Busca:

Lígia Jacques

Lígia Jacques
Belo Horizonte, MG

Dados Artísticos

Em 2001 lançou o CD "Choro barroco", com músicas de Tom Jobim, Dori Caymmi, Hermeto Pascoal e Rogério Leonel, além de participações de Toninho Horta, Cid Ornelas e Clóvis Aguiar. Com esse disco recebeu três indicações para o "Prêmio Caras de Música", nas categorias de "Melhor Disco", "Melhor Cantora de MPB" e "Melhor Projeto Gráfico". Um dos textos de capa foi assinado pela escritora Helena Jobim (irmã de Tom), e outro pela pianista Berenice Menegale, presidente da Fundação de Educação Artística.
No ano de 2004, ao lado de Rogério Leonel, apresentou-se no Circuito Cultural do Banco do Brasil. No ano posterior, em 2005 participou, ao lado de Déa Trancoso, Kristoff Silva, Henrique Santana e Jorge Fernando dos Santos, do CD "ABC da MPB", (Paulus Editora - encarte do livro homônimo) CD), trabalho do poeta e letrista Jorge Fernando dos Santos, no qual interpretou a faixa "Um sonho de valsa", de autoria de Valter Braga e Jorge Fernando dos Santos. O trabalho conquistou o selo "Altamente recomendável" da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), sendo incluído no catálogo da "Feira de Livros Infantis e Juvenis de Bolonha", na Itália.
No ano de 2006, também ao lado de Rogério Leonel, participou do programa "Talentos", da TV Câmara, em Brasília.
Em 2008 gravou programas na Rádio MEC, no Rio de Janeiro.
Em 2010 atuou como preparadora vocal e integrante do elenco do espetáculo "Missa dos Quilombos", montagem da Companhia Ensaio Aberto, com músicas de Milton Nascimento, textos de Dom Pedro Casaldáliga e Pedro Tierra, direção musical de Túlio Mourão e direção geral de Luiz Fernando Lobo. Neste mesmo ano lançou o CD "Choro cantado", pelo Fundo Municipal de Cultura de Belo Horizonte, produzido por Jorge Fernando dos Santos e com arranjos e direção musical do violonista Rogério Leonel. No disco participaram os músicos Milton Ramos (baixo Acústico), Sérgio Silva (percussão) e Jairo de Lara (flautas, saxofone e direção artística). Esse disco foi dedicado a Ademilde Fonseca pela passagem do seu 90º aniversário e reuniu os choros “Água de moringa” (Valter Braga e Jorge Fernando dos Santos); “Odeon” (Ernesto Nazareth, Hubaldo e Vinicius de Moraes); “Domingueiro” (Valter Braga e Jorge Fernando dos Santos), com participação de Celso Adolfo no vocal; “Ingênuo” (Pixinguinha, Benedito Lacerda e Paulo César Pinheiro); “Romanceando” (Valter Braga e Jorge Fernando dos Santos); “Pedacinhos do céu” (Waldir Azevedo e Miguel Lima), com participação de Ausier Vinícius no cavaquinho; “Choro barroco” (Rogério Leonel e Jorge Fernando dos Santos); “Tico-tico no fubá” (Zequinha de Abreu e Eurico Barreiros); “Satan” (Chiquinha Gonzaga e Jorge Fernando dos Santos), com participação de Hudson Brasil no bandolim; e “Títulos de nobreza – Ademilde no Choro” (João Bosco e Aldir Blanc).
Em 2011 fez lançamento do CD "Choro cantado" no "Projeto Pizindin - Choro no Palco", com o show "Choro Cantado", no palco do Conservatório UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), no centro de Belo Horizonte.
Como intérprete participou de cerca de 30 discos de outros artistas, entre eles Marcus Viana, Ladston do Nascimento, Hudson Brasil, Toninho Camargos, Geraldo Alvarenga e Rubinho do Vale.
Fez participações especiais em shows de Clara Sverner, Guinga e Francis Hime.

Mais visitados
da semana

1 Kátia Di Tróia
2 Gonzaguinha
3 Noel Rosa
4 Paulo Soledade
5 Creone e Barrerito
6 Caetano Veloso
7 Irmãs Galvão
8 Tiee
9 Psirico
10 Trio Parada Dura