Busca:

Henry Lentino

Henry Nichel Lentino
7/4/1977 Porto Alegre, RS

Não deixe de ver:

Dados Artísticos

Aos 11 anos de idade, integrou o grupo Reminiscências, liderado por seu professor Luis Machado na Escola de Música Teclas e Cordas, apresentando-se em diversos lugares do Rio Grande do Sul e nos Estados Unidos.
Acompanhou e gravou com artistas locais na sua adolescência, como Ilse Lamberth, Muni, Lúcio do Cavaquinho, Márcio Celli, Plauto Cruz, professor Darci, entre outros. Nessa mesma época acompanhou diversos artistas do Clube do Choro de Porto Alegre.
Aos 14 anos de idade compôs seu primeiro choro, conquistando o 3º lugar no “Festival de Choro de Porto Alegre” e a indicação de “Revelação” no “Prêmio Açorianos”, um dos principais da cidade, no qual participou do show “Mulher”, acompanhando a cantora Gisele Rodrigues.
No ano de 2001, formou o grupo de choro “Tira Poeira”, ao lado de Caio Márcio, Samuel de Oliveira, Fábio Nin e Sérgio Krakowski. Com o grupo, participou da gravação do CD/ DVD “Brasileirinho”, da cantora Maria Bethânia. Em 2003 se apresentaram no “TIM Festival” e em países como Portugal, Haiti, Paraguai e Uruguai.
Em 2004 participou da gravação do CD “Canção transparente” de Olívia Hime, lançado pelo selo Biscoito Fino.
Em 2008 se apresentou com a Orquestra Petrobras Sinfônica e Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (OSPA) no “Concerto das Mil Vozes”, realizado no Theatro Municipal do Rio de Janeiro e na Praia de Copacabana, em homenagem ao compositor Müller.
Em 2011 participou, ao lado dos músicos Valter Silva e Diego Zangado, o CD “Diálogos de um chorão”, que contou com as faixas “Saliente” (Jacob do Bandolim), “Naquele tempo” (Pixinguinha e Benedito Lacerda), “Valter no pop”, “Poromandinho” e “Diálogo para um mestre” (Henry Lentino), “Risque” (Ary Barroso), “Espinha de bacalhau” e “Batendo a porta” (Severino Araújo de Oliveira), “Linha de passe” (João Bosco, Aldir Blanc e Paulo Emílio). O disco, de cujo nome foi inspirado nos “Diálogos” de Platão, foi lançado pelo selo Biscoito Fino.
Gravou nos discos “Filosofia” (2000), do cantor e compositor Zé Renato; “Cartografia Musical Brasileira” (2001); “Caio Márcio” (2004); “Pirata” (2006) e “Que falta você me faz”, da cantora Maria Bethânia; “Correnteza” (2009), do cantor e compositor Edu Krieger; entre outros.
Como instrumennista, apresentou-se ao lado de artistas como Lenine, Zélia Duncan, Beth Carvalho, Pepeu Gomes, Yamandú Costa, Guinga, Hamilton de Holanda, Nelson Sargento, Noca da Portela, Teresa Cristina, Ana Costa, Gabriel Grossi, B Negão, Zé da Velha e Silvério Pontes, Roberta Sá, Zé Paulo Becker, Farofa Carioca, grupo Época de Ouro, Paulo Sérgio Santos, entre outros.

Mais visitados
da semana

1 Noel Rosa
2 Bibi Ferreira
3 Chitãozinho e Xororó
4 Nelson Cavaquinho
5 Hermeto Pascoal
6 Tom Jobim
7 Gerlane Lops
8 Cat Dealers
9 Luiz Gonzaga
10 Dorival Caymmi