Busca:

Jota Moraes

João do Amor Divino Moraes Pontes
21/5/1948 Caçapava, SP

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Iniciou sua carreira profissional aos 12 anos de idade, tocando vibrafone, ao lado dos irmãos, no conjunto The Brother's Quartet.

Durante os anos 1960, atuou em bares de São Paulo.

Entre 1970 e 1975, trabalhou em conjuntos de baile no interior paulista.

Em 1973, integrou, como músico, arranjador, compositor e diretor musical, a equipe do Projeto Saci, que visava à alfabetização do Nordeste através do rádio e televisão, criando e executando mais de 600 composições.

Em 1976, foi convidado para integrar o quarteto de Vitor Assis Brasil, tendo participado da gravação do último disco do saxofonista, "Pedrinho".

Ao final da década de 1970, trabalhou na área publicitária.

A partir de 1977, passou a participar, como arranjador e instrumentista, de gravações e shows de Ivan Lins, Elizeth Cardoso, Simone, Caetano Veloso, Emílio Santiago, Elis Regina, Gal Costa, Maria Bethânia, Erasmo Carlos, Leila Pinheiro, Chico Buarque, Nana Caymmi, Djavan, Fagner, Miúcha, Joanna, Rosana, Guilherme Arantes e Zizi Possi, entre outros, tendo acompanhado, durante 12 anos, como arranjador, instrumentista, produtor e diretor musical, o compositor e cantor Gonzaguinha. Atuou, ainda, com artistas e grupos do pop-rock, como Paralamas do Sucesso, Martina, Legião Urbana, Paula Toller, Marcelo D2, Raul Seixas e Ed Motta; da música instrumental, como Luiz Bonfá, Claudio Roditt, Pascoal Meirelles, José Roberto Bertrami e Lee Ritenour; e do samba e do pagode, como Alcione, Martinho da Vila, Fundo de Quintal, Arlindo Cruz & Sombrinha, Neguinho da Beija-Flor, Negritude Jr. e Só Pra Contrariar.

Participou de eventos internacionais, como Festival da Juventude de Moscou (1985), Carifiesta de Havana (1979), Bienal de Havana (1979), Festival da Costa Rica (1986), Festival de Jazz de Montreux (1986), Festival de Jazz de Berlim (1982), Festival de Jazz de Assunção (1996) e Festival de Jazz do México (1992).

Em 1980, gravou seu primeiro disco solo, "Jota Moraes", considerado um dos 10 melhores do ano.

A partir de 1989, passou a integrar o Azymuth. Atuou com o grupo durante três anos, tendo participado de turnês internacionais e da gravação dos discos "Tudo bem" (1989) e "Curumim" (1990).

Nos anos 1990, criou trilhas sonoras para cinema, além de ter sido responsável pelos arranjos do musical e do CD "Elas por ela", de Marília Pêra.

Compositor instrumental, tem músicas gravadas por Robertinho Silva, Mauro Senise, Pascoal Meirelles, Chiquinho do Acordeon, Claudio Roditi, Azymuth, Cama de Gato, Yuka Kido e Grupo Garage.

Ministrou cursos de teclados no XVIII Curso Internacional de Verão da Escola Nacional de Música de Brasília, quando foi executada em primeira audição a peça "Fantasia Popular", de sua autoria, sob a regência do maestro argentino Carlos Giraudo.

Atuou ao lado de Paulo Moura no projeto "Tributo a Tom & Gershwin", apresentado em várias cidades brasileiras e em Israel. O show foi gravado ao vivo e lançado em CD.

É um dos integrantes do grupo instrumental Cama de Gato.

Em 2000, tornou-se membro votante da National Academy of Recording Arts & Sciences (Naras).

Em 2005, lançou, com Mauro Senise, o CD "Tempo caboclo". Nesse mesmo ano, os dois instrumentistas registraram o lançamento do disco com show na Sala Cecília Meireles (RJ). O espetáculo contou com a participação de, Rozana Lanzelotte, Paulo Russo e a Orquestra Rio Strings.

Ao lado de André Neiva (arranjos e baixo elétrico), Mauro Senise (sax e flauta), Pascoal Meirelles (arranjos e bateria) e Mingo Araújo (percussão), seus companheiros do Cama de Gato, apresentou-se, em 2012, no Casarão Ameno Resedá (RJ), comemorando 25 anos de carreira do grupo, com um repertório composto dos principais sucessos do conjunto e ainda antecipando três inéditas do disco seguinte.

Mais visitados
da semana

1 Nelson Cavaquinho
2 Noel Rosa
3 Tom Jobim
4 Gerlane Lops
5 Hermeto Pascoal
6 Dorival Caymmi
7 Elza Soares
8 Cat Dealers
9 Chitãozinho e Xororó
10 Luiz Gonzaga