Busca:

Gabriel Fontes



Dados Artísticos

De estilo romântico- brega, desenvolveu carreira artística nos anos 1980. Uma de suas primeiras composições gravadas foi "Volte amor", com Édson Vieira, lançada em 1980 por Édson Vieira, no LP "Sofredor apaixonado", da Chantecler. Gravou músicas de ícones da música brega, como Carlos André, Oseinha e Bartô Galeno. Em 1985, lançou, pela Musicolor/Continental, o LP "Gabriel Fontes", no qual interpretou as músicas "Eu te amo", parceria com Carlos André; "Me sinto tão só" e "Te quero bem", de Alcymar Monteiro e Carlos André; "Madalena", "Naquela pracinha", e "Como é que vai", parcerias com Oseinha; "Moreninha", com G. Duarte; "Meu coração é quem diz", de Bartô Galeno; "Foi por seu amor", com Vicente Filho; "Por causa de você", com Bartô Galeno e Carlos Mora; "Isto não pode acontecer", com Machadinho, e "Volte meu amor", com Reumar Barbosa. Em 1986, "Perdidamente apaixonado", com Don Pedrito e Machadinho, foi gravada por José Maurício, no LP "Doce paixão", da gravadora 3M. Em 1988, a música "Adeus", com Manoel Cordeiro, foi gravada por Franco Adelino, em disco da Gravasom. No mesmo ano, "Saudade do interior", com Marcelinho, foi gravada pelo cantor Marcelinho em disco Chantecler.

Mais visitados
da semana

1 Noel Rosa
2 Bibi Ferreira
3 Chitãozinho e Xororó
4 Nelson Cavaquinho
5 Hermeto Pascoal
6 Tom Jobim
7 Gerlane Lops
8 Cat Dealers
9 Luiz Gonzaga
10 Dorival Caymmi