Busca:

Maurício de Oliveira

Maurício Rodrigues de Oliveira
19/7/1925 Vitória, ES
1/9/2009 Vitória, ES

Dados Artísticos

Em 1952 lançou um compacto simples com as faixas "Ardiloso" e "Esplanada", ambas de sua autoria.
No ano de 1960 lançou, pela gravadora Musiplay, o LP "Mauricio de Oliveira e seu violão" com músicas de sua autoria. Neste memso ano a gravadora lançou outro LP intitulado "Um violão e novas emoções".
Em 1967 gravou o disco "Villa-Lobos e o violão Volume 1" lançado pela gravadora Odeon, no Brasil e também na Europa, EUA e Japão pelo Selo London. Neste mesmo ano saiu o volume dois do LP "Villa-Lobos e o violão", também lançado na Europa, EUA, Brasil e Japão. No ano seguinte, em 1968, lançou o disco "Violão em tempo de valsa".
Em 1970 gravou o LP "Recital brasileiro - Concerto de violão de Villa-Lobos" lançado pela gravadora Odeon. No ano posterior o LP "Maurício de Oliveira interpreta Dilermando Reis" foi lançado pelo Selo UFES, da Universidade Federal do Espírito Santo.
No ano de 1972 lançou o disco "Canção da paz" com o apoio do Departamento Estadual de Cultura do Estado do Espírito Santo.
Em 1973 participou, ao lado de outros violonistas, do LP "Violão pra quem não gosta de violão" lançado pela gravadora CID.
Em 1979 foi inlcuído no LP do "1º Festival Capixaba de Música Erudita", patrocinado pelo Departamento Estadual de Cultura do Estado do Espírito Santo. No ano seguinte, em 1980, pela Fundação Jonice Tristão/Governo do Estado do Espírito Santo, lançou o LP "Maurício de Oliveira interpreta Ernesto Nazareth".
Em 1985 lançou o LP "Maurício de Oliveira erudito e popular".
Suas composições mais conhecidas são "Canção da paz", "Contando estrelas", "Mexe-mexe" e a valsa "Luiza", todas incluídas no LP "Canção da paz", patrocinado pela Codesa (Empresa do Sistema Portobras) e lançado neste mesmo ano de 1985.
Atuou como músico e arranjador em vários discos.
Em 1986 gravou o LP "Maurício de Oliveira, solo de violão e regional".
No ano de 1997 lançou o LP "Violão corpo e alma - Mauricio de Oliveira e Regional". No ano seguinte, no CD "Música capixaba" gravado pela Banda da Polícia Militar do Espírito Santo teve uma de suas composições incluída.
No ano de 1999 participou do CD coletivo "Vitória instrumental".
No ano 2000 foi convidado por Elias Belmiro a participar do disco "Influências", lançado pela gravadora Kuarup Discos. Neste CD atuou ao lado de Elias Belmiro nas faixas "Se ela perguntar" e "Magoado", ambas de autoria de Dilermando Reis. Ainda neste disco Elias Belmiro prestou-lhe reverência compondo "Mauriciando".
Em 2001lançou o CD "Encontro - Mauricio de Oliveira e Ernesto Nazareth".
Em 2002, pela gravadora Indie Records, o grupo Manimal lançou o CD "Espírito congo", no qual o violonista fez uma participação especial com voz e violão na faixa "Vinheta". Neste mesmo ano lançou em parceria com o violinista Hariton Nathanailidis o CD "Luiza", somente com composições de sua autoria. No ano seguinte, em 2003, lançou o CD "Maurício de Oliveira 70 anos de violão" gravado no Scalla Studio. Neste mesmo ano gravou "Maurício de Oliveira 70 anos de violão - Ao vivo no Teatro Carlos Gomes" lançado em DVD.
Em 2006 recebeu o prêmio "Taru", entregue pelo violonista Turíbio Santos, em cerimônia realizada no Teatro Carlos Gomes, na capital do Espírito Santo. Na ocasião vários artistas locais interpretaram sua obra, também interpretada pela Orquestra Filarmônica do Espírito Santo e Turíbio Santos, que executou uma música que compôs em homenagem a Maurício de Oliveira intitulada " Seu Maurício".

Mais visitados
da semana

1 Creone e Barrerito
2 Trio Nagô
3 Evaldo Gouveia
4 Tiee
5 Mayck e Lyan
6 Trio Parada Dura
7 Aldir Blanc
8 Hermeto Pascoal
9 Noel Rosa
10 Luiz Gonzaga