Busca:

Jorge Cardoso

Jorge Antônio Cardoso Moura
5/11/1969 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Na comemoração dos 60 anos do Conservatório Pernambucano de Música, em 1990, foi solista no "Concerto para Bandolim e Orquestra 'Retratos'", do maestro brasileiro Radamés Gnattali, tocando com

a Sinfônica de Recife. Também nos anos 90, tocou no "Concerto para Bandolim e Orquestra", dedicado a Jacob do Bandolim, também de autoria de Radamés Gnattali, com a Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho, em Fortaleza.

Estreou em disco tocando cavaquinho no CD "Pernambuco's music", do grupo Oficina de Cordas de Pernambuco, gravado em 1993, pelo selo Nimbus Records. No ano seguinte, gravando pela primeira vez com o bandolim, participou do CD "Viagem musical pelo Nordeste do Brasil", da gravadora francesa Alvidis.

Participou de vários CDs de artistas cearenses, como os trabalhos de Fausto Nilo e Fagner.

Seu primeiro disco "Som de bandolim", lançado em 1996, foi citado pela Revista Roda de Choro como um dos mais votados para melhor disco de choro de 1996, ao lado de mestres como Altamiro Carrilho e Zé Menezes, além de ser indicado para o "Prêmio Sharp" do mesmo ano. No disco, participam Maurício Carrilho, Tony, Luciana Rabello, Jorginho, Paulo Sérgio Santos e João Lyra. Aplaudido pelo público de várias cidades brasileiras, reconhecido por autoridades da música como Capiba, Paulinho da Viola e Armandinho, e reverenciado pela imprensa, foi selecionado para o "Prêmio Sharp de Música" , na categoria "Revelação Instrumental", e também para o prêmio "Dragão do Mar de Arte e Cultura", na categoria "Música Popular", ambos em 1998.

No ano de 1999, realizou shows com Hermeto Pascoal, Leandro Braga, com o pianista norte-americano Kiff Korman, Altamiro Carrilho, Lula Galvão, Conjunto Choro Livre, Conjunto Dois de Ouro de Brasília, e outros nomes de grande importância da música popular brasileira instrumental.

Participou do CD "Os bambas do bandolim", pela Kuarup, ao lado de Rossini Ferreira, Isaias de Almeida, Ronaldo Silva, Déo Rian, Bruno Rian, Hamilton Holanda, Reco do Bandolim, Pedro Amorim e Joel do Nascimento.

Em 2001, com sua composição "Balançadinho", ganhou o primeiro lugar no "Chorando no Rio", festival de choro do Estado do Rio de Janeiro. O evento foi promovido pelo MIS (Museu da Imagem e do Som) na Sala Cecília Meirelles e transmitido para todo o Brasil pela TVE, com apresentação e roteiro de Ricardo Cravo Albin.

Como instrumentista, tocou com Zé Menezes, Henrique Cazes, Joel Nascimento, Cristóvão Bastos, Zé da Velha, Silvério Pontes, Luciana Rabello, Época de Ouro, Oficina de Cordas de Pernambuco, Déon Rian, Trio Madeira Brasil e Dino Sete Cordas.

No ano de 2002, o disco do "Festival Chorando no Rio" foi lançado pela gravadora CPC-UMES e distribuído pela Rob Digital.

Em 2003 apresentou-se com o Trio E.M.B no Auditório Carlos Galvão, na Escola de Música de Brasília, DF.

No ano de 2004 com o grupo Jorge Cardoso Quarteto participou do "XV Festival Internacional de Musica de Pulso y Púa - Ciudad de Cristal", na cidade espanhola de La Coruña. O evento reunia todos os anos instrumentistas do mundo inteiro, entre eles o Dúo Concertino, Tania & Valeri Ossipov - (Rússia); Irina Kazimirskaya & Trio Adaggio de Logroño - (Espanha); Trovadores do Liz (Portugal); Romance - Grupo de Fado de Coimbra - (Portugal) e a Orquestra Juvenil "Antonio Gonçalves", da "Agrupación Musical Albéniz" de La Coruña. O Jorge Cardoso Quarteto era integrado por Félix Júnior (violão de sete), Pedro Vasconcelos (cavaquinho) e Sandro Araújo (percussão).

Mais visitados
da semana

1 Demônios da Garoa
2 Sivuca
3 Tom Jobim
4 Noel Rosa
5 Franco Scornavacca
6 Milton Nascimento
7 Tiee
8 Vinicius de Moraes
9 Luiz Gonzaga
10 Gonzaguinha