Busca:

Karine Aguiar

Karine Aguiar de Sousa Saunier
27/2/1987 Manaus, AM

Dados Artísticos

Como estudante de canto lírico, apresentou-se como solista na ópera “Die Zauberflöte” (Mozart), interpretando o papel do Segundo Gênio; como coralista, nas montagens de Carmina Burana, “Orff” e “Messa da Requiem” (Verdi); também como solista, em Recitais de Música Barroca e Recitais de Música Antiga, em diversas edições do “Festival Amazonas de Ópera”. A partir de 2011 integrou a Orquestra de Violões do Amazonas, atuando como uma das sopranos solista, sob a regência de Davi Nunes. Com a orquestra,  apresentou-se ao lado de violonistas como Ana Vidovic, Badi Assad, Edson Lopes, entre outros. E participou como solista nos concertos “Ópera bem temperada” (2012), “Modinhas e Lundus” (2013), no “Festival Amazonas de Ópera”. Em 2011 representou o estado do Amazonas no “33° FEMUCIC” (Festival SESC de Música Cidade Canção) realizado em Maringá (PR). Nesse mesmo ano venceu o “Festival da Canção de Itacoatiara”, conquistando os prêmios de “Melhor Música”, “Melhor Letra”, “Melhor Arranjo” e “Melhor Intérprete”, com a canção “Acalanto” (Eduardo Santhana). Ainda em 2011 foi agraciada com a “Medalha da Ordem do Mérito Legislativo”, concedida pela Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, com a comenda que compreendeu a categoria “Grande Mérito”, por seu envolvimento com a cena cultural do estado. Em 2012 lançou seu primeiro CD “Arraial do Mundo”, produzido pelo pianista norte-americano Vana Gierig e gravado no Water Music Studios, nos Estados Unidos. O disco contou com as faixas “Porto de lenha” (Aldísio Filgueiras e Torrinho), “Vento” (Gonzaga Blantez e Eliakin Rufino), “Fica comigo” (China e Robertinho Chaves), “You’ve changed” (Carl Fischer e Bill Carrey), “Quem samba sabe” (Manoel Gandra e Vytória Rudan), “The man I love” (George Gershwin e Ira Gershwin), “Acalanto” (Eduardo Santhana), entre outras. O show de lançamento do álbum foi apresentado na VII edição do “Festival Amazonas Jazz”. Neste mesmo ano foi vencedora do “28° Festival da Canção de Ourém” (PA), conquistando os prêmios de “Melhor Letra” e “Melhor Arranjo”, com a canção “Por toda vida” (Gonzaga Blantez).  Participou dos CDs “Cordão do Marambaia” (2013), do grupo homônimo e “Cantigas, tambores e Folias” (2013), de Gonzaga Blantez. Em 2013 o CD “Arraial do Mundo” foi eleito “Melhor Disco de MPB” e “Melhor Cantora”, no “Prêmio de Música Manifesto Norte”, que contemplou os artistas de maior destaque na cena musical do Norte do país. Neste mesmo foi eleita “Artista Mais Popular”, com mais de 10 mil votos pela internet, através da campanha “Nossa Energia Move a Amazônia”, da empresa Equador Petróleo. Ainda em 2013 apresentou-se nas casas de jazz e música brasileira de Nova Iorque, Nublu Jazz, ao lado do pianista Vana Gierig e Sounds of Brazil (SOB’s), a convite do cantor e percussionista baiano Dendê Macedo. Já se apresentou ao lado de artitas como a cantora Jane Duboc, o pianista Michel Freidenson e o compositor Eduardo Santhana. Em 2014 seu CD de estreia “Arraial do mundo” foi premiado em Paris (França), como “Melhor Disco de MPB”, pelo Portal do Brasil na França. Em 2015 realizou o show “Delírios sonoros da floresta – Uma homenagem aos 70 anos de Adelson Santos”, no qual cantou em duo com o homenageado, no Teatro do CAUA, em Manaus (AM). Nesse mesmo ano apresentou-se como solista convidada especial do baixista norte-americano Matthew Parrish no concerto “Brazilian Jazz Extravaganza”, na Pensilvânia (Estados Unidos), onde recebeu destaque nos jornais Yardley Voice e Times Publishing como “a joia na coroa dos grandes músicos”.

Mais visitados
da semana

1 Hermeto Pascoal
2 Caetano Veloso
3 Dorival Caymmi
4 Noel Rosa
5 Tom Jobim
6 Festivais de Música Popular
7 João Gilberto
8 Luiz Gonzaga
9 Jane e Herondy
10 Candeia