Busca:

K-Boclinho

Wilson da Silva
29/11/1932 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Aos 15 anos iniciou a carreira artística. Em 1953, como pandeirista, passou a integrar o regional de Claudionor Cruz. Por esta época, assinou contrato com a Rádio Tupi, como pandeirista do programa "Calouros em Desfile". Em 1961 Roberto Silva interpretou "Humilhação", de sua autoria em parceria com Nino Ferraz. No ano de 1965 teve gravada pelo Trio Nordestino "No terreiro da Fazenda", parceria com João Silva, que seria regravada por Luiz Gonzaga. Neste mesmo ano, de 1965, foram gravadas por Marinês "A volta do baião" e "Maria Coisa", ambas em parceria com João Silva. Dois anos depois, em 1967, o Trio Nordestino registrou em LP a faixa "No galpão da bulandeira" (c/ João Silva). Em 1977 lançou o disco "Simplesmente K-Boclinho", pela gravadora Olympic/Crazy. Dois anos depois, em 1979, lançou o LP "Um sambista simples", pela gravadora Aladdin Records. Neste mesmo ano a cantora Jurema interpretou em disco a sua composição "Amor terrível", em parceria com Eliezer. No ano de 1987, com produção de João Silva e direção musical de Dom Kosme, lançou o compacto duplo "K-Boclinho e Conjunto Safari Samba Show, pelo selo musical Safari Promoções Publicidade Ltda. Em 2014 lançou o CD "O verdadeiro samba de raiz em 3 gerações", no qual foram registradas composições suas e de seus filhos (também músicos-compositores), com as participações de filhos e netos. Sua música mais conhecida, em parceria com João Silva, "Pra não morrer de tristeza" contabilizou mais de 200 gravações por intérpretes variados, tais como Ney Matogrosso, Luiz Gonzaga, Núbia Lafayette e Abdias Oito Baixos. Teve composições gravadas por Roberto Silva, Jamelão, Mara Silva e Claudette Soares.

Mais visitados
da semana

1 Demônios da Garoa
2 Tom Jobim
3 Sivuca
4 Noel Rosa
5 Franco Scornavacca
6 Tiee
7 Milton Nascimento
8 Vinicius de Moraes
9 Gonzaguinha
10 Chris Fuscaldo