Busca:

Marcelo Bonfá

Marcelo Augusto Bonfá
30/1/1965 Itapira, SP

Dados Artísticos

No início dos anos 1980, fundou com André Muller, que depois integraria o conjunto Plebe Rude, a banda Metralhaz, de curta duração. Depois, atuou na banda Blitx 64, também de curta duração. Posteriormente tocou no grupo Dado e o Reino Animal dirigido pelo amigo Dado Villa-Lobos. Em 1983, foi convidado pelo cantor e compositor Renato Russo para integrar, juntamente com o guitarrista Eduardo Paraná e o tecladista Paulo Paulista, o grupo Legião Urbana. Logo depois Paulo Paulista e Eduardo Paraná deixaram o grupo. Com a entrada de Ico Ouro Preto, formaram um trio que logo sofreu nova alteração com a saída de Ico Ouro Preto e a entrada de Dado Villa-Lobos. Ainda em 1983, começaram a se apresentar em festivais fora de Brasília. No Rio de Janeiro alcançaram projeção com suas apresentações no Circo Voador, com inúmeras músicas do tempo do Aborto Elétrico e que se tornariam posteriormente hits do Legião Urbana, como "Que país é este", "Geração Coca-Cola" e "Química". Em 1984, foi lançado pela EMI-Odeon o primeiro LP da Legião Urbana, que trazia entre outras composições, 8 de sua autoria: "Será", com Dado Villa-Lobos e Renato Russso, um dos grandes sucessos do grupo, "Ainda é cedo", com Ico Ouro Preto, Dado Villa-Lobos, e Renato Russo, "A dança", "Baader-Meinhof Blues", "Teorema" e "Perdidos no Espaço", com Dado Villa-Lobos e Renato Russo, e  "O Reggae" e "Soldados", com Renato Russo. Em 1986, foi lançado o segundo LP da banda, "Dois", o de maior vendagem do grupo e no qual aparece como co autor em duas composições: "Plantas Embaixo do Aquário" e "Andrea Doria", ambas com Renato Russo e Dado Villa-Lobos. Em 1987, a Legião Urbana lançou seu terceiro álbum "Que país é este", que consolidaria de vez o nome da banda no cenário do rock nacional, e do qual participou de duas composições: "Angra dos Reis", com Renato Russo e Renato Rocha, e "Mais do Mesmo", com Dado Villa-Lobos, Renato Russo e Renato Rocha. Em 1989, a Legião Urbana lançou o LP "As quatro estações", em cuja gravação ele e os outros dois componentes remanescentes da banda se revezaram no contra baixo, já que Renato Rocha havia deixado o grupo. O disco trazia letras com temas sociais e temas polêmicos como AIDS e homossexualismo. Fizeram sucesso as composições "Há tempos", "Pais e filhos" e "Quando o Sol bater na janela do seu quarto", todas de sua parceria com Renato Russo e Dado Villa-Lobos. Também foi parceiro das composições "A Fonte", "Do Espírito", "Perfeição", "Giz" e "La Nuova Gioventú", também com Renato Russo e Dado Villa-Lobos, e "O Descobrimento Do Brasil", com Renato Russo. Em 1991, foi lançado o LP "Cinco", que trazia letras mais pessimistas, além de abordar questões como as drogas e a crise do país. Nesse disco foi co-autor, com Renato Russo e Dado Villa-Lobos, de nove das dez composições: "Love Song", "Metal Contra As Nuvens", "A Ordem dos Templários", "A Montanha Mágica", "O Teatro dos Vampiros", "Sereníssima", "Vento No Litoral", "O Mundo Anda Tão Complicado" e "L'âge D'or". Em 1992, a banda gravou um disco acústico na MTV. No mesmo ano foi lançado o disco "Música para acampamento", coletânea com parte do material gravado ao vivo pela banda, mas que incluiu ainda a inédita "Maurício", parceria sua com Renato Russo e Dado Villa-Lobos. Em 1993, foi lançado o disco "O descobrimento do Brasil", que teve como destaque "Giz" e "Perfeição", parcerias com Renato Russo e Dado Villa-Lobos, além de "A Fonte", Do Espírito" e "Perfeição", com