Busca:

Johnny Alf

Alfredo José da Silva
19/5/1929 Rio de Janeiro, RJ
4/3/2010 Santo André, SP

Biografia

Compositor. Cantor. Instrumentista (pianista).

Filho de um cabo do exército, que faleceu em 1932. Sua mãe, viúva, foi trabalhar em uma casa de família na Tijuca e o criou sozinha. Começou a estudar piano aos nove anos, com a professora Geni Borges (amiga da família com a qual sua mãe trabalhava). Após o início na música (...)

[Saiba Mais]

Dados Artísticos

Em 1952, através de Dick Farney e Nora Ney, foi contratado como pianista da Cantina do César, de propriedade do radialista César de Alencar, dando início à sua carreira profissional. Ali, a atriz Mary Gonçalves ia lançar-se como cantora e escolheu três composições suas: "Estamos sós", "O que é amar" e "Escuta", para (...)

[Saiba Mais]

Obras

  • Acorda, Ulysses
  • Ai saudade (c/ Rômulo Gomes)
  • Ama-me (c/ Ary Francisco)
  • Anabela
  • Anunciação
  • Arpoador (c/ Rômulo Gomes)
[Saiba Mais]

Discografia

  • (2011) 100 Anos de Música Popular Brasileira (vários artistas) – participação – Instituto Cultural Cravo Albin/Discobertas – Box com 4 CDs duplos
  • (2006) Mais um som (Johnny Alf) • Guanabara Records
  • (2005) Bossa Nova in Concert (Vários artistas) - participação • EMI Music
  • (2004) Tropique Samba Lounge – Samba e amor (Vários artistas) - participação • Dubas Música
  • (2003) Joyce Bossa Duets (Joyce) - participação • Sony Music
  • (2003) Moderna Nostalgia Brasil (Vários artistas) - participação • Dubas Música
[Saiba Mais]

Bibliografia Crítica

  • ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Rio de Janeiro: Rio de Janeiro: Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006.
  • AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio Editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014.
  • REPPOLHO. Dicionário Ilustrado de Ritmos & Instrumentos de Percussão. Rio de Janeiro: GJS Editora, 2012. 2ª ed. Idem, 2013.
[Saiba Mais]

Crítica

É claro que Johnny não só ouvia tudo isso. Ele cantava e reinventava toda a fossa à sua maneira. Uma maneira, digamos para simplificar, muito mais ao estilo Dick Farney do que ao estilo Nelson Gonçalves.

Sérgio Porto, fã declarado de Alf, me disse certa vez que toda a história da bossa nova começou com ele, a quem considerava (...)

[Saiba Mais]

Mais visitados
da semana

1 Noel Rosa
2 Leo Canhoto e Robertinho
3 Hermeto Pascoal
4 Caetano Veloso
5 Festivais de Música Popular
6 Nelson Cavaquinho
7 Chico Buarque
8 Elza Soares
9 Tom Jobim
10 Jorge Benjor