Busca:

G. R. E. S. Unidos da Ponte



Dados Artísticos

Escola fundada a 3 de novembro de 1952 por Carmelita Brasil, Waldomiro Maximiliano Gonçalves, Antônio de Oliveira, Durval da Silva de Araújo, Cermilo de Oliveira, Gonçalves Lima e outros membros das famílias Macário e Oliveira.Tem na sua bandeira as cores azul e branca. Sua sede localiza-se à Rua Olaria, 78, São João de Meriti. Segundo Hiram Araújo, no livro "Carnaval - Seis mil anos de história", a escola desfilava inicialmente no município de São João de Meriti, consagrando-se campeã entre os anos de 1954 e 1956. Em 1957, por iniciativa de Carmelita Brasil - primeira mulher a dirigir uma escola de samba -, registrou seus estatutos, filiando-se à Associação das Escolas de Samba. A partir de 1959, passou a desfilar na Cidade do Rio de Janeiro. De 1959 a 1964, os enredos e os sambas foram de autoria de Carmelita Brasil. Em 1979, Edson Tessier foi eleito presidente e, com a colaboração de antigos dirigentes e novos adeptos, imprimiu um novo ritmo à agremiação: transferiu a quadra do bairro de São Mateus para o centro do município, colocando a escola no grupo principal em 1983, posição que ocupou até 1989. Suas principais colocações no Grupo Especial e seus respectivos enredos foram: 1993: décimo quarto lugar com o enredo "A face do disfarce"; 1994: décimo quinto lugar com o enredo "Marrom da cor do samba"; 1995: décimo quarto lugar com o enredo "Paraná - Esse estado leva a sério o meu Brasil"; 1996: décimo oitavo lugar com o enredo "As sombras da folia em alto-astral"; 1997: sexto lugar com o enredo "Da lata do lixo ao luxo da lata"; 1998: sexto lugar com o enredo "Quem pode pode no pagode se sacode"; 1999: desfilou no Grupo A; 2001: desfilou no Grupo A com o enredo "Em azul e branco meu coração se deixou levar", classificando-se em décimo lugar. No ano de 2002 classificou-se em 10º lugar no Grupo de Acesso.



BIBLIOGRAFIA CRÍTICA:



ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Edição: Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006, RJ.

AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008.

Mais visitados
da semana

1 José Camillo
2 Caetano Veloso
3 Moreno Veloso
4 Rodrigo Vellozo
5 Mayck e Lyan
6 Sivuca
7 Clara Nunes
8 Tiee
9 Jorge Portugal
10 Noel Rosa