Busca:

Jacob do Bandolim

Jacob Pick Bittencourt
14/2/1918 Rio de Janeiro, RJ
13/8/1969 Rio de Janeiro, RJ

Crítica

Numa das reuniões do Conselho de Música Popular que eu presidia no MIS dos anos 60, convidei o Jacob para participar da mesa como secretário-geral. Jacob envergava uma camisa listrada bem italiana, o que me levou à asneira de fazer uma brincadeira de certo mau gosto: “E agora, senhores, diretamente de Veneza, o gondoleiro Jacob del Mandolino!”

Mais zangado que de bom humor, o grande músico aproveitou para fazer um discurso quase irado, apenas para reafirmar os seguintes pontos: 1) ele se orgulhava de só tocar sambas e chorinhos; 2) ele se considerava ainda mais nacionalista que o Ary Barroso; 3) e, finalmente, ele até preferia que o chamassem de Zezinho ou Mané do Bandolim em vez do hebraico Jacob.

Jacob do Bandolim era exatamente isso: uma bomba de talento e gênio a explodir, movida por qualquer coisa capaz de lhe provocar emoção.

Nada lhe acendia tão intensamente o lendário pavio curto que o simples ato de tocar o seu minúsculo instrumento, menor ainda quando empunhado por aquele gigante de ventre avantajado.

Fui testemunha de vários dos seus grandes momentos nos anos 60: o primeiro infarto, ao meu lado no Clube de Jazz e Bossa; as reuniões acaloradas no nosso conselho de MPB; a briga com o Luperce Miranda. Desses acontecimentos todos não posso deixar de lembrar aquele que gerou a edição dos históricos elepês que eu, pessoalmente, produzi a partir do show de Elizeth, Zimbo e Jacob para o MIS, no Teatro João Caetano. Jacob simplesmente não admitia que os discos saíssem pela gravadora de Elizeth. O Jacob queria porque queria que a RCA, de que ele era contratado, editasse os discos.

Dois meses depois de um grande imbróglio, quem ganharia a questão? Jacob, naturalmente, que dobrou tudo e a todos. Por causa de seu vozeirão, sua potência e insistência. Mas, sobretudo, pelo gênio avassalador que todos nele reconhecíamos.



Ricardo Cravo Albin

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Festivais de Música Popular
3 Chico Buarque
4 Caetano Veloso
5 Música Sertaneja
6 Dorival Caymmi
7 Hermeto Pascoal
8 Música Junina
9 Noel Rosa
10 Gonzaguinha