Busca:

Mário Jardim

Mário Jardim
[Circa 1925] Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Foi parceiro de Ibrahim Sued com quem assinou algumas músicas. Em 1956, o samba-canção "Amor não é brinquedo", com Ibrahim Sued, foi gravado por Cauby Peixoto na Columbia no LP "O show vai começar". No mesmo ano, o samba "Decepção", com Ibrahim Sued, foi lançado na Sinter pela cantora Neusa Maria, enquanto Luiz Bandeira registrou, também pela Sinter, o samba "Amor em Paris", com Ibrahim Sued. Ainda em 1956, o samba-canção "Se um dia", com Ibrahim Sued, foi gravado por Ester de Abreu na RCA Victor. Em 1957, a marcha "Maria Shangay", parceria com Ibrahim Sued e Alcir Pires Vermelho, foi gravada na Polydor por Agostinho dos Santos. No mesmo ano, o samba-canção "Ciúmes", com Ibrahim Sued, foi gravado por Luci Rosana, e o samba-canção "Solidão", também com Ibrahim Sued, foi lançado por Ester de Abreu, os dois na RCA Victor. Em 1958, Cauby Peixoto gravou o samba-canção "Você e eu", com Ibrahim Sued, no LP "Música e romance", da RCA Victor. Em 1959, o bolero "Meu romance", com Raul Jardim, foi gravado na RCA Victor por Vicente Celestino. Quase todas as suas composições foram feitas em parceria com Ibrahim Sued, que como era costume na época, as divulgava através dos meios de comunicação, e gravadas por nomes como Cauby Peixoto, Bill Farr, Ester de Abreu, Vicente Celestino, e Neusa Maria.

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Tom Jobim
3 Nelson Cavaquinho
4 Assis Valente
5 Hermeto Pascoal
6 João Gilberto
7 Chico Buarque
8 Música Sertaneja
9 Ary Barroso
10 Lúcio Barbosa