Renato Russo e  Dado Villa-Lobos. Em 1996, foi lançado o último disco da Legião, o CD "A tempestade", que apresenta um clima depressivo e cujo destaque foi "Dezesseis", parceria sua com Dado Villa-Lobos e Renato Russo, e que incluiu ainda mais onze parcerias suas com Renato Russo e Dado Villa-Lobos: "Natália", "L'avventura", "Música De Trabalho", "A Via Láctea", "Música Ambiente", "Aloha", "Mil Pedaços", "Leila", "Esperando Por Mim", "Quando Você Voltar" e "O Livro Dos Dias", além de "Longe Do Meu Lado", com Renato Russo. No mesmo ano, o cantor Renato Russo faleceu devido a complicações decorrente da AIDS. Em seguida, os remanescente da banda, ele e Dado Villa-Lobos, anunciaram a dissolução do conjunto que marcou a história do rock no Brasil. Em 2000, lançou, pela gravadora Trama, seu primeiro CD solo "O Barco Além do Sol" que incluiu as músicas "Depois Da Chuva", "Todos Os Sonhos Do Mundo", "O Veleiro De Cristal", "Anjos Traídos", "A Dama Do Lago", "Vera Cruz" e "Um Dia Para Nós Dois", todas com Gian Fabra, "De Um Jeito Ou de Outro", com Fernanda Takai, "Aurora No Subúrbio", com Fausto Fawcett, e "Ouro Em Pó", com John Ulhoa e Fernanda Takai. Em 2004, lançou o CD e DVD "Bonfá + VideosTracks", pela EMI Music, com as composições "Intolerância", "Ao Menos Você Sabe", "A Lua Nos Olhos", "Pleno Ar", "Caminho Do Meio", "Sem O Teu Amor", "Livro Do Coração", "Balada # 9", "Primavera", e "Canção Da Despedida", todas com Gian Fabra. Em 2007, lançou, em formato digital, o CD "Mobile". Em 2012, juntamente com Dado Villa-Lobos, remanescente da banda Legião Urbana, se uniu ao ator Wagner Moura para a realização de dois shows em São Paulo para a série "MTV ao Vivo". Os shows, ocorridos no Espaço das Américas foram uma celebração dos 30 anos de surgimento da banda, e uma homenagem ao falecido cantor e compositor Renato Russo.No mesmo ano, juntamente com Dado Villa-Lobos, participou da gravação da música "Tempo Perdido", de Renato Russo, para o CD "Multishow ao Vivo - Folia & Caos", pela Sony Music, com a banda Jota Quest. Formou a banda "Bonfá e os Corações Perfeitos", na qual seu filho João Pedro toca guitarra. Em carreira solo já vendeu mais cem mil cópias de seus três álbuns. Em 2016, juntamente com o guitarrista Dado Villa-Lobos e os músicos convidados André Frareschi, cantor; Lucas Vasconcellos, guitarrista do grupo Letuce; Mauro Berman, baixista do grupo Cabeza de Panda, e Roberto Pollo, tecladista do Cirque du Soleil, participou da excursão "Legião Urbana XXX anos", comemorativa ao lançamento do primeiro LP da banda Legião Urbana em 1985. Foram realizados mais de 18 show em cidades como rio de Janeiro, São Paulo, Santos, Franca, Campinas, Porto Alegre e Florianópolis. Em 2018, um ano e meio depois de realizar a turnê "Legião Urbana XXX anos", na qual juntamente com Dado Villa-Lobos, também integrante original da banda Legião Urbana, e mais André Frateschi nos vocais e os músicos Lucas Vasconcelos, Mauro Berman e Roberto Pollo, realizou mais de cem shows com uma platéia total de cerca de 500 mil pessoas. Em seguida juntou-se aos mesmos músicos para a realização de nova turnê, desta vez dedicada aos discos "Dois", de 1986, e "Que país é este", de 1987, iniciada com show em Miami, nos Estados Unidos. E na sequência contou com shows em Santos, São Paulo, Salvador, Belo Horizonte, Vila Velha e Rio de Janeiro.

Mais visitados
da semana

1 Isolda
2 Luiz Gonzaga
3 Noel Rosa
4 Eumir Deodato
5 Dorival Caymmi
6 Geraldo Pereira
7 Chico Buarque
8 Lupicínio Rodrigues
9 Pixinguinha
10 Música Sertaneja