Busca:

Júlio Ricarte

Júlio Cezar Marques Ricarte
29/10/1954 Joaçaba, SC

Dados Artísticos

Ainda bem jovem, apresentou-se em recitais de piano e festivais de música.

Em 1980, apresentou-se para o papa João Paulo II, em sua primeira visita ao Brasil, na cidade de Aparecida (SP).

Em 1982, gravou o LP "Crisálida", com músicas de sua autoria.

Participou do curso de Aperfeiçoamento em Técnica e Improvisação Pianística, ministrado pelo professor Wilson Curia, e do curso de Harmonia Contemporânea e Composição, ministrado pelo professor Osmar Barutti.

Entre 1989 e 1992, enquanto cursava a Universidade Livre de Música, participou de seminários, palestras e workshops com Tom Zé e Hélio Zinskind, entre outros.

Trabalhou, nessa época, no Estúdio Digital, sob a orientação do arranjador Flávio Augusto Vieira Gonçalves.

Em 1996, participou do VII Festival Internacional de Música Colonial Brasileira realizado em Juiz de Fora (MG), aperfeiçoando-se nas áreas de Composição (com o professor Harry Crow) e de Análise e Estruturação Musical (com o professor Sérgio Dias). Participou, também, dos cursos de Musicologia e de Restauração de Partituras.

No ano seguinte, participou do III Encontro Nacional de Professores de Piano realizado na Escola de Música e Belas-Artes do Paraná e do II Seminário para Professores de Piano sobre Técnicas de Ensino para Alunos Deficientes, sob a coordenação do professor José Júlio Stateri.

Em 1998, participou do IX Festival Internacional de Música Colonial Brasileira, fazendo aperfeiçoamento de piano clássico com o professor Antonio Bezzan. Após o festival, continuou seus estudos de técnica com esse professor, em aulas particulares.

É autor de mais de 200 peças populares e clássicas, dentre as quais constam trilhas sonoras para peças de teatro, missas e músicas sacras e natalinas com arranjos para várias vozes.

Acumula as funções de diretor-geral, diretor técnico e professor (em diversas áreas) do Conservatório Dramático e Musical Maestro Antonio Carlos Jobim, fundado em julho de 1995 em Guaratinguetá (SP).

Atua em recitais solo e acompanhando outros artistas, além de apresentar-se em restaurantes e bares divulgando suas músicas.

Faz parte da Orquestra Câmara Música de Taubaté.

Trabalha, como instrumentista e arranjador, no Mídia Studio de Guaratinguetá (SP). Compôs mais de 200 peças populares e clássicas, dentre as quais constam trilhas sonoras para peças de teatro, missas e músicas sacras e natalinas com arranjos para várias vozes.  Acumulou, até 2005, as funções de diretor-geral, diretor técnico e professor (em diversas áreas) do Conservatório Dramático e Musical Maestro Antônio Carlos Jobim, fundado em julho de 1995 e, Guaratinguetá (SP). Depois, assumiu o posto de maestro assistente do PEMSA – Projeto de Educação Musical do Santuário de Aparecida. O projeto foi financiado pela Campanha dos devotos do santuário nacional de Aparecida.  Fez parte da Orquestra Câmara Música de Taubaté até 2008. No mesmo ano, encerrou suas atividades como instrumentista e arranjador no Mídia Studio de Guaratinguetá.  Lançou os CD´s “Nos astros”, “Valsas brasileiras”, “Brasil: modinha, chorinho e bossa nova”, “Maria, derrama sua benção” e “Tempo de despertar”, os últimos financiados pelo Santuário nacional. 

Mais visitados
da semana

1 Jorge Portugal
2 Renato Barros
3 Mayck e Lyan
4 Festival MPB 80 (Rede Globo)
5 Leo Canhoto e Robertinho
6 Noel Rosa
7 Tiee
8 Sivuca
9 Elizeth Cardoso
10 Renato e Seus Blue Caps