Busca:

Joaquim Antônio Naegele

Joaquim Antônio Naegele
02/6/1899 Santa Rita do Rio Negro, RJ
Circa 1995 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Compositor, deixou mais de 300 obras compostas entre dobrados, hinos e peças diversas para bandas de música. Tornou-se conhecido na Baixada Fluminense e na própria cidade do Rio de Janeiro como regente e professor de música. Foi responsável pela formação de inúmeros músicos profissionais. Ao longo de 25 anos atuou à frente da Sociedade Musical e Beneficente Friburguense. Em 1942, radicou-se no Rio de Janeiro. Em 1951, criou, no bairro carioca do Méier, a Sociedade Musical Flor do Ritmo, que foi mantenedora de orquestra, regional e da famosa Banda do Méier. Em 1959, seu dobrado "Janjão" foi gravado pela Banda da Força Pública do Estado de São Paulo para o LP "Em parada", da gravadora Copacabana. Em 1963, a mesma obra recebeu nova gravação, por Altamiro Carrilho e sua bandinha para o LP "Recordar é viver Nº 3", da gravadora Copacabana. Em 1966, houve outra gravação daquela obra por Altamiro Carrilho, no LP "Altamiro Carrilho e sua bandinha no Largo da Matriz", da gravadora Copacabana. Em 1983, o referido dobrado foi incluído no LP duplo "Banda de música - De ontem e de sempre", lançado pela Fenab, Federação Nacional de Bancos, sendo interpretado por uma banda especialmente composta para este trabalho e que contou com arranjos de Osvaldo Pinto Ribeiro, o Vavá, e regência do maestro Luiz Gonzaga Carneiro, o Gonzaguinha. Em 1983, então com 84 anos de idade continuava em atividade dando aulas de música.

Mais visitados
da semana

1 Durval e Davi
2 Tiee
3 Vinicius de Moraes
4 Gilberto Monteiro
5 Martha Rocha
6 Creone e Barrerito
7 Festivais de Música Popular
8 Luiz Gonzaga
9 Alceu Valença
10 Mayck e Lyan