Busca:

Marcello Lessa

Marcelo Lessa
26/2/1958 Rio de Janeiro, RJ

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Em 1984, gravou um compacto simples, interpretando canções compostas em parceria com Paulo Emílio: "Azulão" e "São Sebastião". O disco, que contou com a participação de Antonio Adolfo, Wilson das Neves, Zeca Assumpção, Nivaldo Ornellas, Chiquinho do Acordeom, Henrique Drach e Jorginho do Pandeiro, tem arranjos de Francisco Mário (irmão de Henfil e Betinho) e foi indicado para o Troféu Chiquinha Gonzaga, da Associação dos Produtores Independentes de Discos.

No ano seguinte, compôs com Paulo Emílio o samba-enredo (nota 10) "Tem que tirar da cabeça, o que não se pode tirar do bolso", uma homenagem ao mestre Fernando Pamplona, com o qual a Escola Acadêmicos do Salgueiro viria a desfilar em 1986.

Também com o parceiro, compôs o tema de abertura do programa "Nossa gente", da TV Globo de São Paulo, e juntos seguiram em turnê por várias cidades do interior do estado.

De volta ao Rio de Janeiro, apresentou-se ao lado de artistas como João Bosco, Ruy Maurity, Nana Caymmi, Moacyr Luz, Aldir Blanc, Maurício Tapajós, José Renato, Cláudio Nucci, Sueli Costa, Paulo César Pinheiro, Maurício Carrilho e Ithamara Koorax.

Participou do projeto "Nomes", no Teatro João Caetano (RJ), num show em homenagem aos irmãos Francisco Mário, Henfil e Betinho, apresentando-se ao lado de artistas como Beth Carvalho, Djavan, Chico Buarque, Martinho da Vila e Paulinho da Viola.

Em 1994, produziu e escreveu arranjos, junto com Roberto Menescal, para o CD do compositor José Messias, que contou também com a participação de Erasmo Carlos, Cláudia Telles, Ademilde Fonseca, Bebeto, Quarteto em Cy, Zezé Gonzaga, Áurea Martins, Célia Vaz, Pery Ribeiro, Sílvio César, Wilson das Neves, Jorge Simas e do próprio Roberto Menescal. Nesse disco, interpretou as canções "Linda criança", "Olha o povo levantando", com Pery Ribeiro, Cláudia Telles e Giselle Martine, e "Cabelos grisalhos", com Moreira da Silva. Ainda nesse ano, fundou o grupo Conversa de Cordas, do qual é violonista e arranjador. Com o grupo, apresentou-se em palcos de todo o país e gravou os CDs "Biscuit" (1995) e "Vou vivendo de folia" (1996). Compôs, ainda, trilhas sonoras das peças infantis "Romão e Julinha" e "O circo mágico de Provolone, Goiabada e guaraná", ambas indicadas para o Prêmio Coca-Cola de Teatro Infantil.

Em 1997, foi responsável pelos arranjos e direção musical do programa "A grande chance", uma recriação de José Messias no Teatro Rival.

Nos dois anos seguintes, atuou como músico e arranjador ao lado de Simone Guimarães, Cláudia Telles, Clarisse, Giselle Martine; e como arranjador e produtor musical do CD de Andréa Montezuma. Participou, ainda, do CD da Velha-Guarda da Mangueira, na faixa "Cachaça, árvore e bandeira", uma homenagem de Moacyr Luz e Aldir Blanc a Carlos Cachaça.

A partir de 1997, passou a se apresentar semanalmente no Vinicius Piano Bar (RJ), interpretando clássicos da bossa nova.

Em 1999, lançou o CD "Vento bandoleiro", interpretando canções de sua autoria e de outros compositores. O disco contou com a participação de Wilson das Neves (bateria), Zé Luiz Maia (baixo), Márcio Mallard (cello), Itamar Assiere (teclados), Josimar Monteiro (violão de sete cordas), Lulu Pereira (trombone), Chiquinho Chagas (sanfona), Dirceu Leite (flauta), Marcílio Lopes (bandolim), Queca Vieira (violino), Paulo Heleno (cavaco) e Don Chacal (percussão).

