Busca:

Ney e Nando



Dados Artísticos

Cantores. Dupla sertaneja. Irmãos, nascidos em Goiânia, iniciaram a carreira artística em meados da década de 1980, fazendo apresentações em sua cidade natal. Contratados pela Chantecler, lançaram em 1988 o primeiro disco, o LP "Coração sentimental" no qual interpretaram composições de autores que, na época, estavam em começo de carreira, mas que, pouco depois, se consagrariam como "Fique um pouco mais", de Fátima Leão e Zezé di Camargo, além de composições de diferentes autores: "Liguei pra dizer que te amo", de J. A. Longo, Aladim e Mont'Alve, "Quando a gente considera", de Barrabás e Zé Poxoréo, "Mil pedaços", de Rhael e Alexandre, "Eu faço de conta", de Rhael e Gilvanny, "Blusa transparente", de Leal e Clenilton, "Coração sentimental", de Manoel Egidio e Produtor, "Voltei pra ficar", de Rhael e Alexandre, "Fora de mim", de Rhael e Marcos Meneghello, "Casa barulhenta", de Vicente Dias, e "Sensações", de Rhael e R. Piemonte. Como música de trabalho foi gravada a balada "Pergunte a ela", de Moacyr Franco. O grande sucesso do disco, entretanto, foi a toada "Em cada coração uma saudade", de Palmir, que impulsionou a carreira da dupla. Em 1991, voltaram aos estúdios para gravar um segundo disco, também pela Chantecler, no qual registraram músicas como "Pede a ela", de Ed Wilson e Carlos Colla, "Tortura de amor", de Waldick Soriano, "Não é assim", de Joel Marques e Alexandre, "Direito de amante", de Nilton Lamas, "Gosto do pranto", de Itamaracá e Sirlon Franco, e "Trem do amor", de Tivas e Nino. Em 1996, lançaram o CD "Eu vou sonhar", com destaque para a música título, uma versão de "I have dream". Nesse disco, foram destaques ainda as músicas " Em cada coração uma saudade", "Essa moça" e "Chora coração". Em 1998, a dupla gravou em São Paulo o CD "Pé de cedro", que contou com a participação especial da dupla Chico Rey e Paraná na música título. Esse disco teve ainda como destaque a música "Pede a ela", sucesso de Tim Maia. Em 2000, lançaram o CD "Sucessos inesquecíveis", no qual homenagearam os maiores compositores da música sertaneja. O disco contou com as participações das duplas Gino e Geno, Alan e Aladin, Mococa e Paraíso, e Durval e Daví na faixa "Mocinhas da cidade", de Nhô Belarmino. Nesse ano, a dupla participou pela primeira vez da Festa de Peão de Boiadeiros de Barretos, a mais tradicional do país, em show que foi gravado ao vivo e lançado em CD no ano seguinte. Gravaram em 2002, pela Atração Fonográfica, o CD "Na sola da bota", música título de Chico Amado e que seria sucesso com a dupla Rionegro e Solimões. No disco interpretram ainda as músicas "Nóis é jeca mais é jóia", de Juraíldes da Cruz, "Te quero só pra mim", de Benny Anderson, com versão de Fátima Leão, "Berimbau, pandeiro e viola", de Chico Amado e Simone Esperança, "Vida boa", de Alexandre, Fátima Leão e Netto, "O gavião da festa", de Chico Amado e Lú Queiroz, "Pra sempre amor", de Altair Menezes e Rafael Dias, e "Qualquer jeito", uma versão de Roberto Carlos e Erasmo Carlos para música de Bob McDill. Em 2003, a dupla lançou o CD "Alegrando o Brasil", no qual cantaram juntamente com o padre José Maria. Nesse disco destacaram-se as faixas "Rainha da luz", de Ana Fernandez e Chico Amado, cantada em dueto como o Padre José Maria, "Alegrando o Brasil", de Ivan Medeiros e Nazildo, faixa gravada ao vivo, "Só tô o pó da rabiola", de Chico Amado, "Castigo de Santo Antônio", de Ivan Medeiros e Nazildo, "Casa dos prazeres", de Alcino Alves e Praense, e "Só amando é que se vive", de Ivan Medeiros e Lucimar. Ainda nesse ano, participaram da coletânea "José Fortuna - 20 anos de saudade" uma homenagem ao compositor José Fortuna, que contou com participações de artistas como Abel e Caim, Craveiro e Cravinho, Mococa, Lourenço e Lourival e outros. Nesse disco interpretaram a música "Crime de amor". Em 2004, a dupla participou da coletânea "Rancho do cavalo véio" que contou as participações da duplas Chico Rey e Paraná, Ataíde e Alexandre, Irmãs Galvão, Gino e Geno e outras. Nesse disco interpretaram a música "Castigo de Santo Antônio". Em 2005, participaram pela quarta vez consecutiva da Festa de Rodeios de Barretos, tomando parte no CD "Barretão 2005-50 anos" com a música "Rancho Velho Oeste". Ainda nesse ano, participaram de mais duas coletênas: "Clube Country Barretos" com a música "Vou pra América", e do CD "Levanta Poeira-50 anos de rodeio", com a música "A costela". Também no mesmo ano, apresentaram-se em diversos shows, entre os quais na Festa de Aniversário da cidade paulista de Campos do Jordão.

Mais visitados
da semana

1 Lupicínio Rodrigues
2 Joaquim Calado
3 Hermeto Pascoal
4 Caetano Veloso
5 Pixinguinha
6 Noel Rosa
7 Tom Jobim
8 Festivais de Música Popular
9 Chico Buarque
10 Dorival Caymmi