Busca:

Marino Cafundó


Osasco, SP

Dados Artísticos

Em 1967, reuniu oito duplas de violeiros para tocar na cidade de Angatuba, em São Paulo, numa festa de bodas de ouro. Em 1969, levou o grupo para apresentar-se na Igreja Santo Antônio, em Osasco, São Paulo. Estava criada a primeira missa de violeiros do Brasil. A pequena orquesta de violeiros foi crescendo e apresentando-se em diversas cidades, do interior de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Apresentou-se com 146 violeiros na inauguração do Salão dos Romeiros, em Aparecida do Norte. Em 1971, Marino criou a Casa do Violeiro do Brasil e profissionalizou os músicos. No início dos anos 1990, a Orquestra de Violeiros passou a ter 150 integrantes, entre homens, mulheres e crianças. Já visitou mais de 50 cidades e gravou nove discos. Em 1979, contando com 58 violeiros, apresentou-se no Teatro Municipal de São Paulo, acompanhando Tonico e Tinoco e interpretando, entre outras composições, "Luar do sertão", de Catulo da Paixão Cearense e João Pernambuco, e que foi aplaudida de pé. Apresentou-se em programas de TV, como o Fantástico, na TV Globo. A Orquestra não se apresenta apenas com violas, mas dependendo do ritmo interpretado, congadas, folias, etc, usa outros instrumentos, como zabumba, o pandeiro, o triângulo e a sanfona. Em princípios dos anos de 1990, apresentavam na Rádio Difusora Oeste, em Osasco, o programa "Capital da viola".

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Assis Valente
3 Dorival Caymmi
4 Nelson Gonçalves
5 Caetano Veloso
6 Nelson Cavaquinho
7 Elza Soares
8 Tom Jobim
9 Chico Buarque
10 Noel Rosa