Busca:

Lefê Almeida

Luiz Francisco Almeida Cunha
10/2/1946 Rio de Janeiro, RJ

Biografia

Economista por formação, pesquisador da Música Popular Carioca e produtor musical. Começou a se interessar pela música criada no Rio de Janeiro indo às rodas de samba, aos ensaios das escolas e freqüentando a noite do Rio a partir de meados da década de 60.
Produziu diversos shows com artistas e compositores da música popular.
Participou do movimento que deu início à retomada do carnaval de rua do Rio, no início da década de 80, com a criação de diversos blocos como o do Barbas, de Segunda, Simpatia é Quase Amor,  Meu Bem Volto Já, Carmelitas, entre outros. Compôs sambas para estes blocos com parceiros que também fazem parte da história do carnaval carioca, dentre eles: Marceu Vieira , Janjão, Gallotti e Mario Lago Filho.
A partir de 1996 produziu shows com diversos artistas da Música Popular Carioca e rodas de samba com o conjunto Dobrando a Esquina no restaurante Arco da Velha, na Lapa (RJ), iniciando o movimento que retomou a tradição boêmia/musical do bairro. No ano seguinte produziu a primeira roda de samba em um antiquário, no Bar Coisa da Antiga, na rua do Lavradio 100, na Lapa (RJ).
No Café Musical Carioca da Gema, casa que batizou com este nome para homenagear um samba de Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro, esteve desde a sua inauguração em 2000 até 2004. Foi responsável pela concepção artística da casa e pela produção musical, em um trabalho que envolveu mais de 50 músicos. Criou o "Prêmio Carioca da Gema" que foi entregue a várias personalidades ligadas à música, à vida cultural, ao jornalismo e ao futebol do Rio de Janeiro.
Em 2002 produziu o show e o CD "Lembranças Cariocas" pelo selo Biscoito Fino, que contou com a participação de Nilze Carvalho, Pedro Miranda e Pedro Paulo Malta.
Em 2003 foi homenageado pelo vereador Eliomar Coelho com a medalha Pedro Ernesto e com a Moção de Louvor pela revitalização da Lapa. Da deputada estadual Heloneida Studart, recebeu a Moção de Louvor da Assembléia Legislativa do Estado pelos serviços prestados à cultura da cidade do Rio de Janeiro.
Em 2004 apresentou no Carioca da Gema, no Rio de Janeiro, a 2ª edição do show Enredos e Terreiros, um espetáculo criado em homenagem ao mestre Marçal, e de cujo roteiro e produção musical contaram com sua parceria com Paulão 7 cordas. Este espetáculo foi apresentado a primeira vez em 2000 no Teatro Rival,  no Rio de Janeiro, com a participação de Nilton Campolino, Nei Lopes, Tantinho e Xangô da Mangueira.
Em 2004 apresentou no Casarão do Cunha, em Paraty, a série de shows "Nosso Feijão dá Samba", em que levou vários artistas do samba carioca, dentre eles Délcio Carvalho, Nei Lopes, Zé Luiz do Império Serrano, Tantinho da Mangueira, Surica da Portela, Moacir Luz, Cristina Buarque, Pedro Paulo Malta, Nilze Carvalho, Luciane Menezes, Alfredo Del Penho, Wilson das Neves.
Na 2a "Feira Literária Internacional de Parati - FLIP",  participou do "Circuito Paralelo de Idéias" com show e lançamento de livros de Hermínio Bello de Carvalho e Paulo César Pinheiro.
Nessa mesma feira, no ano seguinte, fez show com Luciane Menezes e o conjunto Pau na Braúna, apresentando diversos ritmos brasileiros.
Em 2004 fez o roteiro e a produção musical do show "Lembranças Cariocas 2 - edição Praça Tiradentes" com Nilze Carvalho e Pedro Paulo Malta, apresentado no Centro Cultural Carioca, na praça Tiradentes (RJ).
Em 2005, fez o roteiro e a produção musical do show "Um Tantinho do Samba", com Tantinho da Mangueira, que foi apresentado em 2006 na sala Sidney Miller da FUNARTE, no Rio de Janeiro. Nesse mesmo ano apresentou o show "Samba, o Mapa do Rio", com Ana Costa e Pedro Paulo Malta, realizado no bar Mistura Carioca, no Rio de Janeiro. O show, de sua autoria e Mário Lago Filho, mostrou sambas que falavam dos bairros e recantos do Rio de Janeiro.
Em 2008 escreveu o livro, "A Lapa Que Vivi", lançado junto com o documentário em longa metragem "Eis Aí a Lapa" e com o DVD "Lapa da Música Carioca", ambos de sua autoria, com direção de Luiz Guimarães e roteiro de Nick Zarvos.
Em 2009 realizou no Centro Cultural Banco do Brasil, em parceria com a Zambo Discos, o projeto de sua autoria "No Tempo do Nice", com direção de Túlio Feliciano e apresentação de Haroldo Costa.

Mais visitados
da semana

1 Caetano Veloso
2 Festivais de Música Popular
3 Hermeto Pascoal
4 Tom Jobim
5 Dorival Caymmi
6 Noel Rosa
7 João Gilberto
8 Luiz Gonzaga
9 Chico Buarque
10 Chitãozinho e Xororó