Busca:

Miranda (2)

Antonio Miranda Netto
15/7/1921 São Paulo, SP

Dados Artísticos

Em 1940, iniciou a carreira artística ao ingressar na Rádio Difusora de São Paulo, para onde foi levado pelo maestro Poly, para atuar como solista de violão. Teve o apoio de Mauro Pires, Aymoré e Petty para dedicar-se exclusivamente à música. Em 1961, lançou seu primeiro disco, pelo selo Califórnia, interpretando o samba "Garota Paulista" e o "    Chorinho Da Vila", ambos de Nicola Pizelli. No mesmo ano, gravou pela Beverly o LP "Estas são de cowboy - Miranda e Seus Vaqueiros". Em 1962, gravou a tradicional canção natalina "Jingle Bells" e a moda campeira "Coração Alegre", de Teddy Vieira e Marcelo Costa. No mesmo ano, lançou o LP "Salerosa - Miranda e Seu Conjunto" pela Chantecler, interpretando as músicas "Salerosa", de Santana e Enzo Almeida Passos, "Frenesi", de Alberto Dominguez, "Taboo", de Margarita Lecuona, "Para Vigo Me Voy", de Ernesto Lecuona, "Cubanacan", de Moisés Simons, Sauvat e Chamfleury, "Quem É Que Não Sente", de Waldick Soriano, "Em Um Bote de Vela", de Raul Rene Rosado, "Cumaná", de Roc Hillman, Barclay Allen e Harold Spina, "Aquellos Ojos Verdes", de Nilo Menendez e Adolfo Utrera, "Cha Cha Sula", de Caçulinha e César da Fonseca, "El Cumbanchero", de Rafael Hernandez, e "Pa-Ran-Pan-Pan", de Sergio de Karlo. Em 1963, gravou o LP "O máximo no gênero - Miranda e Conjunto”  com as composições "Bonanza", de Ray Evans e Jay Livingston, "Samba é", com Santana, "Dança Cubana", de Ari de Jesus e Domingos Real, "Dança do Boogie Woogie", de Carlos Armando, "Hava Nagila", de Abraham Zevi Idelsohn, "Wadiya", de Earl Gary, Jean Rolle e Van Aleda, "Cassino", de Boudleaux Bryant, "Furugudum", de Paulo Rogério, "Afrikaan Beat", de Bert Kaempfert, "Las Vegas", de L. Johnson, "Barril de Chopp (Beer Barrel Polka)", de Jaromir Vejvoda, Wladimir A. Timm e Lew Brown, e "Baby Sittin' Boogie", de Johnny Parker e Joachim Relin.
Em 1964, gravou com seu conjunto o LP "Shopping in Paris" com as composições "Night Rider", de J. Delvin, "Kata Aí", de Ely Silva e Meneguim Júnior, "Garota Dinamite", de Domingos Real e Ari de Jesus, "Dança do Beijo", de E. Barclay e Michel Legrand, "Sundae", de A. Verlane, "El Relicario", de José Padilla, "Baião de Ana", de Armando Trovajoli, "Shopping In Paris", de André Popp, "Green Room", com Mário Aguinaldo, "Andalucia", de Ernesto Lecuona, "Bikini", com Serafim Costa Almeida, e "    Sukiyaki", de Hachidai Nakamura e Rokusuke Ei. Em 1965, registrou o LP "Miranda sensacional - Miranda e Seu Conjunto" com as composições "Porque Te Alejas", "Te Pido Que Me Guies", "Célia" e "Maria Isabel", todas de Leo Dan, "Los Quatro Muleros", de Garcia Lorca, "Retiens La Nuit", de Charles Aznavour, Georges Garvarentz e A. de Simone, "Le Ciliege", de Elvio Favilla, Mogol, Tony Renis e Alberto Testa, "Et Pourtant", de Charles Aznavour e Georges Garvarentz, "Five Hundred Miles", de Hedy West, "El Patito", de A. Arancibia, "    Llorando Me Dormí", de Bobby Capó, e "It's A Lonely Town", de Doc Pomus e Mort Shuman.
Em 1967, gravou seu último LP pela  Chantecler: "Amanhã tem mais - Miranda e Seu Regional" interpretando "Ponte Aérea", "    Boa Viagem", e "Soluçando", de sua autoria, "Piracicabano", com Pedro L. Bubola, “Acertando o Passo", com Ivan A. Pires, "Clube do Choro", com Braz Baccarin, "Vai Pro Céu", de Ivan A. Pires e Mário Aguinaldo, "    Triste Solidão", de Mário Aguinaldo e Santana, "O Trânsito Parou", de Ivan A. Pires e José Astolfi, "Choro Gozado", de Alberto Calçada, "Cabeludo", de José C. Remondini e José Anacleto, e "Amanhã Tem Mais", de Portinho e Piraci. Em 1968, ingressou na gravadora Continental e lançou com o instrumentista Poly o LP "Noite silenciosa - Poly/Miranda", com músicas natalinas. Em 1969, gravou o LP "Miranda e sua bandinha" com as músicas "O Sanfoneiro Só Tocava Isso", de Haroldo Lobo e Geraldo Medeiros, "Chegou A Hora da Fogueira", de Lamartine Babo, "Pedro, Antônio e João", de Benedito Lacerda e Osvaldo Santiago, "    Feijão Queimado", de Raul Torres e José Rielli, "Capelinha de Melão", tema tradicional adaptado por João de Barro e Alberto Ribeiro, "Sapecando", de Mário Zan e J. M. Alves, "Pula a Fogueira", de Getúlio Marinho  e João Bastos Filho, "Cai Cai Balão", de Assis Valente, "    Festa na Roça", de Mário Zan e Palmeira, "Isto É Lá Com Santo Antônio", de Lamartine Babo, "Pisando No Pé", de Orlando Silveira, e "Sonho de Papel", de Alberto Ribeiro. Em 1993, gravou com seu conjunto o samba enredo "Sua Majestade o Livro", de  Djalma, Almir, Edgar Rosa e José Carlos, da Escola de Samba Primeira do Itaim Paulista, para o LP independente "Sambas de enredo das Escolas de samba do grupo 2 e blocos especiais - Carnaval 1993 - São Paulo. Seu conjunto foi um dos mais populares de São Paulo. Atuou em todas as emissoras de rádio de São Paulo. Chefiou os conjuntos regionais das rádios América e Record. Atuou com seu conjunto em inúmeros bailes e shows.

Mais visitados
da semana

1 Creone e Barrerito
2 Trio Parada Dura
3 Tiee
4 Caetano Veloso
5 Noel Rosa
6 Samara
7 O Trio do Brasil
8 Gilberto e Gilmar
9 Bruno e Marrone
10 Zé Paulo