Busca:

Hamilton Silva

Hamilton Silva
9/7/1925 Mauá, SP
4/11/1967 São Paulo, SP

Dados Artísticos

Por volta de 1945, foi para São Paulo, estudar com o professor Arnaldo Meirelles. Sempre buscando ampliar seus conhecimentos sobre o acordeom, estudou com outros mestres, até conhecer o maestro Fêgo Camargo, regente da orquestra da Rádio Tupy, no Programa da Saudade. Estudou 6 meses com ele. Nesse período, juntando-se aos irmãos Tabajara, formou o Trio Tabajara, com quem passou a a atuar como músico integrante da Rádio América. Mais tarde, quando o Trio Tabajara se desfez, passou a integrar o Programa da Saudade, como acompanhante da Orquestra Serenata. Sabendo, por essa época, da intenção dos amigos Zé Carreiro e Carreirinho de incluir um sanfoneiro na dupla, candidatou-se, sendo escolhido. Tocou com eles por um breve período, saindo, para substituir Nininho no Trio da Saudade, pois este foi tocar com Raul Torres e Florêncio. Com o Trio da Saudade, formado por ele, Neneti e Zé Pinhão, fez sua primeira gravação, tocando sua inseparável sanfona. O trio consagrou sucessos como a valsa "Nossa Senhora do Brasil", entre outros. Com o fim do Trio da Saudade, Indo Neneti cantar com Luizinho, trocando, inclusive, o nome para Limeira e Zé Pinhão formando o Conjunto Paraguaio, Hamilton juntou-se a Torrinha e Pinheirinho que já eram seus amigos de microfone na Rádio Record. Afinados no sentimento de serem os três paulistas, sertanejos e de origem humilde, batizaram o trio de Os Três Bandeirantes da B.9. Esta foi a formação mais estável da carreira de Hamilton Silva. O trio mereceu destaque em diversos jornais, revistas e rádios da época, viajou para outros estados e gravou, de uma só vez, 12 músicas, num total de 6 discos, pela Odeon. Entre os sucessos que consagraram estão"Mula Faxina", "Santa Izildinha"(O anjo do Senhor), "Zé Pretinho", "Devoção de pescador", "Formação do mundo", "Tapera da morte", Lamentos de um gaúcho", "Macho Pinhão" e a moda de viola "Artuélia", de Blota Júnior, incansável incentivador do trio. Já no fim de sua carreira, Hamilton teve uma página inteira dedicada a ele, em um número do Jornal Folha de Mauá, de sua cidade natal, em que ele mesmo conta várias ocorrências em sua trajetória artística, e, também, como homem do interior, do medo que sentiu quando teve que entrar num avião para ir gravar no Rio de Janeiro. O instrumentista faleceu em São Paulo, por assassinato, em 04 de novembro de 1967, deixando família e uma filha com 7 anos.

Mais visitados
da semana

1 Chico Buarque
2 Dorival Caymmi
3 Caetano Veloso
4 Música Sertaneja
5 Hermeto Pascoal
6 Luiz Gonzaga
7 Daniela Mercury
8 Tom Jobim
9 Noel Rosa
10 Festivais de Música Popular