Busca:

Inez Viana


Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

No ano de 1987 estrelou o musical “Gardel - Uma Lembrança”, sob a direção de Aderbal Freire Filho.
Em 1991 ganhou o prêmio de “Melhor Atriz de Teatro” por sua atuação em “Uma Aventura Carioca” de Caio de Andrade.
Em 1999 dirigiu o documentário “Cavalgada à Pedra do Reino”, baseado no romance de Ariano Suassuna e exibido pelo Canal Multishow.
Participou do musical “A flor do samba”, de Gustavo Gasparini, apresentado na casa Mistura Fina, no Rio de Janeiro.
Em 2000 ganhou o “Prêmio Millênium de Televisão” por seu trabalho na novela “Laços de Família”, da Rede Globo.
Nos anos de 2000 e 2001 ficou em cartaz com o musical “Cole Porter – Ele nunca disse que me amava”, de Charles Möeller e Claudio Botelho, no qual interpretou a mãe do compositor estadunidense.
Em 2002 protagonizou o musical “Elis - Estrela do Brasil”, dirigido por Diogo Vilela e apresentado nos CCBBs do Rio de Janeiro e de São Paulo.
Participou do projeto “Mulher canta samba”, ao lado de Cristina Buarque e Verônica Sabino, apresentado na Sala Sidney Muller, no Rio de Janeiro.
Em 2004 atuou no espetáculo “Orlando Silva - O Cantor das Multidões”, de Tuca Andrada.
Em 2006 participou da novela “Páginas da Vida”, da Rede Globo.
Em 2007 estrelou a peça “A mulher que escreveu a bíblia”, texto de Moacyr Scliar adaptado por Thereza Falcão.
Em 2009 participou do musical “Sassaricando - E o Rio Inventou a Marchinha”, de Claudio Botelho e Charles Möeller.
Em 2012 lançou, pelo selo Fina Flor, o CD “Samba no Teatro”, com participações de Sergio Britto em “Tatuagem” (Chico Buarque e Ruy Guerra), Pedro Miranda em “No tabuleiro da baiana” (Ary Barroso) e Chico Buarque em “Biscate” (Chico Buarque). O disco, produzido por João Callado, incluiu um repertório de 12 sambas criados entre os anos de 1914 e 2005, dentre os quais “O forrobodó” (Chiquinha Gonzaga), “Tipo zero” (Noel Rosa), “Eu e o meu amor” (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), “Pop pop popular” (Eduardo Dussek), “Cacilda” (José Miguel Wisnik).
Em 2013 realizou uma temporada do show “Samba no Teatro”, no SESC de Copacabana, no Rio de Janeiro. O espetáculo produzido por Claudia Marques, com direção musical de João Callado, contou com a participação do cantor Pedro Miranda.
No teatro, trabalhou com vários diretores como, dentre os quais Aderbal Freire, Enrique Diaz, Miguel Fallabela, João Moreira Salles, Jorge Fernando, Cécil Thiré, Sérgio Britto, Domingos Oliveira, Luiz Antônio Martinez Correa.
Atuou em mais de 20 peças, novelas, filmes e shows.

Mais visitados
da semana

1 Geraldo Pereira
2 Dorival Caymmi
3 Caetano Veloso
4 Noel Rosa
5 Tom Jobim
6 Hermeto Pascoal
7 Roberto Luna
8 Jorge Goulart
9 Francisco Mignone
10 Luiz Gonzaga