Busca:

Mário Álvares

Mário Álvares Conceição
1861 Rio de Janeiro, RJ
1905 Rio de Janeiro, RJ

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Deu aulas de cavaquinho para o futuro maestro Pixinguinha. Em 1927, o cantor Patrício Teixeira gravou o maxixe "Na aldeia", com música de Mário Álvares e letra de Catulo da Paixão Cearense, pela Odeon. Em 1950, Jacob do Bandolim gravou na RCA Victor o choro "Teu beijo". Fez mais de quatro dezenas de composições, entre as quais a valsa "Eulália", com versos de Catulo da Paixão Cearense, a valsa "Entre asas", com letra de Hermes Fontes, o choro "Quando o amor chora", o schottich "Soledade", com letra de Heitor Catumbi, e, também conhecida como "N'Aldeia" e o choro "Quando o amor chora". Segundo o pesquisador Nirez suas composições inéditas, perderam-se ao ir parar em uma venda, sendo utilizadas como papel de embrulho. Quando recebeu os versos de Catulo da Paixão Cearense, a valsa "Eulália" passou a chamar-se "Alva e morena". Outras de suas composições trocaram de nome, como foi o caso do choro "Segura a mão", que passou a chamar-se "Roceira", e o schottich "Hilda", que, a partir da letra de Gutemberg Cruz, passou a chamar-se "O teu beijo". Compôs valsas, schottichs e choros. Em 1981, sua valsa "Paixão encoberta", foi gravada no álbum triplo "Chorando Callado" lançado pela FENAB em homenage, ao instrumentista Joaquim Callado, sendo interpretada por um grupo formado po Odette Ernest Dias, na flauta; Jonas, no cavaquinho; Alencar, no violão de sete cordas, e Jaime e Valério, nos violões de seis cordas.

Mais visitados
da semana

1 Renato Barros
2 Jorge Portugal
3 Leo Canhoto e Robertinho
4 Mayck e Lyan
5 Renato e Seus Blue Caps
6 Noel Rosa
7 Tiee
8 Elizeth Cardoso
9 Festivais de Música Popular
10 Sivuca