Busca:

Francisco el Hombre



Dados Artísticos

Grupo formado em 2013 pelos irmãos mexicanos naturalizados brasileiros Sebastián e Mateo Piracés-Ugarte na cidade de Campinas, São Paulo. O nome do grupo foi inspirado em uma figura de mesmo nome do folclore colombiano, conhecida por tocar acordeão pelas ruas das cidades. Em 2015 realizaram duas turnês sul-americanas, com a segunda sendo denominada "Mochilazo”.  Neste ano, após um show realizado em Mendoza, Argentina, sofreram um assalto e perderam todos os seus pertences, incluindo instrumentos e documentos. Só conseguiram voltar ao Brasil após uma campanha on-line, e com ajuda da população local e de amigos, e fundos arrecadados em apresentações nas ruas com instrumentos emprestados. Os membros consideraram o episódio como um divisor de águas para o grupo, responsável por alterar a perspectiva que tinham de seu trabalho. Ainda em 2015, lançaram o EP La Pachanga!, com seis faixas autorais. O evento de lançamento se deu no Centro Cultural São Paulo, onde também gravaram um vídeo para a faixa "Dicen" (cuja versão de estúdio traz a participação da cantora chilena Francisca Valenzuela). O EP trouxe também a faixa "Minha Casa", a única totalmente em português, escrita na África. Em 2016, iniciaram a campanha #VaiPraCuba, por meio da qual pretendiam financiar um documentário sobre a cultura da ilha comunista, aproveitando uma viagem à capital Havana para participar do projeto "El Sur Suena", no festival "AMPM – América por Su Música". No meio deste mesmo ano, realizaram também uma turnê latino-americana.  Em 2016 lançaram um clipe para a faixa "Calor da Rua", produzida por Curumin e Zé Nigro, que tratou de violência doméstica e que figuraria no primeiro álbum completo do quinteto.  O álbum denominado SOLTASBRUXA foi lançado em 2017. Produzido por Zé Nigro, trouxe participações de Liniker e Apanhador Só, além de letras politizadas com comentários sociais. Foi nominada ao 18ª Grammy Latino em 2018 por melhor canção em língua portuguesa, a composição de Juliana Strassacapa,“Triste, Louca ou Má". Também foi tema da novela, “O outro Lado do Paraíso” da rede Globo. A canção foi considerada um hino feminista.   Em 2019 lançaram o CD “Rasgacabeza”, com oito faixas a partir de uma produção coletiva da banda, não só nos títulos e composições, mas nas gravações, pois foram eles quem registraram por si próprios as faixas. “Rasgacabeza” contou com participações de Capilé e do cantor americano de reggae D.B.L., com influências da música eletrônica e do punk rock. 

Mais visitados
da semana

1 Agnaldo Timóteo
2 Claudio Cartier
3 Tiee
4 Noel Rosa
5 Sivuca
6 Tom Jobim
7 Vinicius de Moraes
8 Gonzaguinha
9 Luiz Gonzaga
10 Caetano Veloso