Busca:

Marcinho Moreira

Marcio de Andrade Cunha
15/9/1983 São José dos Campos, SP

Dados Artísticos

Fundou o grupo Garôa Paulista, que se apresentava às quartas-feiras no antigo “O Botequim”, em São José dos Campos. Nessa mesma época passou a integrar o clube do choro “Pixinguinha”, regido pelo Maestro Cunha, onde teve suas grandes experiências com o chorinho, chegando a compor alguns choros, dentre os quais “Canja de galo” “Corridinho”, “Ninho de cobras” e “Anjo mulata”. Também participou de dois grandes festivais de choro, um em São José dos Campos e outro na cidade histórica de São Luíz do Paraitinga. Integrou o grupo Nossa Raiz que acompanhava a cantora Glauce em seus shows. Esteve à frente do projeto “Clube do Samba Paulista do Vale do Paraíba”, desenvolvendo diversas atividades culturais e sociais em torno do samba, juntamente com a escola de samba “Mocidade Auê”, pela qual foi convidado a fundar a primeira “Ala de Compositores” de São José dos Campos.   No ano de 2010 recebeu um convite para participar do lançamento oficial do CD do sambista Tiãozinho da Mocidade, na quadra da Mocidade Independente de Padre Miguel, no Rio de Janeiro, onde se apresentou ao lado de Wilson Moreira, Zé Luíz do Império, Velhas Guardas da Mocidade e de Vila Isabel, Alex Ribeiro, Noca da Portela, Aluízio Machado, entre outros. No final desse ano gravou o CD demonstrativo “Batuque dos Crioulos”, que registrou oito sambas de sua autoria com alguns de seus parceiros, cuja faixa título ficou entre as músicas mais pedidas na rádio “SambaSP”, em rádios do Rio de Janeiro e na rádio portuguesa Popular FM. Com esse disco chegou à colocação de sambista mais acessado no site “Palco Mp3” do provedor Terra, no início de 2011.  Em 2011 iniciou as gravações do seu segundo CD “Inteligência Moral”, que contou com as faixas “Madeira compensada” (c/ Jota Erre) “Tampa e panela”, “Na calada do luar”, (Rafael Massoto, Inácio Rios e Aluízio Machado), “Santo remédio” (c/ Dhonny Cunha e Jota Erre), “Bipolaridade”, entre outras. O disco, cuja produção dividiu com Armando Araújo, o “Pimpolho”, contou com a participação de músicos como o percussionista Kabé Pinheiro e o violonista Vinícius Ramos. Nesse mesmo ano realizou um show de pré-lançamento do disco no SESC de São José dos Campos.  Em 2012 participou da “Exposamba”, o que lhe proporcionou ser regido pelo maestro Ivan Paulo, onde foi indicado como compositor revelação, chegando entre os 10 finalistas com o samba “Por ela” (Marcinho Moreira e Jota Erre), em meio a 1.000 compositores inscritos. Em 2013 participou do mesmo festival, com o samba “Corrente de azar”, ficando em 5º lugar, o que rendeu-lhe a participação no DVD da mostra, gravado no SESC Pompeia, em São Paulo. Participou da comunidade do Samba da Vela de Santo Amaro, em São Paulo. Foi responsável por parte dos arranjos musicais do espetáculo de dança “Ímpar”, da companhia Feeling, apresentado no Teatro Municipal de São José dos Campos e lançado em DVD. Em 2015 compôs um samba para o bloco Mulheres de Zeca. Foi um dos intérpretes escolhidos pela Fábrica do Samba para atuar no espetáculo em homenagem ao centenário de Grande Otelo e Jair Amorim, com direção musical do maestro Caixote e Luiz Carlos de Paula, realizado no SESC-SP. Comandou uma roda de samba mensal em são José dos Campos (SP), recebendo vários convidados. Ainda em 2015 lançou o CD “Coletânea” com músicas autorais de maior destaque, como “Nos braços da desilusão” (c/ Sombrinha e Ederson dos Santos), gravada por Sombrinha e “Além dos limites” (c/ Marcinho Moreira, Jorge Sargento e Sandro Simões), gravada por Marquinho Sathan. Tem parcerias com Sombrinha, Chiquinho dos Santos, Adilson Bispo, Luis Carlos do Cavaco, Jorge Sargento, Chapinha, Toinho Melodia, entre outros.

Mais visitados
da semana

1 Música Sertaneja
2 Dorival Caymmi
3 Caetano Veloso
4 Tom Jobim
5 Noel Rosa
6 Assis Valente
7 Lupicínio Rodrigues
8 Hermeto Pascoal
9 Chico Buarque
10 Daniela Mercury