Busca:

Jó Reis

Josenildo Reis dos Santos
26/3/1968 Recife, PE

Dados Artísticos

Em 1994, logo após chegar ao Rio de Janeiro, foi convidado pelo cantor e compositor Marquinhos Moura a integrar a banda que o acompanhou por uma turnê na cidade de Tóquio, no Japão. No ano seguinte, em 1995, ao retornar ao Brasil, passou a atuar com vários artistas nacionais. No ano 2000 acompanhou a cantora e compositora carioca Arícia Mess no lançamento do seu CD "Cabeça coração", no programa "Jó Soares Onze e Meia", em São Paulo. Em 2003, ao lado de outros artistas como Carlos Dafé, Lúcio Sherman, Rosy Aragão, Chiquinho Maciel, Stanley Netto, MPBlack, Sirley Ferrari, Marcelinho Ferreira, Kauãn Lucena, Ney Gouvêa, Johnny Maestro, Rubens Cardoso e Euclides Amaral, participou da coletânea "Quem são os novos da MPB?", lançada pelo selo Puro Som, no qual interpretou de sua autoria a composição "Viva a sua vida", com arranjo e produção musical do guitarrista Marcelinho Ferreira. No CD também foi incluída a faixa "Cheiro de menina" (Jonas Ribas e Massarico) com o Bando Trololó, grupo do qual fazia parte como percussionista e cantor, também integrado por Jonas Ribas (voz e triângulo), Massarico (acordeom), Zé Ramos (zabumba) e Lorival (baixo). Ainda neste disco atuou como percussionista nas faixas "Ah! Quem me dera" (Chiquinho Maciel, Jorge Bodart e Renato Carvalho) e "As flores", de Marcelinho Ferreira. O show de lançamento do CD aconteceu na Lona Cultural João Bosco, em Vista Alegre, subúrbio do Rio de Janeiro e contou com a participação dos integrantes da coletânea e ainda das participações especiais de Carlos Dafé, Gérson King Combo, Reppolho, Luzia Motta, Zambumbeat e Rose Ventura. Neste mesmo ano atuou como cantor e percussionista em diversos lançamentos do disco em vários locais, entre eles: Centro Cultural Carioca (c/ Carlos Dafé, Luzia Motta, Euclides Amaral, Marko Andrade, Rose Ventura, Bando Trololó e Robison Farah, entre outros) e no Teatro do Sesi Graça Aranha, ao lado de Alex Guedes, Banda Sabotagem, Luzia Motta, Carlos Dafé, Lúcio Sherman e Euclides Amaral, entre muitos outros. No ano posterior, em 2004, integrando o Bando Trololó, fez temporada de shows na Lona Cultural João Bosco, em Vista Alegre. Por essa época, começou como percussionista na banda de Moraes Moreira, com o qual passou a viajar por quase todas capitais do país. No ano de 2008, a convite de Moraes Moreira passou a atuar como na percuteria da banda do cantor, com o qual fez turnê por várias cidades nordestinas. Por essa época, deu ênfase à carreira solo criando o grupo Água de K'cimba, montando o espetáculo autoral "Jó Reis & Água de K'cimba", com o qual se apresentou em vários palcos cariocas. Passou a integrar a banda da cantora Amelinha, com quem realizou vários shows pelo Brasil em turnê. No ano de 2012 passou a trabalhar como percussionista da banda FORFUN, em turnê pelo Brasil, com a qual realizou vários shows para preparação do primeiro DVD, que aconteceu neste mesmo ano em show no Circo Voador, na Lapa, bairro boêmio do Rio de Janeiro. No ano de 2014 o percussionista e cantor Reppolho lançou o CD "Batukantu", no qual incluiu a faixa "Céu de Madureira", parceria com Reppolho e Euclides Amaral, interpretada por Mario Broder e Reppolho, disco no qual trabalhou como baterista em duas faixas. O CD foi lançando em show no Centro Cultural Justiça Federal, fazendo parte da banda de acompanhamento ao lado de Carlito Gepe (baixo), Leandro Freixo (piano) e Márcio Souza (violão e guitarra). Neste mesmo ano de 2014 fez parte da banda de Reppolho para o lançamento do CD "Batukantu" no Centro Municipal de Referência da Música Carioca Artur da Távola, na Tijuca, Zona Norte do Rio de Janeiro. No ano seguinte, em 2015, voltou a fazer parte da banda de acompanhamento do cantor e percussionista em show no SESC Ipiranga, em São Paulo. Ainda em 2015 apresentou o show solo, com várias composições próprias, "Jó Reis & Água de K'acimba", no projeto "Som da Terra", do Sesc Nova Iguaçu, acompanhado pela banda Água de K'acimba, integrada por Igo Santiago (guitarra), Carlito Gepe (baixo e arranjo) e Dodô Vicente (acordeom), além do próprio artista na voz, percussão e arranjos. No show recebeu como convidados especiais o tio, o percussionista Reppolho, e o poeta Euclides Amaral. Neste mesmo ano de 2015, como baterista, apresentou-se em vários eventos como integrante da banda de Moraes Moreira. Durante a carreira como músico (baterista e percussionista) integrou diversas bandas e grupos, destacando-se Bob Marley Cover, Onda R, Cana Caiana, Bicho Solto, Banda Cover do Santana, Cacau Vargas e os Meio Amargos e FORFUN. Também fez parte das bandas de acompanhamento de artistas variados, entre os quais Amelinha, Reppolho, Dom Luis Rasta, Valdir Afonjah e César Nainne. Participou como percussionista e/ou baterista de CDs como "Boi dos Cajueiros", de Nélio Torres" e "Cabeça de Galo", do pernambucano Ednaldo Lima, e ainda "Batukantu", de Reppolho, entre muitos outros.

Mais visitados
da semana

1 Tiee
2 Pixinguinha
3 Luiz Gonzaga
4 Eumir Deodato
5 Raul Seixas
6 Nelson Gonçalves
7 Garoto
8 Elza Soares
9 Dorival Caymmi
10 Caetano Veloso