Em 2000, dividiu o palco do Vinicius Piano Bar (RJ) com Paulinho Tapajós. Os dois compositores apresentaram no show, além de músicas próprias, algumas canções de Maurício Tapajós e Paulo Emílio.

Nos anos seguintes, atuou com vários artistas, como Claudia Telles, Maria Creuza e Billy Blanco, entre outros.

Em 2004, lançou, em parceria com Paulinho Tapajós, o CD "Viola violão", contendo no repertório suas composições inéditas "Mangueira é música", "Vou vivendo de folia", "Chorinho pro meu violão", "Tem coco no guerenguê", "Bonequinha sapeca" e "Rádio Nacional", todas com Paulinho Tapajós, "Troca de mal" (c/ /Paulo Emílio e Paulinho Tapajós), "A vaca foi pro brejo" (c/ Queca Vieira e Paulinho Tapajós), além de "Viola violão" e "Chuvarada", ambas de Claudio Nucci e Paulinho Tapajós, "Menininha do portão" (Nonato Buzar e Paulinho Tapajós), "Andança"(Edmundo Souto, Danilo Caymmi e Paulinho Tapajós), "Aguapé" (Edmundo Souto e Paulinho Tapajós) e "Cabelo de milho" (Sivuca e Paulinho Tapajós). O disco contou com a participação de Claudio Nucci (nas faixas "Viola violão", "Vou vivendo de folia" e "Chuvarada") e Simone Guimarães (na faixa "Vou vivendo de folia"), além de Lucinha Lins, que interpretou, acompanhada pelo pianista Haroldo Goldfarb, a canção "Rádio Nacional".

Novamente ao lado de Paulinho Tapajós, lançou, em 2006, o CD "Par ou ímpar", contendo as seguintes parcerias de ambos: "Pagode caipira" e "O camponês", ambas com a participação de Eudes Fraga, "Baixo Leblon" (com a participação de Wanda Sá), "Veludo azul" (com a participação de Luís Melodia), "Brasileiro", "Só xote", "Reisado", "Buena Vista" e a faixa título. Também no repertório, regravações de sucessos de sua lavra com outros parceiros: "Coisas do coração" (c/ Mú Carvalho), registrando solos de Lozinha, Gerli e Aline Anandi, "Cantiga por Luciana" (c/ Edmundo Souto), esta com atuação solo de Claudia Telles, "Irmãos coragem" (c/ Nonato Buzar), "No tempo dos quintais" (c/ Sivuca), "Sapato Velho" (c/ Mú Carvalho e Claudio Nucci) e "Coração poeta" (c/ Nelson Cavaquinho). Participaram também do disco os músicos Joelson Lima (baixo e cavaquinho), César Machado (bateria), Josimar Monteiro (violão 7 cordas), Kiko Lazzarotto (cavaquinho), Marcelo Tapajós (craviola e violão de aço), Haroldo Goldfarb (teclados), Chico (acordeom), Dodô Moraes (teclados e acordeom), Zé Carlos Bigorna (sax tenor e flauta), Santiago (surdo, pandeiro, tamborim e chocalho), Machadinho ((pandeiro, surdo, tamborim, repique, block e triangulo), João Bani (bongô, clave, chocalho, queixada, caxixi e block), Juran Ribeiro (guiro, clave, conga e cow-bell) e Mário Gesteira (alfaia), além do próprio compositor (voz, violão de nylon, violão de aço e craviola) e seu parceiro Paulinho Tapajós (voz e violão de nylon). Nos vocais, Aline Anandi, Gerli, Lozinha e Thaís Motta, Claudia Telles e Clarisse Grova.

Mais visitados
da semana

1 Chitãozinho e Xororó
2 Festivais de Música Popular
3 Caetano Veloso
4 Hermeto Pascoal
5 Tom Jobim
6 João Gilberto
7 Dorival Caymmi
8 Noel Rosa
9 Luiz Gonzaga
10 Chico Buarque