Busca:

Marcelino Correia

Marcelino Correia
6/4/1900 Santa Votória do Pamar, RS
9/10/1986 Porto Alegre, RS

Dados Artísticos

Iniciou a carreira artística ainda em Belo Horizonte, tocando na noite e compondo. De volta a Porto Alegre em 1934, lá continuou a atuar musicalmente. Em 1939, passou a fazer parte da orquestra Jazz Guarany, de Ernani Oliveira, tocando o 3º sax alto. Atuou nessa orquestra até 1950. Em 1942 e 1943 atuou na Jazz Tamberlik, tocando sax alto e clarinete. Foi autor de muitas músicas, especialmente choros como "Vedana com suas camangas", "Um domingo de junho", "Na Avenida Borges" e "O violino do Miguel". Apesar disso, não conseguia ver suas composições gravadas. Abandonou a carreira em 1950, devido a problemas cardíacos. Em 1961, teve sua primeira composição gravada, a valsa "Horizontina", pela Bandinha Os Carijós, no LP "No tempo das retretas", da RCA Candem. Depois que abandonou a carreira profissional, passou a tocar com os amigos e a lecionar música, o que pode ter contribuído para que suas obras caíssem no esquecimento, apesar de que os que o conheceram o considerarem um virtuose na clarineta e no saxofone. Deixou mais de 80 composições, a maioria choros. Embora sem conhecer novas gravações, seus choros vão sendo gradativamente incorporados ao repertórios de músicos gaúchos. Em 2010, seus choros "Depois do Carnaval" e "Saudades daqueles tempos" foram incluídos no repertório do projeto "Choro Carioca: Música do Brasil", em comemoração aos 10 anos da Escola Portátil de Música com interpretações dos músicos Luiz Flavio Alcofra (violão); Rui Alvim (clarinete e saxofone); Aquiles Moraes (trompete e flugel horn); Marcilio Lopes (bandolim); Jayme Vignoli (cavaquinho) e Oscar Bolão (percussão e pandeiro). O projeto foi apresentado em 20 cidades do sul do país. Em 2011, o bandolinista Luis Barcelos, gaúcho radicado no Rio de Janeiro, apresentou-se com seu grupo na Grégora Arte Café, na Glória, incluindo choros do clarinetista negro que morreu esquecido.

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Tom Jobim
3 Assis Valente
4 Nelson Cavaquinho
5 Música Sertaneja
6 João Gilberto
7 Hermeto Pascoal
8 Chico Buarque
9 Gilberto Gil
10 Noel Rosa