Busca:

G. R. E. S. Unidos do Porto da Pedra



Dados Artísticos

Fundada a 3 de março de 1978, por Jorge Lambel, Jorge Bergara, Nei Sebastião da Silva (Lelêgo), Sebastião Bergara, Jarbas Ferreira, Pedro Celestino (Cabrinha) e Agenor de Queiroz (Nonô).  Suas cores são vermelho e branco e sua sede lodcaliza-se à Rua João Silva, 84, em Porto da Pedra, São Gonçalo. Segundo o livro "Carnaval - Seis Mil Anos de História", de Hiram Araújo, a escola nasceu de um time de futebol. Começou a desfilar em São Gonçalo, tendo como concorrentes a Mocidade de Boassu, Unidos do Marimbondo e Unidos de Amendoeiras. Filiada à Associação das Escolas de Samba de São Gonçalo, chegou a ser tetracampeã nos desfiles na cidade. Os patronos da escola são Jorge Lambel e Ubervaldo Sérgio. Em 1993, através de Jorginho do Império e Jorge Andrade, a escola filiou-se à Aescrj (Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro). Em 1994, disputou no Grupo de Acesso da Aescrj, obtendo o direito de passar para o Grupo 1. Em 1995, apresentou o enredo "Campos, Cidade em Busca da Felicidade", ganhando o título do Grupo 1, passando para o Grupo Especial. Seu presidente, em 1997, foi Nei Sebastião da Silva. Nos anos em que desfilou, sua colocação nos grupos, assim como os enredos foram: 1996, nono lugar no Grupo  Especial com o enredo "A Folia do Mundo - Um Carnaval dos Carnavais"; 1997, quinto lugar no Grupo Especial com o enredo "No Reino da Folia Cada Louco com sua Mania"; 1998, 14º lugar no Grupo Especial com o enredo "Samba no Pé e Mãos ao Alto, isto é um Assalto"; 1999, desfilou no Grupo A;  2000, desfilou no Grupo Especial conseguindo o 14º lugar, sendo rebaixada para o Grupo de Acesso; 2001, primeiro lugar no Grupo A com o enredo "Um Sonho Possível! Crescer e Viver Agora é Lei". Em 2002 a escola desfilou no Sambódromo com o samba-enredo "Serra acima, rumo à terra dos Coroados" de autoria de Evaldo Melodia, Ernesto do Cavaco e Beto Grande, puxado por Preto Jóia e com o qual a escola se classificou em 11º no Grupo Especial. No ano de 2003 desfilou com o samba-enredo "Os donos da rua, um jeitinho brasileiro de ser" de Dudu, Max Mendonça e Silva. Em 2004 a escola classificou-se em 11º lugar no Grupo Especial com o samba-enredo "Sou tigre, sou Porto, da Pedra à internet - mensageiro da história da vida do leva-e-traz" (Jorge Remédio, Paulinho Freitas e Luiz Pessanha) puxado por Preto Jóia. No ano de 2005 desfilou com o samba-enredo "Carnaval - festa profana", de J. Brito, Bujão e Franco, tendo como intérprete Luizinho Andanças, classificando a escola em sétimo lugar no Grupo Especial. Em 2006 com o samba-enredo "Bendita és tu entre as mulheres do Brasil", de Vadinho, Bento e Fernando Macaco, tendo como puxador Luizinho Andanças, a escola classificou-se em 12º lugar. No ano de 2007, no Grupo Especial, a escola classificou-se em 11º lugar com o samba-enredo "Preto e Branco a Cores", de David Souza, Fábio Costa, Francisco, William e Wagner. Em 2008 com enredo criado pelo carnavalesco Mário Borriello e  samba-enredo "Tem pagode no Maru! 100 anos de imigração japonesa", de David Souza, Fábio Costa e  Carlos Júnior, interpretado por Luizinho Andanças, a escola classificou-se em 11º lugar no Grupo Especial. No ano de 2009 a escola classificou-se em 10º lugar no Grupo Especial com a seguinte formação: presidente Uberlan Jorge de Oliveira; carnavalesco Max Lopes; diretor de harmonia Marcelo Varanda; mestre de bateria Tiago Diogo; rainha de bateria Valeska Popozuda; mestre sala Diego Falcão; porta bandeira Alessandra Bessa; comissão de frente Regina Sauer; enredo "Não me proibam criar, pois preciso curiar! Sou do país do futuro e tenho muito a inventar!"; autores do samba enredo Fabio Costa, David de Souza e André Félix; intérprete Luizinho Andanças. No ano de 2010 a escola classificou-se em 10º lugar no Grupo Especial com o samba-enredo "Com que roupa eu vou? Pro samba que você me convidou", dos compositores Bira, Porkinho e Heitor Costa, puxado na avenida por Luizinho Andanças. Em 2011 a escola desfilou com o samba -enredo "O sonho sempre vem pra quem sonhar", de Bira, Robinho, Diego Ferreiro e Porkinho, tendo como intérprete Luizinho Andanças, classificando-se em oitavo lugar no carnaval carioca daquele ano. No ano de 2012 a escola desfilou no carnaval carioca pelo Grupo Especial, classificando-se em 12º lugar com o samba-enredo "Da seiva materna ao equilíbrio da vida", de Vadinho, Fernando "Macaco", Tião Califórnia, Cici Maravilha, Bento, Denil e Oscar Bessa. A escola foi rebaixada par ao Grupo de Acesso A em 2013. No ano de 2015 a escola classificou-se em décimo primeiro lugar no Grupo de Acesso Série A.     BIBLIOGRAFIA CRÍTICA:   ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Rio de Janeiro: Edição Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006. AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio Editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014. 

Mais visitados
da semana

1 Tiee
2 Bruno e Marrone
3 Pixinguinha
4 Luiz Gonzaga
5 Eumir Deodato
6 Raul Seixas
7 Nelson Gonçalves
8 Garoto
9 Elza Soares
10 Ricardo Cravo Albin