Busca:

Milton Cunha

Milton Reis Cunha Júnior
1961 Belém do Pará, PA

Dados Artísticos

Em 1994 estreou como carnavalesco no Grêmio Recreativo Escola de Samba Beija-Flor, de Nilópolis, cidade da Baixada Fluminense, região metropolitana do Rio de Janeiro, onde desenvolveu o enredo "Margareth Mee, a Dama das Bromélias" classificando a agremiação em 5º lugar no desfile do Grupo Especial naquele ano.
No ano de 1995, para a mesma escola, criou o enredo "Bidu Sayão e o Canto de Cristal", com o qual a escola classificou-se em 3º lugar do Grupo Especial. No ano posterior, em 1996, com seu enredo "Aurora do povo Brasileiro" a Beija-Flor de Nilópolis ficou em 3º lugar no desfile do Grupo Especial.
Em seu último ano como carnavalesco na Beija-Flor, em 1997, a escola classificou-se em 4º lugar no Grupo Especial desfilando com o enredo "A Beija-Flor é Festa na Sapucaí", também de sua autoria. No ano seguinte, em 1998, a convite da União da Ilha, tradicional escola do bairro Ilha do Governador, criou o enredo "Fatumbi - a Ilha de Todos os Santos", com o qual o Grêmio Recreativo Escola de Samba União da Ilha do Governador classificou-se em 9º lugar no desfile do Grupo Especial na Marquês de Sapucaí.
Em 1999 em seu último ano como carnavalesco para a Escola União da Ilha a agremiação sofreu um incêndio em seu barracão pouco tempo antes do carnaval. Ainda assim, o carnavalesco conseguiu refazer os carros e desfilar, com a agremiação classificando-se em 10º lugar do Grupo Especial com o enredo "Barbosa Lima, 101 anos do sobrinho do Brasil", que muito ajudou a superar as deficiências ocasionadas pelo incêndio. Em seguida atuou na comissão de carnaval do Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Leandro de Itaquera, do bairro de Itaquera, em São Paulo.
Nos anos de 2002 e 2003 atuou como carnavalesco no Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da Tijuca, para a qual criou os enredos "O sol brilha eternamente sobre o mundo de língua portuguesa" e "Agudas, os que levaram a África no coração, e trouxeram para o coração da África, o Brasil", obtendo as seguintes colocações, respectivamente: 10º lugar e 9º lugar no Grupo Especial das Escolas do Rio de Janeiro.
Ingressou no Grêmio Recreativo Escola de Samba São Clemente no ano de 2004, onde permaneceu por mais um carnaval, em 2005. Durante sua estada criou os seguintes enredos "Boi Voador Sobre o Recife: O Cordel da Galhofa Nacional", classificado em 14º lugar no Grupo Especial e em 3º lugar do Grupo de Acesso A com o enredo "Velho é a Vovozinha: A São Clemente Enrrugadinha e Gostosinha".
No ano de 2006 transferiu-se para o Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos do Viradouro, agremiação da cidade de Niterói. Com Mário e Kaká Monteiro integrou a Comissão de Carnaval da escola, que desfilou com o enredo "Arquitetando folias", classificando-se em 3º lugar no desfile do Grupo Especial do carnaval carioca. No ano posterior, em 2007, manteve-se na cidade de Niterói, só que desta vez em uma outra escola, também tradicional da cidade, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos do Porto da Pedra, para a qual desenvolveu o enredo "Preto e Branco a Cores", que classificou a escola em 10º lugar no desfile do Grupo Especial. Neste mesmo ano de 2007 deu início à carreira internacional passando a trabalhar no Brazilian Ball, de Toronto, no Canadá e assumiu como Diretor Artístico da Cidade do Samba, no Rio de Janeiro.
Em 2008 colaborou com a Comissão de Carnaval da São Clemente, na criação do "O Clemente João VI no Rio: A Redescoberta do Brasil", contudo, não atuou como carnavalesco neste ano, passando a atuar como comentarista do "Festival Folclórico de Parintins" pela Rede de TV Band.
No ano de 2009, de volta à Viradouro, criou e desenvolveu o enredo "Vira-Bahia, pura energia", classificando a escola em 8º lugar no desfile daquele ano no Grupo Especial. No ano posterior, em 2010, ainda como carnavalesco da cidade de Niterói, ingressou no Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos do Cubango, para o qual criou e desenvolveu o enredo "Os loucos da praia chamada saudade", classificada em 9º lugar do Grupo de Acesso A. Neste mesmo ano passou a ser o carnavalesco e organizador da primeira escola de samba na Argentina, a Sierras del Carnaval, da cidade de San Luis. Ainda em 2010 concluiu Mestrado em Letras/Semiologia pela UFRJ, com o tema "A Rapsódia Brasileira de Joãozinho Trinta" e no ano seguinte, em 2011, o Doutorado sobre o mesmo tema.
Em 2012 foi o responsável, como nos anos anteriores, da decoração e edição do baile carnavalesco da cidade de Toronto, no Canadá.
Em 2013 concluiu seu Pós-Doutorado sobre os "Signos de Brasilidade em Rosa Magalhães", pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro - Escola de Belas Artes).

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Noel Rosa
3 Eumir Deodato
4 Dorival Caymmi
5 Chico Buarque
6 Geraldo Pereira
7 Lupicínio Rodrigues
8 Pixinguinha
9 Assis Valente
10 Romildo