Busca:

Luedji Luna

Luedji Gomes Santa Rita
25/5/1987 Salvador, BA

Dados Artísticos

A partir do ano de 2011 apresentou-se em recitais nos principais palcos de Salvador, atuando também como cantora da noite nos bares, principalmente em Rio Vermelho, bairro boêmio da cidade. No ano de 2013 tornou-se a vencedora da etapa regional do "Festival da Canção Francesa", realizado na Aliança Francesa.  No mesmo ano, cantou no espetáculo "Ponto Negro em Tela Branca", da diretora Kléia Maquenda. Neste mesmo ano de 2013, foi uma das fundadoras do coletivo de compositoras M.O.V.A, da cidade de Salvador. No ano seguinte, em 2014, lançou o single "Dentro ali", com as faixas autorais "Asas", "Eu rio" (ou águas de Júnia) e "Às cegas", esta última em parceria com Emillie Lapa, além da faixa-título "Dentro ali". Em 2015 finalizou o CD "UnsZansoutros", projeto junto a compositores baianos da nova geração. O grupo foi um dos participantes do evento "Tributo aos Novos Baianos", realizado pelo site Jardim Elétrico, em São Paulo, reunindo artistas variados, tais como Cícero, A Banda Mais Bonita da Cidade, Diogo Poças e Thamires Thanouss, além do coletivo Uns Zanzoutros, representante baiano no tributo. Ainda em 2015, apresentou-se em São Paulo e no Rio de Janeiro, acompanhada pela violonista e cantora Emillie Lapa. Também no Rio de Janeiro, abriu o show da cantora Teka Balluthy e Convidadas (Késia Estácio e Juliana Diniz), no projeto "Foco MPB". Montou o espetáculo intitulado "Fiz uma canção para o vento", com o qual percorreu diversos lugares de Salvador, destacando-se o Teatro XVIII. Em 2017 lançou o CD “Um Corpo no Mundo”, canção homônima do álbum que mescla ritmos afro-brasileiros a jazz e blues. O álbum foi produzido por Sebastian Notini e mistura sonoridades como MPB, jazz, ritmos do congo, samba, reggae e batuque baiano com letras que tratam sobre pertencimento, imigração e a identidade afrobrasileira. Participaram do CD o cubano Aniel Someillan (baixo), o sueco, radicado na Bahia, Sebastian Notini (arranjo), o soteropolitano Rudson Daniel (percussão), o filho de congolês François Muleka (violão) e Kato Change (guitarra), do Kênia. Após o lançamento de "Um Corpo no Mundo", realizou mais de 50 shows nas capitais do Brasil. “Os arranjos foram pensados coletivamente, pois era importante que cada músico se sentisse parte do trabalho e não um simples executor. Essa junção resultou uma realização sem fronteiras e de difícil definição. ‘Um Corpo no Mundo’ é um disco do mundo!”, explicou a artista ao site da Red Bull. Com este trabalho, venceu “Prêmio Afro” de 2017. Em 2018 se apresentou na Casa Natura Musical com participação de cantor Zé Manoel, ainda neste ano tocou no festival “Coala Festival”, que aconteceu no Memorial da América Latina, em São Paulo, ao lado de Milton Nascimento, Gilberto Gil e Criolo. 

Mais visitados
da semana

1 Noel Rosa
2 Lupicínio Rodrigues
3 Garoto
4 Nalva Aguiar
5 Luiz Gonzaga
6 Pixinguinha
7 Assis Valente
8 Tom Jobim
9 Elza Soares
10 Caetano Veloso