Busca:

Hamleto Stamato

Hamleto Stamato Júnior
4/2/1968 Bebedouro, SP

Dados Artísticos

Em 1984, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde ingressou na universiade. Em 1988, iniciou sua carreira profissional.

Apresentou-se no exterior e atuou em estúdio, até lançar, em 2003, seu primeiro CD, "Speed samba jazz", atuando ao piano e assinando os arranjos e a direção musical, ao lado de Nei da Conceição (baixo) e Wilson Meireles (bateria). O disco é o primeiro lançamento do selo BR Plus, estúdio criado em parceria com Paulo Henrique Castanheira, com quem vem atuando em produções como "Fama" e "Criança Esperança" (Rede Globo), entre outros projetos. No repertório, apenas uma composição de sua autoria, "Tema da Academia", que fez parte da trilha da novela "Andando na nuvens" (Rede Globo), ao lado de clássicos do jazz, como "A Night in Tunísia" (Dizzie Gillespie), e da bossa nova, como "Manhã de Carnaval" (Luiz Bonfá e Antonio Maria), entre outras. Realizou show de lançamento do disco na Modern Sound e no Mistura Fina (RJ).

Em 2004, lançou, com seu trio, formado com Ney Conceição (baixo) e Erivelton Silva (bateria), o CD "Speed samba jazz 2", contendo, entre outras, a faixa "Chorinho pra ele", de Hermeto Pascoal, que contou com a participação do compositor, e ainda "Chovendo na roseira" (Tom Jobim), "Desafinado" (Tom Jobim e Newton Mendonça) e "Mas que nada" (Jorge Benjor), além de suas composições "Bossa para minhas meninas" e "Com salsa".

Em 2005, apresentou o repertório nos espaços cariocas Modern Sound, Mistura Fina e Drink Café. Nesse mesmo ano, lançou o CD “Speed samba jazz 3”, com suas composições “Que a gente faz” (c/ Paulo Henrique Castanheira) e “Nova”, além de “Why not” (Michel Camilo), “Triste” (Tom Jobim), “De bem com a vida” (Alberto Rosenblit), “On Green Dolphin Street” (Ned Washington e Bronislau Kaper), “My Romance” (Richard Rodgers e Lorenz Hart), “Ela é carioca” (Tom Jobim e Vinicius de Moraes), “Café com pão” (João Donato e Lysias Ênio), “Melancia” (Rique Pantoja), “The Days of Wine And Roses” (Henry Mancini e Johnny Mercer) e “Nothing Personal” (Don Grolnick).

Lançou, em 2008, o CD “Speed samba jazz – Gafieira Jazz”, com as faixas “Tema da Academia”, “Com salsa”, “Bossa pra Mimi”, “Cris”, “Bossa para as minhas meninas” e “Samba pra Mamá”, todas de sua autoria, além de “Brigas nunca mais” e “Chega de saudade”, ambas de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, “Baubles, Bangles And Beads” (George Forrest e Robert Wright), “Carinhoso” (Pixinguinha e João de Barro), “Summer of 42” (Michel Legrand), “Mas que nada” (Jorge Benjor), “Why not” (Michel Camilo), “Via Bangu” (Paulinho Trompete) e “A night in Tunisia” (Dizzie Gillespie).

Em 2011, lançou o CD “Speed Samba Jazz 4”, com suas composições “Temalu” e “Na Lapa”, além de “Softly as in a morning sunrise” (Oscar Hammerstein e Romberg), “Close your eyes” (Bernice Petkene), “The dolphin” (Luiz Eça), “If I were a Bell” (Frank Loesser), “Meditação” (Tom Jobim e Newton Menonça), “Seascape” (John Mandel), “The look of love” (Burt Bacharah e Hal David) e “If a should loose you” (Halph Rainger e Leo Robin).

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Eumir Deodato
3 Chico Buarque
4 Assis Valente
5 Noel Rosa
6 Dorival Caymmi
7 Tom Jobim
8 Lupicínio Rodrigues
9 Romildo
10 Caetano Veloso