Busca:

Francisco Morais

Francisco Morais
1937 São Paulo

Dados Artísticos

Iniciou a carreira atuando como arranjador. Integrou a Orquestra de Osmar Milani como pianista e atuou na Rádio Nacional e na TV Paulista. Estreou em discos em 1960, quando lançou pela Odeon um 78 rpm com a balada "Banho de Lua (Tintarella Di Luna)", de Franco Migliacci e Bruno de Filippi, em versão de Fred Jorge, e o samba canção "Carinho e Amor", de Tito Madi. No mesmo ano, lançou o LP "O baile da menina moça - Francisco Morais e Seu Conjunto e Coro" com as interpretações para "Menina Moça", de Luis Antônio, "Camelô", de Billy Blanco, "Fechei A Porta", de Sebastião Mota e Ferreira dos Santos, "Romântica", de Renato Rascel e Dino Verde, "Banho de Lua (Tintarella Di Luna)", de Franco Migliacci, Bruno de Filippi e Fred Jorge, "Pillow Talk", de Buddy Pepper e Inez James, "Marina", de Rocco Granata, "Luna De Miel En Puerto Rico", de Bobby Capó, "Lua Azul (magic Moon)", de Michael Merlo, Patrick Welch e Espírito Santo, "Leva-me Contigo", de Dolores Duran, "Carinho e Amor", de Tito Madi, e "Tome Continha de Você", de Dolores Duran e Edson Borges. Em 1961, ainda na Odeon, lançou o LP "Quando os brotos se encontram - Francisco Morais e Sua Orquestra" com as interpretações para "Stairway To Heaven", de Neil Sedaka e Howard Greenfield, "        Mack The Knife (Moritat)", de Kurt Weill e Bertold Brecht, "Theme From ''A Summer Place'', de Max Steiner e Mack Discant, "I Like Girls", de Eddie V. Deane e Ben Weisman, "Everyday", de N. Petty e C. Hardin, "You're Knockin' Me Out", de Neil Sedaka e Howard Greenfield, "I'll Never Fall In Love Again", de Johnnie Ray, "Jealous Lover (Theme From ''The Apartment'')", de C. Williams, "Tonight Is The Night", de P. Welch e M. Merlo, "Pretty Blue Eyes", de Teddy Randazzo e Bobby Weinstein, "Since You've Been Gone", de Neil Sedaka e Howard Greenfield, e "Sweet Nothin's", de Ronnie Self. No mesmo ano, ingressou na gravadora RCA Victor e gravou um tributo ao compositor Adelino Moreira, o LP "Sucessos de Adelino Moreira - Francisco Morais e Sua Orquestra" com as músicas "A Volta do Boêmio", "Maria Helena", "Deusa do Asfalto", "Devolvi", "Chore Comigo", "Flor Do Meu Bairro", "Solidão", "Ciclone", "Fantoche", "Moço", "Queixas " e "Meu Vício É Você". Na ocasião, o jornalista, crítico e produtor Júlio Nagib assim escreveu na contra capa deste disco: "De excepcional versatilidade, Francisco Moraes tem demonstrado grande classe em todos os gêneros a que se tem dedicado. Neste LP, consegue ele notáveis efeitos tanto ao piano, com seus arranjos para grande orquestra de cordas. É com grande satisfação que entregamos ao público este disco em que se encontram dois nomes dos mais valorosos do cenário musical popularbrasileiro do momento: os sucessos do consagrado compositor Adelino Moreira através dos brilhantes arranjos do jovem Francisco Moraes".
Em 1963, gravou o LP "Boleros - Em tempo de romance - Orquestra Sul-Americana de Cordas - Regência: Francisco Morais" interpretando "Poema", de Zdenko Fibich, "Canção Da Índia (Song Of India)", de Rimsky-Korsakov, "Humoresque", de A. Dvorak, "Serenata de Amor", de Liset, "Apenas Um Coração Solitário", de Tchaikovsky, "Minueto", de Ludwig Van Beethoven, "Tristesse", de Frédéric Chopin, "Narcissus", de Ethelbert Nevin, "Romeu e Julieta", de Tchaikovsky, "Berceuse", de Johannes Brahms, "Coppelia", de Delibes, e "Dança de Anitra", de Edvard Grieg. No mesmo ano, transferiu-se para a gravadora Chantecler e registrou as baladas "Chariot", de J. W. Stole, Jacques Plante e Del Roma, e "Sunrise", de P. Mosser. Ainda em 1963, participou de duas coletâneas pela gravadora Chantecler: "Noite de amor", interpretando em solos de piano as composições "Lolita", de Rimsky-Korsakov, e "Tango do Mar (Tango Del Mare)", de O. P. Redi e Nisa. Já no segundo LP, "Eles! E seus sucessos" teve incluída sua interpretação para a balada "Chariot", de J. W. Stole, Jacques Plante e Del Roma.
Em 1964, lançou o LP "As melhores do ano - Francisco Morais e Sua Orquestra" com as composições "Lawrence Of Arabia", de Maurice Jarre, "Sonhar Contigo", de Adilson Ramos e Armelindo Leandro, "Blame It On The Bossa Nova", de Cynthia Weil e Barry Mann, "Legata A Un Granello Di Sabbia", de Fermo Dante Marchetti e Nico Fidenco, "Tudo de Mim", de Jair Amorim e Evaldo Gouveia, "Garota de Ipanema", de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, "Ti Guarderó Nel Cuore", de Nino Oliviero, Riz Ortolani e Marcello Ciorciolini, "Esta Noite Eu Queria Que O Mundo Acabasse", de Silvio Lima, "Chariot", de J. W. Stole, Jacques Plante e Del Roma, "Quando, Quando, Quando", de Tony Renis e Alberto Testa, "O Problema do Amor", de Jair Gonçalves e Carlos Gonzaga, e "Sukiyaki", de Hachidai Nakamura e Rokusuke Ei. No mesmo ano, participou da coletânea "Coquetel de sambas" com a interpretação de "Garota de Ipanema", de Tom Jobim e Vinicius de Moraes.
Em 1966, já na gravadora  Fermata, gravou o LP "Os mais famosos temas de telenovelas - Francisco Morais e Sua Orquestra" com as músicas "Amor Eterno", de Alfredo Borba e Edson Borges, "Biondina", de Uccio Gaetta, "Fanny", de Harold Rome, "Romance de Amor", de Antônio Rovira, "Tema de Thula", de Erlon Chaves e Geraldo Vandré, "Se Piangi, Se Ridi", de Fermo Dante Marchetti e Gianni Sanjust, "O Preço de Uma Vida", de Erlon Chaves e Romeo Nunes, "Mamãe Dolores", de Léo Romano e Jeny do Espírito Santo, "Addio Amore", de Devilli e Mario Nascimbene, "Moscou Contra 007 (From Russia With Love)", de Lionel Bart, "Melodia Fatal", de Edson Borges e Robledo, e "Summer Love", de V. Young, M. Berle e B. Arnold.

Mais visitados
da semana

1 Kátia Di Tróia
2 Caetano Veloso
3 Noel Rosa
4 Gal Costa
5 Barreto e Barroso
6 Gonzaguinha
7 João Cavalcanti
8 Joaquim Calado
9 Psirico
10 Tiee