Busca:

Luiz Melodia

Luís Carlos dos Santos
7/1/1951 Rio de Janeiro, RJ
4/8/2017 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Em 1972 sua música "Pérola negra" foi gravada por Gal Costa no LP "Gal a todo vapor", através dos poetas-compositores Torquato Neto e Waly Salomão, que o ouviram no bairro carioca do Estácio, onde morava o compositor. Nesse mesmo ano, Maria Bethânia gravou sua composição "Estácio, holly Estácio". No ano seguinte, em 1973, lançou o primeiro LP, "Pérola negra", registrando suas composições "Magrelinha", "Estácio, holly Estácio", "Vale quanto pesa" e "Farrapo humano", entre outras. Dois anos depois, em 1975, foi finalista do "Festival Abertura", da TV Globo, com a música "Ébano". Em 1976 sua música "Juventude transviada" foi incluída na trilha sonora da novela "Pecado capital" (Rede Globo) e gravada no seu LP "Maravilhas contemporâneas". Ainda nos anos 1970, quando começou a ser mais conhecido, participou do "Projeto Pixinguinha", dividindo o palco com Zezé Motta. No ano de 1978 gravou o LP "Mico de circo". Na década de 1980 lançou os LPs "Nós" (1980), "Felino" (1983), "Claro" (1985) e "Pintando o sete" (1989). Este último incluiu um de seus maiores sucessos, "Codinome beija-flor" (Cazuza, Ezequiel Neves e Reinaldo Arias). Em 1991, gravou "Codinome beija-flor" para a trilha sonora de "O dono do mundo", novela da TV Globo. No ano de 1995 lançou o CD "Relíquias", e fez participação especial no CD "Guitarra brasileira", de Renato Piau, no qual interpretou "Me beija", parceria com Renato Piau e Tureko. No disco também interpretou "Fadas", de sua autoria. Em 1997 lançou o CD "14 quilates". No ano posterior, em 1998, participou do disco-homenagem "Balaio do Sampaio", de Sérgio Sampaio, produzido por Sergio Natureza, no qual interpretou a faixa "Cruel" (Sérgio Sampaio). Em 1999, lançou "Luiz Melodia: Acústico, ao vivo", gravado no Teatro Rival (RJ), com a participação de Renato Piau (violão de aço e náilon) e Perinho Santana (violão de náilon e guitarra). Interpretou também músicas de outros compositores, como Zé Kéti e Hortêncio Rocha na faixa "Diz que fui por aí". No ano 2000 realizou o mesmo show no Garden Hall, no Rio de Janeiro. No ano seguinte, em 2001, lançou o CD "Retrato do artista quando coisa", com arranjos de cordas e sopros. O disco, produzido pelo guitarrista Perinho Santana, com arranjos sofisticados de sopros e cordas na maioria das faixas, contou com a participação de Ricardo Silveira (guitarra) e Luiz Alves (baixo acústico). No repertório incluiu suas composições "Feeling da música" (c/ Ricardo Augusto e Hyldon); "Gotas de saudade" (c/ Perinho Santana; "Lorena" (c/ Renato Piau e Mahal), que contou com a participação de seu filho Mahal; "Brinde" (c/ Ricardo Augusto), "Esse filme eu já vi" (c/ Renato Piau), "Perdido", "Boa atmosfera", "Quizumba" (c/ Cara Feia) e a faixa-título, sobre versos de Manoel de Barros, além de "Otimismo" (Célio José e Marize Santos), "Levanta a cabeça" (Ivan Nascimento e Osvaldo Nunes), "Sempre comigo" (William Duba e Anísio Silva) e "Poderoso gangster" (Guida Moira). Lançou no ano de 2002 o CD e o DVD "Luiz Melodia Convida - Ao vivo", gravado no Pólo Cine Vídeo, no Rio de Janeiro, com a participação de Zeca Pagodinho, Zezé Motta e Luciana Mello, entre outros artistas. O CD ganhou como faixa bônus "Presente cotidiano", dueto com Gal Costa gravado em estúdio. Apresentou-se, em 2005 no Parque dos Patins, no Rio de Janeiro, dentro do projeto "Vivo na Lagoa". Neste mesmo ano participou do CD "Um pouco de mim - Sergio Natureza e amigos", no qual interpretou "Vela no breu" (Paulinho da Viola e Sergio Natureza). No ano seguinte, em 2006, apresentou-se no Teatro Rival BR, no Rio de Janeiro e foi capa da revista "Carioquice", editada pelo Instituto Cultural Cravo Albin. Neste mesmo ano, ao lado de Eudes Fraga, Wanda Sá) e Claudia Telles, participou do CD "Par ou ímpar", de Marcelo Lessa e Paulinho Tapajós, no qual interpretou a faixa "Veludo azul". Em 2007 participou, ao lado de Roberto Menescal, Renato Piau e Novelli, da faixa "Pérola negra" do CD "Acreditar - Heloisa Helena canta Luiz Melodia", que trouxe ainda outras nove composições de sua autoria. Nesse mesmo ano lançou o CD "Estação Melodia", contendo duas composições de seu pai Oswaldo Melodia, "Não me quebro à toa" e "Linda Tereza", além