Busca:

Marcus Ferrer

Marcus de Araújo Ferrer
15/10/1963 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Em 1987, fundou, juntamente com Afonso Machado, Rodrigo Lessa, Alexandre De La Pena, Marcílio Lopes, Henrique Cazes, Jayme Vignoli, Marcelo Fortuna, Bartolomeu Wiese, Paulo André Tavares, Luiz Flávio Alcofra, Josimar Gomes Carneiro, Omar Cavalheiro, Beto Cazes e Oscar Bolão, a Orquestra de Cordas Brasileira, com a qual lançou, em 1990, disco homônimo, que incluiu no repertório sua composição “Garoa”. O grupo foi contemplado, no ano seguinte, com o Prêmio Sharp, nas categorias Melhor Grupo de Música Instrumental e Melhor Disco de Música Instrumental, e, em 1992, com mais um prêmio Sharp, na categoria Melhor Disco de Música Instrumental, por uma gravação com Chiquinho do Acordeom e Raphael Rabello.

Desde 1991, vem participando, como compositor, da Bienal de Música Brasileira Contemporânea. Suas obras já foram executadas também nos Estados Unidos, na Dinamarca e na França.

Em 1994, sua composição “De'Amogaguarin” foi gravada pelo grupo Água de Moringa em CD lançado nesse ano.

Em 1999, gravou, com a Camerata Brasil, o CD “Bach em Brasil” (EMI). O grupo fez concertos em Londres e excursionou por Portugal, onde o disco foi considerado um dos melhores lançamentos do ano no gênero.

Em 2001, lançou o CD “Marcus Ferrer – Solo”, contendo suas composições “Raga”, “6/8”, “Baião em ré”, “Dois violões”, “Agulhas negras”, “Horizonte”, “Canto”, “Choro”, “Mini-suíte” e “Pau-brasil”.

Ao longo de sua carreira, atuou com vários artistas, como Ney Matogrosso, Gal Costa, Zeca Pagodinho e Martinho da Vila, entre outros.

Em 2004, participou, com o grupo Música Antiga da UFF, da gravação do CD “Medievo-Nordeste, cantigas e romances”.

Lançou, em 2009, o CD “Viola em Concerto”, contendo composições de Edino Krieger (“Ponteando”), Frederico Richter (“Cantos Expressivos”), Roberto Velasco (“Viola Volpi”), Roberto Victorio (“Prelúdio X”), Marcos Branda Lacerda (“Memória do nada”), Marisa Rezende (“Psssssiu!”) e Jorge Antunes (“Casa de Ferrer, viola de pau”), todas feitas especialmente para o disco. Nesse mesmo ano, fez show de lançamento do CD no Auditório Guimar Novaes (RJ), incluindo ainda no repertório “Prelúdio V” (Guerra-Peixe), “Estudo V” (Radamés Gnattali) e “Prelúdio II” (Villa-Lobos).

Mais visitados
da semana

1 Acyr Marques
2 Geraldo Pereira
3 Dorival Caymmi
4 Caetano Veloso
5 Pixinguinha
6 MC Sapão
7 Nelson Cavaquinho
8 Hermeto Pascoal
9 Francisco Mignone
10 Tom Jobim