Busca:

Fred Williams

Manoel Xisto
28/12/1926 Rio de Janeiro, RJ

Dados Artísticos

Considerado o segundo grande sucesso de gaitista no Brasil, logo depois de Edu da Gaita, fez sua estréia em discos pela Todamérica em 1954 gravando o maxixe "Buliçoso" e o baião "Adeus Jupira", de sua autoria. Contratado pela RCA Victor em 1956, gravou o maxixe "Balança a roseira" e o "Xote da alegria", de sua autoria. No mesmo ano, gravou o maxixe "Mexe bem" e o xote "Uma gaita no baile", composições suas. Em março do ano seguinte, lançou disco com a "Rancheira dos namorados" e a polca "Ritmo alegre", de sua autoria. Com popularidade já em alta, ainda em 1957, gravou o dobrado "Um paulista na gaita", o "Baião da Serra Grande", o maxixe "Sacode as cadeiras", o xote "Entra na farra", o choro "Uma farra na churrascaria", e a valsa "Saudades de Glorinha", todas composições suas. Gravou em 1958, os maxixes "Dançando na feira" e "Um pagode no Rio", a polca "Barril de vinho", o choro "Uma noite em Porto Alegre", e o "Baião da minha terra", músicas compostas por ele, e o xote "Viajando para o sul", com Geraldo Maia. No mesmo ano, lançou o LP "O mágico da gaita em Hi-Fi". Teve ainda no mesmo, o "Baião da Serra Grande", parceria com Palmeira gravado pela dupla Palmeira e Biá. Atuando em emissoras de Rádio e TV com seu pequeno instrumento de boca, em 1959, lançou o rojão "Na casa da filhinha", a rancheira "Saudades da Paulicéia", o samba "Amor e gaita", o fox "Ritmo quente", o bolero "Tarde feliz", e o rasqueado "Manhãs de sol", todas de sua autoria. Em 1960, gravou o maxixe "Pulo do gato", a polca "Rapaziada alegre", a rancheira "Barrigudinha", de sua autoria, além do "Baião das morenas", de Geraldo Maia e Leonel Cruz. Lançou no ano seguinte, o maxixe "Um candango em São Paulo", com Leonel Cruz, o xote "Viajando para o norte", de Geraldo Maia e Francisco Oliveira, o samba "Gosto que me enrosco", de J. B. Silva, o Sinhô, o choro "Uma peixada na Barra", o maxixe "Dançando com ela", e o baião "Saudade daquela noite, as três de sua autoria. Disputando, embora discretamente, a popularidade como gaitista com Edu da Gaita, em 1962, gravou, de sua autoria, a polca "Festa no salão"; o maxixe "Buliçoso" e o xote "Gaúcho decidido", além do dobrado "São Paulo, terra querida", parceria com Geraldo Maia. Em 1963, lançou um último disco em 78 rpm pela RCA Victor com a polca "Gaiteiro alegre", de sua autoria e o maxixe "Aí, patiense", de Jorge Santos. Gravou vinte discos em 78 rpm pela RCA Victor, além de dois LPs.

Mais visitados
da semana

1 Pixinguinha
2 Eumir Deodato
3 Garoto
4 Luiz Gonzaga
5 Assis Valente
6 Raul Seixas
7 Nelson Gonçalves
8 Elza Soares
9 Dorival Caymmi
10 Caetano Veloso