmãs Galvão lançaram "Fogo de paixão" e "No calor dos teus abraços", com Cecílio Nena, pela Chantecler e Marinês registrou "Lírio lírio colorido", com Cecílio Nena. Também em 1987, Nando Cordel gravou, no LP "Folia brasileira", a composição "Se essa nega fosse minha", com Nando Cordel, em faixa que contou com a participação especial de Martinho da Vila. Em 1988, Ângelo Máximo gravou "A tanajura", com Cecílio Nena, Peninha lançou "Folhas de outono", parceria com ele mesmo, e Sérgio Reis registrou a toada "Novilha", com Cecílio Nena. Em 1989, a dupla Ataide e Alexandre lançou a balada "As avenidas", com Cecílio Nena, Carmen Silva gravou "Que saudade de você", com Cecílio Nena, no LP "Tempero bom", da RGE, e Genival Lacerda registrou "Traz o teu sorriso", com Cecílio Nena, em LP Continental. Em 1990, fez sucesso com o xote "Vou de golzinho", com Graça Góis, gravado por Genival Lacerda no LP "Negócio da China" da gravadora Continental e que incluiu ainda o forró "A ditadura mole", com Graça Góis. Também nesse ano, Carmen Silva gravou pela RGE a balada "Seu lugar é aqui", com Cecílio Nena, enquanto Sula Miranda, pela Chantecler, lançou a balada "Vem ficar comigo", com Cecílio Nena. Em 1991, Almir Rogério gravou o bolero "Eu quero me afogar num copo de cerveja (Copo de cerveja)", parceria com Nilton Moreira, enquanto Donizetti lançou "Na hora do beijo (Motivação)", com Cecílio Nena. Ainda nesse ano, Moacyr Franco gravou o bolero "Não dá pra ser feliz (A dor de uma saudade)", com Arandas Júnior, em registro que contou com a participação especial da dupla Célia e Celma. Nesse ano, a guarânia "Preciso de amor", com Cecílio Nena, fez parte da trilha sonora da novela "A história de Ana Raio e Zé Trovão", da Rede Manchete de Televisão na interpretação da dupla Célia e Celma. Teve ainda o forró "Procurança", com Graça Góis, gravado por Genival Lacerda. Em 1992, o forró "O Rambo do sertão", com Graça Góis, foi gravado por Genival Lacerda. Em 1994, a toada "Coração de sapê", e a balada "Ping pong do amor", com Cecílio Nena, foram gravadas por Fafá de Belém. Em 1995, o bolero "Na hora do beijo", com Cecílio Nena, foi gravado pela dupla Miltinho Rodrigues e Thivagy.

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 Dorival Caymmi
3 Hermeto Pascoal
4 Música Sertaneja
5 Caetano Veloso
6 Luiz Gonzaga
7 Tom Jobim
8 Nelson Gonçalves
9 Daniela Mercury
10 Noel Rosa