Busca:

Luanda Cozetti

Luanda Cozetti de Freitas
25/9/1968 Brasília, DF

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Em 1986, iniciou sua carreira musical cantando em casas noturnas de Brasília. No ano seguinte, integrou o coral Asbac, com o qual viajou pelo Brasil, apresentando-se em festivais e encontros de corais.

No ano de 1988, participou do musical "Ponte para o invisível", de Ricardo Movits, encenado no Auditório do Conjunto Cultural Caixa Econômica Federal, em Brasília. No ano seguinte, apresentou-se com o coral Asbac no "Encontro Internacional de Coros", em Recife. Neste mesmo ano, como integrante do Coral Asbac, participou da gravação e do lançamento do disco "Brasil, Brasis", no auditório da Associação Médica de Brasília. Ainda em 1989, integrou o grupo Ponte Para o Invisível, com o qual se apresentou no "Concerto Para A Nova Era", no evento internacional "The Gaia Rainforest Concerts for the Forest People of The World", na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Cláudio Santoro. Meses depois, participou da gravação do disco "Ponte para o invisível", de Ricardo Movits e Paul Hallstein, lançado em show no Auditório JK, em Brasília. Ainda em 1990, formou juntamente com o maestro Antônio Sarazate o grupo vocal Bico de Veludo, com o qual fez apresentações na Sala Martins Pena do Teatro Cláudio Santoro, Escola de Música de Brasília e Sala Alberto Nepomuceno.

No ano de 1993, apresentou-se nos seguintes projetos e shows: "Projeto Sarau" e show "Roçar da Voz", no "Projeto Exião do Lazer" pela Secretaria de Administração do Distrito Federal. Neste mesmo ano, participou do CD "Sol", de Flávio Fonseca e do disco "Esperanto Internacional", lançado em Paris pela gravadora Musikokanto. No ano seguinte, apresentou o show "Luanda Cozetti e Quarteto", no "Projeto Palco Aberto", "Projeto Feira de Música", "Projeto Made In Brasília" e no "Projeto Sexta Básica", abrindo o show de Hélio Delmiro no auditório do Sindicato dos Bancários do DF. Neste mesmo ano, participou do CD "3ª ASA", de Manduka.

Entre 1995 e 1999, gravou com outros artistas a coletânea "Prá pirá Brasília", participou do CD "Diversos", de Carlos Zimbher, e fez diversos shows: Nigth's Club (Rio de Janeiro), Sala Martins Pena no Teatro Cláudio Santoro (Brasília), show no "Projeto Temporadas Populares", do Teatro Nacional Cláudio Santoro, além de abrir o show de Luiz Melodia no "Projeto Revelando Novos Talentos", da gravadora Dabliú Disco e Emissora Musical FM, em São Paulo e Mistura Fina, no Rio de Janeiro.

No ano 2000, fez vocal no disco "Leve", de Jorge Vercilo e apresentou-se no "Projeto Novo Canto", tendo como madrinha Baby do Brasil.

Em 2001, juntamente com Vander Lee, Dudu Salinas, Guima Moreno, Andrea Dutra, Patrícia Mello e Paula Santoro, entre outros, apresentou-se no show de encerramento do "Projeto Novo Canto", no Canecão, Rio de Janeiro. Neste mesmo ano, gravou o primeiro disco individual "Luanda!', no qual contou com a participação de músicos de renome, entre eles, Bororó, Zé Marcos Teixeira e Kadu Lambach.

Em 2002 fez vocal no disco "Batacotô 3" e participou do "Projeto Prêt-a-porter - Coleção Outono inverno da MPB" do poeta Sergio Natureza e Dakar Produções, apresentado no Teatro Café Pequeno, em Copacabana, no Rio de Janeiro.

Em 2003, em dupla com Kadu Lambach, apresentou-se no bar Árabe da Gávea, no Rio de Janeiro.

No ano de 2004, ao lado de Beth Carvalho, Dudu Nobre, Emílio Santiago, MPB-4, Quarteto em Cy, Arranco de Varsóvia, Carequinha, Orquestra Filarmônica do Rio de Janeiro e Zé Renato, participou da apresentação da "Sinfonia Sacopã", composta por Edmundo Souto. Neste mesmo ano, ao lado de Rita Ribeiro, André Gabeh, Luciana Mello e Simoninha, participou do CD que reuniu alguns artistas que participaram do "Projeto Novo Canto", lançado pelo Selo SescRio..Som. O disco foi lançado em show no Canecão, evento que contou também com a apresentação de Paulo Moura, Eliana Printes, Vander Lee, Carlos Malta e Ney Matogrosso e Pedro Luís e A Parede.

No ano de 2005, participou do disco "Um pouco de mim - Sergio Natureza e amigos", no qual interpretou a faixa "Frisson", de Tunai e Sergio Natureza. Nesse mesmo ano mudou-se para Portugal.

Ao lado de Norton Daiello, integra a dupla Couple Coffee, com a qual lançou os CDs "Puro" (2005), "Co’as tamanquinhas do Zeca!" (2007), "Young and lovely – 50 anos de bossa nova" (2008) e "Quarto grão" (2010).

Mais visitados
da semana

1 Música Sertaneja
2 Dorival Caymmi
3 Caetano Veloso
4 Tom Jobim
5 Daniela Mercury
6 Noel Rosa
7 Assis Valente
8 Hermeto Pascoal
9 Gilberto Gil
10 Lupicínio Rodrigues