Busca:

Henrique e Juliano



Dados Artísticos

Henrique - Ricelly Henrique Tavares Reis - 28/5/1989 - Palmeirópolis, TO
Juliano - Edson Alves dos Reis Júnior - 27/11/1990 - Palmeirópolis, TO Cantores. Compositores. Dupla sertaneja. Irmãos. Começaram a cantar juntos desde a infância, incentivados pelo pai.  Influenciados, segundo eles próprios, pela dupla João Paulo & Daniel, começaram a se apresentar em rádios da cidade onde nasceram  Quando ambos cursavam o Ensino Médio, Henrique com 17 anos e Juliano com 16, conheceram a dupla Maykel & Marcel, que os incentivou, repassando-lhes sua experiência de apresentações em Goiânia (GO).  A partir de então, passaram a concorrer em festivais de duplas na cidade de Palmas (TO), conseguindo a segunda colocação em um deles.  Cursando o primeiro período da faculdade de Direito e no seu primeiro emprego, Henrique conseguiu, através da ajuda de amigos, que a dupla fizesse a abertura da festa "Balada Sertaneja", que contou com a presença de artistas de envergadura nacional.  Gravaram na sequência um CD acústico ao vivo, registrado numa festa particular, sem recursos necessários para uma boa gravação. Mesmo assim, conseguiram repercussão na capital tocantinense.  Em 2012, assinaram contrato com o escritório artístico Work Show, que na época também agenciava nomes como João Neto & Frederico e Marcos & Fernando.  Nessa mesma época, gravaram seu segundo CD, produzido pelo maestro Pinócchio, um dos maiores nomes da música sertaneja. O CD obteve êxito com o arrocha “Vem novinha”, que conseguiu alto índice de execuções em estados como Goiás e Tocantins.  Em 2013, foram contratados pela gravadora Som Livre, e lançaram o DVD “Ao vivo em Palmas“, cuja principal música de trabalho foi “Não to valendo nada”, que teve participação especial da dupla João Neto & Frederico e foi um dos principais sucessos do segmento sertanejo universitário nesse ano. Em 2014, apontados como um dos maiores destaques no momento do sertanejo universitário, e com uma média de 16 apresentações mensais, lançaram o DVD “Ao vivo em Brasília”, pela Som Livre, gravado no Estádio Mané Garrincha. O álbum apresentou 22 músicas, muitas delas românticas, e obteve sucesso nacional com “Até Você Voltar", “Cuida bem dela” e "Pra Que Juízo". Em 2015, suas gravações “Cuida bem dela”, “Até você voltar” e “Mudando de assunto” figuraram na lista das músicas mais executadas em todo o país, segundo a aferidora Crowley. Com o sucesso nacional, apresentaram-se em vários programas de alta audiência na televisão aberta e dispuseram de uma das mais requisitadas agendas da música brasileira no período. Em 2016, lançaram seu terceiro álbum ao vivo da carreira, “Novas Histórias”, pela Som Livre. De um repertório de 22 músicas, os destaques foram “Flor e Beija-Flor", que teve participação especial da cantora Marília Mendonça, e “Na hora da raiva”, um dos maiores sucessos da música sertaneja no ano, que ultrapassou 85 milhões de visualizações no site youtube.com.
No mesmo ano, com seus últimos sucessos, agenda lotada e alta popularidade no momento, foram os vencedores da 23ª Edição do Prêmio Multishow de Música, na categoria “melhor grupo”. Em 2017, lançaram o disco “O céu explica tudo”, seu quarto DVD da carreira. Lançado pela Som Livre e gravado ao vivo em São Paulo (SP),  o trabalho  apresentou apenas músicas inéditas, com destaque para “Vidinha de balada', “Bebida com saudade”, “De trás pra frente”, “Eu sei que cê volta” e a faixa-título.
Na época, possuíam uma das estatísticas de público mais alta entre artistas brasileiros, ultrapassando a marca de 40 mil pessoas por show.

Mais visitados
da semana

1 Hermeto Pascoal
2 Caetano Veloso
3 Dorival Caymmi
4 Noel Rosa
5 Luiz Gonzaga
6 Tom Jobim
7 Festivais de Música Popular
8 Candeia
9 João Gilberto
10 Música Brega