Busca:

Marcelo Menezes

Marcelo de Menezes Silva Lopes
30/6/1966 Rio de Janeiro, RJ

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

No ano de 1991, como violonista (seis e sete cordas) e compositor, passou a fazer parte do grupo carioca de samba e choro Dobrando a Esquina, também integrado por Luciane Menezes (cavaquinho e voz), Lenildo Gomes (bandolim) e Paulinho Dias (percussão). Fazendo parte do grupo acompanhou sambistas como Walter Alfaiate, Cristina Buarque, Noca da Portela, Dorina e a atriz-cantora Maria Ceiça, entre muitos outros. Participou de diversas rodas de choro no Rio de Janeiro, tais como o Bar Emporium 100 e Bar Bip-Bip em Copacabana, além de rodas de samba por outros bares e redutos musicais como a Toca do Vinicius, em Ipanema. No ano de 2003, com o apoio da Embratel, o grupo lançou o primeiro CD intitulado "Dobrando a esquina", no qual foram incluídas as suas composições "Valsinha Azul" (c/ Délcio Carvalho,) "De maio" e "Canto para o mar" (c/ Délcio Carvalho). No ano seguinte, integrando o grupo Dobrando a Esquina, apresentou-se com Zé Luiz do Império no Casarão do Cunha, em Paraty, no Rio de Janeiro e ainda, acompanhando a cantora Luiza Dionízio, no Centro Cultural Carioca da Gema, recebendo como convidado o cantor e compositor baterista Wilson das Neves. No ano seguinte, em 2005, o cantor Lucio Sanfilippo gravou "Bolero de Copacabana" (c/ Marceu Vieira) no CD "Canção de amor ao Léo". No ano de 2007 transferiu-se para a cidade de Guarulhos, em São Paulo. Neste mesmo ano Délcio Carvalho gravou "Vou", parceria de ambos no CD "Roda de samba". Em 2010, no disco "Flor do velho engenho", de Lucio Sanfilippo, foram gravadas "Divisor de águas" (c/ Sergio Fonseca), "Minha alegria" (c/ Délcio Carvalho e Pretinho da Serrinha) e "Reverso" (c/ Ivor Lancellotti). Neste mesmo ano Pedro Miranda interpretou em seu disco a composição "Cumplicidade" (c/ Tereza Cristina). No ano de 2017, no Auditório Radamés Gnattali, da Casa do Choro, no Centro do Rio de Janeiro, lançou o CD "Festejo - Marcelo Menezes por Água de Moringa", grupo integrado por Rui Alvim (clarinete e clarone), Marcílio Lopes (bandolim), Jayme Vignoli (cavaquinho), Luiz Flávio Alcofra (violão), Josimar Gomes Carneiro (violão de sete cordas) e André Boxexa (percusssão e bateria). No disco, somente com composições de sua autoria, no qual atuou como violonista e também no show, foram interpretadas as instrumentais "Domingão na Venda Velha", "Flor da serra", "São Bernardes", "Ardente", "8 de maio", "Em dias de jardim", "Tania", "Jacaré no seco anda", "Villar dos Telles", "Durante o frevo", "Edu sobe de bonde" e "Vamos pegar os salgadinhos da festa". Neste mesmo ano, de 2017, com Afonso Machado (bandolim), Alceu Maia (cavaquinho), Celsinho Silva (percussão), Dirceu Leite (sopros), Jorge Simas (violão 7 cordas), Marco César (bandola), Marquinho China (voz) e Tiago Machado (violão 6 cordas), integrou como violonista o grupo Os Outros Batutas apresentando-se no Teatro Municipal de Niterói. No ano de 2019 lançou o CD "Guardião - Marcelo Menezes & Paulo César Pinheiro", somente com parcerias da dupla, interpretando as composições "Rio-Salvador"; "Bala de festim"; "Xeque mate"; "Amor refeito", com a participação especial de Cristina Buarque; "Eu sou do mar"; "Mareação"; "Gota acesa" e "Fora de lugar", ambas com a participação especial do violonista Hélio Delmiro; "Cintura bamba"; "Vida, mundo e tempo" e "Sem nenhum tormento", as duas com a participação especial do pianista Cristovão Bastos; "Por onde eu vim", com participação especial da cavaquinista Luciana Rabello, e ainda, "Eu sou de lá", com a participação especial do parceiro Paulo César Pinheiro, além da faixa-título "Guardião". Fez shows de lançamentos do disco em São e no Rio de Janeiro, tais como no SESC Teresópolis, acompanhado por Thiago da Serrinha e Paulino Dias (percussões); Espaço AUH (na cidade de Lumiar, Região Serrana do Rio de Janeiro); Armazém Andar de Cima e Espaço Ana Bacana, com participações especiais de Jansen Queiroz, Sérgio Prata e do grupo Moderna Boemia. Entre seus parceiros de composições gravadas e inéditas constam Roque Ferreira, Sergio Natureza, Délcio Carvalho, Ivor Lancellotti, Sergio Fonseca, Marceu Vieira, Teresa Cristina, Roberto Didio, Mário Lago Filho, Lefê Almeida, Ivor Lancellotti, Ana de Holanda, Gisa Nogueira e Pretinho da Serrinha, além de Paulo César Pinheiro como parceiro mais constante.

Mais visitados
da semana

1 Vinicius de Moraes
2 Durval e Davi
3 Tiee
4 Festivais de Música Popular
5 Creone e Barrerito
6 Martha Rocha
7 Luiz Gonzaga
8 Mayck e Lyan
9 Noel Rosa
10 Gilberto Monteiro