Busca:

Lisa Ono

Lisa Ono
São Paulo, SP

Dados Artísticos

Em 1989, gravou seu primeiro disco, "Catupiry", seguido, no ano seguinte por "Nanã".

Lançou, em 1991, "Menina", registrando suas composições "O samba", "Orixá" e "Cancela", ambas com Paulo César Pinheiro, "Clea" e "Quem fala o que quer", ambas com Hélio Celso Suarez, além de canções de outros autores como "Grumari" (Alberto Arantes e Paulo César Pinheiro) e "O corso" (Alberto Arantes e Paulinho Tapajós), entre outras.

Seguiram-se os discos "Serenata Carioca" (1992), "Namorada" (1993) e "Esperança" (1994).

Em 1995, gravou o CD "Minha saudade", interpretando obras de João Donato, que assinou também os arranjos. No repertório, a faixa-título (c/ João Gilberto), "A rã" (c/ Caetano Veloso), "Brisa do mar" (c/ Abel Silva), "Amazonas" (c/ Lysias Ênio) e "A paz (c/ Gilberto Gil), entre outras. O disco contou com a participação do compositor (piano, teclados, trombone, vocal e percussão), Hélio Delmiro (violão), Arismar do Espírito Santo (baixo), Robertinho Silva (bateria e percussão), Cidinho (percussão), Celso Woltzenlogel (flauta), Macaé (sax), Niltinho (trompete), e Kazuo Yoshida (percussão).

No ano seguinte, lançou o CD "Rio Bossa".

Em 1997, gravou o CD "Essência", contendo composições de sua autoria, como a faixa-título, "Me leva" e "Me nina", todas com Ana Terra, e "Shia a wa se", além de músicas de outros autores, como "Red blouse" (Tom Jobim), "Beijo partido" (Toninho Horta), "Across the universe" (Lennon e McCartney), "Travessia" (Fernando Brant e Milton Nascimento) e "Waiting for Angela" (Flora Purim e Toninho Horta), entre outras.

Lançou, no ano seguinte, o CD "Bossa carioca", gravado no Rio de Janeiro, co-produzido por Danel Jobim e Paulo Jobim. O disco contou com a participação de Paulo Jobim (voz e violão), Daniel Jobim (piano), Danilo Caymmi e Paulo Guimarães (flautas), Vittor Santos (trombone) e Jorge Helder (baixo). No repertório, suas composições "Diz a ela" e "Os dois", ambas com Ana Terra, e "Saudade" (c/ Daniel Jobim), além de músicas de outros autores, como "Só danço samba" (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), "Samba do Soho" (Paulo Jobim e Ronaldo Bastos), "Samba do carioca" (Carlos Lyra e Vinicius de Moraes), "Maria é dia" (Paulo Jobim, Ronaldo Bastos, Shozo Ise e Tom Jobim) e "Samba de verão" (Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle), entre outras.

Em 1999, gravou o CD "Dream", registrando, com uma leitura pautada no universo da bossa nova, clássicos da música norte-americana como "On the sunny side of the street" (Dorothy Fields e Jimmy McHugh), em versão de Aloysio de Oliveira, "Moonlight serenade" (Glenn Miller e Mitchell Parish), "Tea for two" (Irving Caesar e Vincent Youmans), em versão de Paulo Sérgio Valle, "Night and day" (Cole Porter), "The boy next door" (Hugh Martin e Ralph Blane), em versão de Fátima Guedes, além da faixa-título (Johnny Mercer) e de sua canção "Angel's eyes" (c/ Monday Michiru), entre outras. O disco contou com a participação de Oscar Castro Neves (arranjos, produção musical, violão, vocal e tamborim), Don Grusin (piano) e Mike Shapiro (bateria), entre outros.

Em 2000, lançou "Pretty world", registrando músicas de Sting, Steve Wonder e Beatles, em arranjos concebidos por Eumir Deodato. O CD atingiu uma vendagem superior a 100.000 cópias no Japão, em menos de um mês.

Gravou, em 2001, o CD "Bossa hula nova", explorando o universo da música havaiana, e, com a participação de Mario Adnet (concepção, arranjos e violão), os CDs "Questa bossa mia", em 2002, com canções de Domenico Modugno, Eduardo Vianello, Ennio Morricone e Sergio Bardotti, e "La musique française rencontre la bossa nova", em 2003, contendo composições de Michel Legrand, Jacques Prevert e Henri Salvador, que participa do disco..

Embora visite sempre o Brasil, a cantora radicou-se no Japão, onde exerce importante papel na divulgação da música brasileira.

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Assis Valente
3 Nelson Gonçalves
4 Nelson Cavaquinho
5 Caetano Veloso
6 Chico Buarque
7 Dorival Caymmi
8 Tom Jobim
9 Noel Rosa
10 João Gilberto