Busca:

Garotos Podres



Dados Artísticos

Grupo de punk formado por Mau (voz e gaita), Mauro (guitarra), Sukata (baixo) e Português (bateria) no ABC paulista em meados da década de 1980. No ano de 1985, ao lado das bandas Ratos de Porão, Cólera, Vírus 27, Armagedom, Grinders, Espermogramix, Lobotomia, Auschwitz, Desordeiros e Homicídio Cultural participou da coletânea "Ataque Sonoro", lançada pelo selo paulista Ataque Frontal, LP no qual interpretou as faixas "Anarquia" e "Eu não sei o que quero". No mesmo ano, gravou o primeiro LP "Mais podres do que nunca", lançado pelo selo também independente Rocker. O disco teve uma tiragem inicial de 1.000 cópias, que se esgotou rapidamente. Uma segunda tiragem foi feita com 5.000 cópias, também com sucesso de vendas. O disco, elogiado pelo renomado jornal inglês New Musical Express, foi editado na Alemanha pelo selo Vynil  Boogie. Devido a problemas com gravadoras, o grupo acabou lançando discos em intervalos longos, porém regulares. Em 1988, lançou o LP "Pior do que antes", e, cinco anos depois, "Canções de ninar". Neste último, com duas músicas que chamaram a atenção por serem dedicadas a figuras públicas. A primeira, "Saddam Hussein is rock 'n' roll", era uma homenagem ao ditador iraquiano; a segunda, "Fernandinho veadinho", era dedicada ao ex-presidente Fernando Collor de Mello. Um dos grupos mais importantes do movimento punk brasileiro, ao lado dos Ratos de Porão, é considerados um dos mais antigos, tendo lançado em 1997 o CD "Com a corda toda", pelo selo Paradoxx.

Mais visitados
da semana

1 Luiz Gonzaga
2 Noel Rosa
3 Eumir Deodato
4 Chico Buarque
5 Dorival Caymmi
6 Assis Valente
7 Lupicínio Rodrigues
8 Tom Jobim
9 Geraldo Pereira
10 Romildo