de "Nós dois", de sua parceria com Renato Piau, e ainda "Tive sim" (Cartola), "Dama ideal" (Alcebíades Nogueira e Arnaldo Passos), "Papelão" (Geraldo das Neves), "O Rei do Samba" (Miguel Lima e Arino Nunes), "Chegou a bonitona" (Geraldo Pereira e José Batista), "Cabritada mal sucedida" (Geraldo Pereira), "Recado que Maria mandou" (Haroldo Lobo e Wilson Batista), "Contrastes" (Ismael Silva), "Eu agora sou feliz" (Mestre Gato e Jamelão), "O neguinho e a senhorita" (Noel Rosa de Oliveira e Abelardo Silva) e "Choro de passarinho" (Renato Piau, Rubens Cardoso e Euclides Amaral), esta última interpretada em dueto com sua esposa Jane Reis. O CD foi lançado em turnê nacional por várias capitais do país. Ainda em 2007, a cantora e cineasta Karla Sabah finalizou o documentário "Luiz Melodia - Vida e obra". Com roteiro do também cineasta Antônio Carlos da Fontourao O documentário contou com depoimentos de Cássia Eller, Waly Salomão, Sérgio Bernardes e Gal Costa, além de cenas com registro de shows, gravações e entrevistas com o protagonista. Também nesse ano, em dupla com Seu Jorge, interpretou "Diz que fui por aí" (Zé Kéti e Hortêncio Rocha) para o CD e DVD "Cidade do Samba", em espetáculo gravado na Cidade do Samba, com produção de Max Pierre, Rildo Hora e Zeca Pagodinho, e apresentação de Ricardo Cravo Albin. No ano de 2008 gravou o DVD "Ao Vivo MTV", também lançado em CD, interpretando composições do disco "Estação Melodia" e alguns de seus sucessos de carreira, destacando-se "Contrastes" (Ismael Silva), "Rei do samba" (Miguel Lima e Arino Nunes), "Tive sim" (Cartola), "Diz que fui por aí" (Zé Kéti e Hortêncio Rocha), "Dama ideal" (Alcebíades Nogueira e Arnaldo Passos), "Estácio, eu e você" (Luiz Melodia), "Fadas" (Luiz Melodia), "Gente humilde" (Garoto, Chico Buarque e Vinicius de Moraes), "Amor de malandro" (Alcides Dias Lopes e Monarco), "Estácio Holly Estácio" (Luiz Melodia), "Sem hora pra voltar" (Luiz Melodia), "Não me quebro à toa" (Oswaldo Melodia), "Recado que Maria mandou" (Wilson Batista e Haroldo Lobo), "Chegou a bonitona" (Geraldo Pereira e José Batista), "Cabritada mal sucedida" (Geraldo Pereira) e "Eu agora sou feliz", de Jamelão e Mestre Gato, além da faixa "Choro de passarinho", de Renato Piau, Rubens Cardoso e Euclides Amaral, na qual contou com a participação especial da cantora Jane Reis. Em 2013 apresentou-se no Teatro Rival (RJ). Nesse mesmo ano, foi lançada a caixa "Três tons de Luiz Melodia", contendo três álbuns gravados pelo cantor em três décadas diferentes: "Pérola negra", de 1973, "Felino", de 1983, e "Pintando o sete", de 1991. No ano de 2014 lançou em show no Teatro Rival BR, no Rio de Janeiro, o CD "Zerima", seu 14º disco solo (gravadora Som Livre), no qual interpretou as faixas "Cheio de graça" (Luiz Melodia e Ricardo Augusto); "Dor de carnaval" (Luiz Melodia), com a participação especial da cantora Céu; "Vou com você" (Luiz Melodia); "Caindo de bêbado" (Luiz Melodia e Rúbia Matos); "Nova Era" (Ivone Lara e  Délcio Carvalho); "Do coração de um homem bom" (Ricardo Augusto); "Cura" (Luiz Melodia e Renato Piau); "Leros e leros e boleros" (Sérgio Sampaio); "Papai do Céu" (Luiz Melodia); "Maracangalha" (Dorival Caymmi), com a participação especial do cantor Mahal Reis; "Moça bonita" (Jane Reis); "Amusicadonicholas" (Luiz Melodia), faixa instrumental composta para seu neto, e "Sonho real", de Luiz Melodia e Renato Piau, além da faixa-título "Zerima", também de sua autoria. Em 2015 ganhou o "Prêmio Música Popular Brasileira" na "Categoria MPB - CANÇÃO POPULAR - Melhor Cantor" pelo disco "Zerima". Neste mesmo ano fez turnê de lançamento do CD "Zerima", por Belo Horizonte, Porto Alegre, São Paulo e no Rio de Janeiro, em show no Circo-Voador, na Lapa, zona boêmia da cidade. No ano seguinte, em 2016, acompanhado pelo violonista Renato Piau, fez show em Belo Horizonte e lançamento do CD "Zerima" no projeto "Maio Musical", em show no palco da Sala Acrísio de Camargo, na cidade de Indaiatuba, em São Paulo. Neste mesmo ano, acompanhado pelo violonista Renato Piau, fez turnê por várias cidades da Suíça.    

Mais visitados
da semana

1 Carlinhos Brown
2 Barbeirinho do Jacarezinho
3 Marcos Leite
4 Noel Rosa
5 Luiz Gonzaga
6 Caetano Veloso
7 Chico Buarque
8 Festival da Música Popular Brasileira (TV Record)
9 Tim Bernardes
10 Tom Jobim