Busca:

Kleiton e Kledir



Dados Artísticos

Cantores. Compositores.

Kleiton Alves Ramil, o Kleiton - Pelotas, RS

Kledir Alves Ramil, o Kledir - Pelotas, RS

Irmãos, iniciaram a carreira nos anos 1970 como integrantes do conjunto de rock Almôndegas. No final daquela década o conjunto acabou e os dois decidiram seguir carreira solo atiuando como dupla.

Em 1980, lançaram pela Ariola o primeiro LP, com destaque para a composição "Vira virou", de Kleiton, que foi um dos grandes sucessos da dupla. No mesmo ano fizeram sucesso no festival de música da TV Tupi com "Maria fumaça", de autoria da dupla.

No ano seguinte lançaram o segundo LP pela mesma gravadora trazendo ooutro grande sucesso que foi "Deu pra ti", de autoria da dupla.

Em 1983 fizeram sucesso com "Tô que tô", também de autoria da dupla.

O disco seguinte lançado um ano depois não reprodui o mesmo sucesso.

Lançaram ainda mais um disco pela PolyGram em 1986.

A dupla se separou três anos depois. Cada irmão lançou um disco solo e voltaram a realizar shows em dupla a partir de 1997, quando lançaram o CD "Dois", pela Som Livre, com diversas composições próprias, como "Guri de Salvador" e "Beira-rio".

Em 1999, lançaram pela Universal o CD "Clássicos do Sul", interpretando, entre outras, "Pára, Pedro", de José Porte Delavi e José Mendes, "Nuvem passageira", de Hermes de Aquino, "Coração de luto", de Teixeirinha e "Negrinho do pastoreio", de Barbosa Lessa.

Em 2005, a dupla lançou o CD/DVD "Kleiton e Kledir - ao vivo", gravado durante show realizado no Salão de Atos da PUCRS em Porto Alegre e que contou com a participação especial de Vitor Ramil nas faixas "Vento Negro" e "Estrela Estrela". Em seu primeiro disco gravado ao vivo, a dupla interpretou sucessos como "Deu pra ti", "Nem pensar", "Vira virou", "Paixão", e "Maria Fumaça", além de músicas inéditas.

Em março de 2006, a dupla realizou temporada de três dias de shows no Teatro Rival BR (RJ), mostrando o CD/DVD. Nesse período, apresentaram-se em programas de TV e Rádio do Rio de Janeiro, e também no Teatro da UFF -Universidade Federal Fluminense.

Em 2009, lançou o CD “Autorretrato”, contendo as seguintes parcerias de ambos: “A dança do sol e da lua”, “Polca loca”, “Estrela cadente”, “História de amor”, “Só liguei”, “Pelotas”, “Eva”, “Na correnteza do rio”, “O tempo voa”, “Ao sabor do vento”, “Só pra te ver”, “Tudo eu” e a faixa-título.

Lançou, em 2011, o CD “Par ou impar”, com as músicas “O mágico estrambólico”, “Pirulito esquisito”, “Formiga atômica”, “Trova do guri e da guria” e a faixa-título, todas parcerias de ambos, além de “Bicho gente”, “A bruxa” e “Lindinha”, todas de Kleiton Ramil, “Pé de pilão” (Vitor Ramil e Kledir Ramil), “Planeta Poft” (Pery Souza e Ricardo Silvestrin) e ainda “O cão Salsicha (El Show Del Perro Salchicha)” e “Margarida, a tartaruga (Manuelita La Tortuga)”, ambas de María Elena Walsh, em versão de Kledir Ramil. O disco contou com a participação de Fabiana Karla na faixa “Trova do guri e da guria”.

Em 2012, lançou o CD “Par ou ímpar ao vivo”, com as músicas do disco de estúdio e ainda “Maria Fumaça (Rumo à Estação do Par ou Ímpar)”, parceria de ambos.

Em 2013, a dupla foi contemplada com o Prêmio da Música Brasileira, na categoria Melhor Álbum Infantil, pelo CD “Par ou ímpar - ao vivo” (Kleiton & Kledir + Grupo Tholl), produzido pelos dois artistas. Em 2015, lançaram o disco “Com todas as letras”. O trabalho foi fruto de um projeto que buscou aliar literatura e música. As dez faixas do disco trouxeram composições da dupla em parceria com escritores do Rio Grande do Sul: Caio Fernando Abreu, Luis Fernando Veríssimo, Fabrício Carpinejar, Lourenço Cazarré, Paulo Scott, Claudia Tajes, Martha Medeiros, Daniel Galera, Alcy Cheuiche e Leticia Wierchowski. A cada escritor foi solicitada uma letra que, uma vez pronta, foi musicada pela dupla, que ainda se preocupou em criar canções que fossem ao encontro dos gostos musicais dos parceiros. Nos vocais, a participação de Adriana Calcanhoto, que emprestou sua voz à “Lixo e purpurina”.  O projeto gerou, ainda, um DVD e um site onde cada letra ganhou uma versão gráfica. 

Mais visitados
da semana

1 Pixinguinha
2 Eumir Deodato
3 Luiz Gonzaga
4 Raul Seixas
5 Garoto
6 Elza Soares
7 Nelson Gonçalves
8 Dorival Caymmi
9 Assis Valente
10 Caetano Veloso